The Walking Dead: mais um personagem morre em meio a polêmica

Imagem: Divulgação/AMC

Atenção, o texto contém SPOILERS do último episódio de 2018 de The Walking Dead

The Walking Dead se despediu do público neste domingo (25), com seu último episódio do ano. “Evolution” encerrou a primeira parte da nona temporada, que já contou com as despedidas de Rick (Andrew Lincoln) e Maggie (Lauren Cohan).

Mas se os fãs achavam que não se despediriam de outro personagem tão cedo, acharam errado. E pior: um personagem querido dos fãs se despediu de uma forma bem trágica.

No episódio em questão, o público se deparou com a morte de Jesus (Tom Payne), quando os protagonistas da série são cercados por zumbis. Entretanto, ele acaba morrendo esfaqueado nas costas, por alguém que estava disfarçado de zumbi. Trata-se de um desconhecido, que pertence aos Sussurradores.

Continua após a publicidade

Resultado de imagem para walking dead jesus

Jesus é interpretado por Tom Payne em The Walking Dead. Imagem: Divulgação/AMC

Além disso, o episódio contou com a fuga de Negan (Jeffrey Dean Morgan), e isso não deve significar boa coisa para os personagens.

Diferença dos quadrinhos

Embora o público tenha ficado chocado com mais uma diferença dos quadrinhos, a roteirista Angela Kang defendeu o acontecido. “Queríamos algo épico, que marcasse a chegada dos Sussurradores. Além disso, precisava ser uma surpresa para o público. E acabou que Jesus é um personagem que o grupo realmente se importa. Sem dúvidas, terá um grande impacto na história“, destacou ela ao Hollywood Reporter.

Alguns fãs nas redes sociais reclamaram do fato da série matar um personagem LGBT, e a roteirista comentou o assunto envolvendo representatividade. “Nós falamos na sala de roteiristas sobre isso. Mas ainda temos outros personagens gays. Temos ainda Magna (Nadia Hilker) e Yumiko (Eleanor Matsuura) que formam um casal“.

Ator estava decepcionado com o personagem

Ao que tudo indica, a decisão de matar Jesus foi mútua, e teria partido do próprio intérprete Tom Payne. Ele disse, ao THR, que os produtores sabiam que ele não ficaria descontente em sair da série.

Eu fiquei bem frustrado com a jornada do personagem. Nas HQs ele é um personagem incrível. Foi uma grande responsabilidade assumir esse papel, dar vida à ele. Porém, fiquei bem decepcionado ao ver que ele não foi explorado da forma adequada. Foi uma decisão mútua, fiquei bem feliz com isso“, destacou.

E então, o que acharam da despedida do personagem?

A segunda parte da nona temporada de The Walking Dead estreia em 2019.

 

Anderson Narciso

Anderson Narciso

Criador, editor e redator do site Mix de Séries, é apaixonado por séries desde sempre. Fã incondicional de One Tree Hill, ER, Friends, e não perde um episódio da Franquia Chicago.

No comments

Add yours