The Office: o real motivo por que Michael saiu

The Office é uma das melhores comédias de todos os tempos. Michael Scott é hilário, mas Steve Carell saiu da série. Eis o motivo.

The Office

Poucos atores deixaram uma marca tão significativa em um programa de TV quanto Steve Carell em The Office. Carell estrelou a série por 7 temporadas como um dos personagens principais, Michael Scott. Scott é o gerente regional da Dunder Mifflin, uma empresa de papel e suprimentos. Carell foi aclamado pela crítica por sua interpretação magistral de Scott, que alguns consideram um dos maiores e mais engraçados personagens da TV de todos os tempos. Ele recebeu um total de seis indicações ao prêmio Emmy e uma vitória no Globo de Ouro por sua atuação.

Scott ressoou bem com o público, pois, apesar de suas falhas e travessuras ultrajantes, ele provou ser um homem de bom coração, bem-intencionado e, em última análise, muito solitário. Como gerente da Dunder Mifflin, Scott não é muito eficaz. Ele é inapropriado com sua equipe, faz muitas piadas ruins e passa muito mais tempo distraindo os membros de sua equipe do que trabalhando ou pensando. Ao mesmo tempo, porém, ele se preocupa genuinamente com a empresa e sua equipe. Ele simplesmente luta para ver sua equipe como sua família e se sentir sozinho e subestimado.

Dada a popularidade de Scott, muitos ficaram chocados quando foi anunciado que Carell estava deixando The Office após 7 temporadas. O show continuou por mais duas temporadas sem Carell. No entanto, o buraco era muito perceptível para encobrir e o show diminuiu significativamente. O elenco e a equipe posteriormente decidiram encerrar The Office após a 9ª temporada. Muitos ainda questionam, porém, por que Carell, que foi tão vital para seu sucesso, partiu após a 7ª temporada.

Por que Carell deixou o escritório?

O próprio Carell nunca falou extensivamente sobre seus motivos para deixar The Office. Na época, ele manteve as coisas vagas, apenas indicando que era hora de seguir em frente. Em entrevista à EW, ele afirmou: “Acho que [temporada] 7 será meu último ano. Quero cumprir meu contrato, acho que é um bom momento para seguir em frente”. Quando pressionado ainda mais sobre seu potencial de retornar ou mudar de ideia, ele respondeu: “Não. Só quero passar mais tempo com minha família.

Leia também: Relembre a série The Office: por que amamos tanto essa série?

Assim, a resposta oficial na época foi que Carell saiu para passar mais tempo com a família. No entanto, ao longo dos anos, alguns sugeriram que esse não era o motivo completo. O problema começou porque Carell havia inicialmente assinado um contrato para permanecer em The Office por 7 temporadas. Dada a popularidade de seu personagem, seria de imaginar que teria sido muito fácil estender o contrato. De acordo com o cabeleireiro de Carell, Kim Ferry, porém, a rede nunca procurou o ator sobre a renegociação de seu contrato.

No livro de Andy Greene, The Office: The Untold Story of the Greatest Sitcom of the 2000s: An Oral History, ele alegou que Ferry disse a ele:

[Carell] não queria deixar o show. Ele havia dito à rede que assinaria por mais alguns anos. Ele estava disposto e seu agente estava disposto. Mas, por algum motivo, eles não o contataram. Ele planejava ficar no show. Ele disse a seu gerente e seu gerente os contatou e disse que estava disposto a assinar outro contrato por alguns anos. E chegou o prazo de quando eles deveriam fazer uma oferta para ele. O tempo passou e eles não fizeram uma oferta.

Qual é a verdadeira razão pela qual Carell deixou The Office?

Como Carell nunca discutiu explicitamente seus motivos para sair, é difícil confirmar a versão de Ferry. No entanto, outros também apoiaram essa versão da história. Em um episódio do podcast An Oral History of The Office, o produtor de The Office, Ben Silverman, e a editora Claire Scanlon, confirmaram que Carell não queria sair. Eles alegaram que a rede nunca se preocupou em tentar fazer com que ele continuasse.

Leia também: O elenco de The Office: por onde anda?

Antes de seu anúncio oficial de saída, Carell comentou durante uma entrevista à BBC que “poderia sair” após a 7ª temporada, devido ao término de seu contrato. No entanto, o mixer de som de The Office, Brian Wittle, explicou que Carell não havia tomado sua decisão naquele momento. Em vez disso, parecia ter sido uma deixa para a NBC começar a se esforçar para fazer Carell ficar. Como a estrela do show, parece estranho que a rede simplesmente deixe Carell sair sem nenhuma oferta ou negociação.

No final das contas, é difícil dizer qual foi o verdadeiro motivo da saída de Carell. Provavelmente, foi uma mistura de seu desejo de passar um tempo com a família e explorar novos caminhos, bem como as aparentes tentativas sem brilho do estúdio de fazê-lo voltar. Toda a história sobre as supostas ações do estúdio é decepcionante de se ouvir. Como a estrela do show, é insondável que a rede não tenha feito uma oferta para que ele voltasse. Sem Carell abordar pessoalmente as alegações, porém, é difícil determinar o que realmente deu errado na época.

Sobre o autor
Avatar

Matheus Pereira

Redação

Jornalista, curioso e viciado em cultura. Escreve há quase 10 anos no Mix e Six Feet Under é sua série favorita.

Baixe nosso App Oficial

Logo Mix de Séries

Aproveite todo conteúdo do Mix diretamente celular. Baixe já, é de graça!