Crítica: YOU, nova série da Lifetime, pode surpreender e chocar

Imagem: Divulgação/Lifetime

Continua após as recomendações

Séria chegará ao Brasil pela Netflix…

Baseado no livro YOU, de Caroline Kepnes, a série conta a história de Beck (Elizabeth Lail), uma jovem que sonha em ser escritora e Joe (Penn Badgley), um jovem que trabalha em uma livraria.

Quando Beck entra na livraria em que Joe trabalha, chama a atenção do rapaz imediatamente. A partir daí, o Joe tem a certeza que ela é a mulher para ele. O trama é narrado por ele, enquanto passa a seguir e entender Beck, (onde trabalha, o que gosta de fazer, com quem sai).

Continua após a publicidade

Sendo assim, ele estuda e entende a garota – simplesmente pelo uso das redes sociais, que ele tanto detesta e também, a espionando pela janela de seu apartamento, o que aparentemente, ela não sabe fechar a cortina. Entretanto, ele passa a ficar apaixonado pelo lado solitário da  garota. Já que suas amizades parecem ser bem superficiais. Com isso, Joe, passa a ficar ainda mais destinado a conseguir a garota.

Imagem: Divulgação/Lifetime

Em alguns momentos um tanto exagerado. Joe ainda não passa a ideia de um perseguidor maluco, que assusta seu público. Talvez a ideia não seja assustar o telespectador, mas sim, mostrar do que uma pessoa é capaz.

Não dá para dizer ao certo, contudo, no momento, sua narrativa e a maneira que o show leva Joe ao centro da trama, parece funcionar. A única coisa que fica difícil de entender, é vê-lo entrando e saindo dos lugares sem que ninguém note. Como se ele fosse invisível.

A série com esse temática diferente, é interessante de assistir por enquanto. O público vai gostar porque a ideia agrada e promete ser tentadora. Ansiosa para ver, até onde a obsessão de uma pessoa chega.

Antes mesmo de ser lançada, YOU, já foi renovada para sua segunda temporada, e você acompanha aqui no Mix De Séries tudo sobre a serie que estreia no próximo domingo (09).

1 comentário

Adicione o seu
  1. Avatar
    Amanda 2 outubro, 2018 at 13:14 Responder

    Achei Joe completamente sombrio de uma forma que o difere do Dan que eu adorava. Achei umas falhas meio sem sentido, tipo o fato das janelas da guria serem tão baixas e tão expostas ?????
    A vizinhança deve fazer a festa com as sessões de porno em tempo real, não tem muita lógica.
    Mas no todo, eu gostei, porque pro primeiro episódio, já fiquei arrepiada algumas vezes, aquela pancada na cabeça me fez tremer toda. Vi só o primeiro ontem, e hoje vou ver os outros dois, espero continuar gostando. É sempre bom um personagem para odiarmos. Já morro de dó do vizinho, poxa, vontade de pegar pra criar aquela criança, fiquei com a sensação de que o Padrasto dele vai descobrir os podres do Joe.
    P.S.: Aquele YOU da abertura sendo coberto de sangue me remeteu a serial killer, e lembrei daquela série da Globo. Estava achando que pelo formato, ele teria uma vítima por episódio. Mas vamos ver até onde vamos.

Post a new comment

Tags You