15 referências do ano 1985 pra você ficar de olho em Stranger Things 3

Fique de olho nas referências de Stranger Things

Stranger Things 3 está chegando e a série tornou-se, sem dúvidas, um marco na Netflix. Ao celebrar a cultura dos anos 1980, a série da plataforma soube contar uma boa história, ao mesmo tempo que trabalha com a nostalgia para o público que vivenciou esta época. Bem como apresenta todas aquelas práticas de “antigamente” para a nova geração que não a vivenciou.

Nas duas primeiras temporadas da série, tivemos muitas referências ao consumismo. Agora, no terceiro ano, espera-se que muitas referências à cultura pop e nerd transborde entre os personagens. Pensando nisso, o Mix de Séries traz para você algumas referências importantes do momento em que a nova temporada está situada: 1985. Portanto, fique de olho e não perca nenhuma menção.

1 – Um Tira da Pesada (Beverly Hills Cop)

Embora este filme tenha estreado tecnicamente em dezembro de 1984, ele teve um grande saldo de bilheteria no ano novo. Eddie Murphy, e seus modos rebeldes, era referência cultural para todos. Seja colocando uma banana no cano de escapamento, ou os acordes de “Axel F”, qualquer homenagem ao filme seria bem-vinda. Além disso, outro longa que estreara em 1984 mas se consolidara em 1985 foi Karate Kid. Assim, o protagonista Ralph Macchio (Daniel LaRusso) se consolidava no imaginário das mulheres.

2 – VH1

Embora AS crianças protagonistas de Hawkins ainda são consideradas a geração da MTV, o VH1 foi lançado em 1º de janeiro de 1985 para atrair a multidão mais velha. Talvez Joyce Byers ou Jim Hopper gostem de conferir vídeos musicais de Tina Turner, Sting ou Chicago.

3 – Ronald Reagan

O presidente Gipper (apelido da época do futebol) entra em seu segundo mandato neste momento e ele foi um frequente alvo de piadas afetuosas, desde seu amor por jujubas até como ele chamou sua primeira-dama Nancy Reagan de “mamãe”.

4 – “We Are the World

Este foi o single do grupo que destruiu todos os grupos. Uma união de artistas consagrados como Michael Jackson, Cyndi Lauper, Ray Charles e Tina Turner, entre outros, se uniram para uma campanha humanitária em prol da África. Todo o dinheiro arrecado iria para as crianças com fome. Claro, a faixa foi um verdadeiro sucesso.

5 – Paletas de cores ousadas e proporções lúdicas na moda

Agora que a série alcançou a metade dos anos 1980, é hora de esquecer as cores mais monótonas. Portanto, é o momento de termos muita cor e vibração, no maior estilo Cyndi Lauper. A moda era não combinar e todo o tipo de roupa era válido: ombreiras, calças curtas, ou um suéter com várias estampas. E com a inserção do Shopping nesta temporada, é hora dos personagens avançarem um pouquinho no quesito roupas coloridas.

Millie Bobby Brown and Sadie Sink, "Stranger Things"

Imagem: Netflix/Divulgação.

6 – O nascimento dos CD’s

Nenhum dos personagens principais parece ser um audiófilo, mas as crianças e seu professor, o Sr. Clarke, gostam de tecnologia. Com a introdução do CD, especialmente os trabalhos de David Bowie que foram digitalizados em fevereiro de 1985, alguém em Hawkins certamente deve ser fã. Todavia, se ao menos Barb ainda estivesse viva…

7 – Madonna

Com a sua turnê Like a Virgin, Madonna se tornou uma das maiores referências da cultura pop. Suas músicas, certamente, não poderão ficar de fora!

8 – Guerra Fria

Os EUA ainda estavam muito envolvidos na Guerra Fria, especialmente depois que os soviéticos boicotaram as Olimpíadas de Verão realizadas em Los Angeles em 1984. Um ano depois, a União Soviética realizou um teste nuclear no Cazaquistão e Mikhail Gorbachev se tornou o líder russo. Portanto, o sentimento anticomunista estava em alta.

9 – Coca Cola versus Pepsi

Coca Cola e Pepsi disputavam a atenção do consumidor com diversas novas fórmulas. Nesta época, além de ter Michael Jackson como estrela de suas campanhas, a Pepsi lançara a “Pepsi sem Cafeína”, que ganhou muito destaque nos EUA. O sucesso foi tão grande que chegou a ser mencionada no filme De Volta Para o Futuro. Já a Coca apresentou uma nova versão chamada “New Coke”, mais adocicada. Entretanto, foi um fracasso de mercado.

10 – De Volta Para o Futuro

E já que mencionamos, 1985 é o ano de lançamento do filme que já nasceu clássico. De Volta Para o Futuro conquistou uma geração de fãs e pode ser considerado uma grande inspiração para a série. Sem dúvidas, o longa merece uma atenção nesta temporada.

Christopher Lloyd and Michael J. Fox, "Back to the Future"

Christopher Lloyd e Michael J. Fox em De Volta para o Futuro. Imagem: Universal/Divulgação.

11 – Goonies

Outro longa que está no DNA de Stranger Things, Goonies de Richard Donner, é um longa que mostra crianças se aventurando em busca do inimaginável através de um mapa do tesouro. O filme estreou em agosto de 1985 e se tornou ícone cultural.

The Goonies

Goonies, um filme que já nasceu clássico. Imagem: Warner/Divulgação.

12 – O Primeiro Ano do Resto de Nossas Vidas (St. Elmo’s Fire)

Billy já tem o cabelo e o brinco de Rob Lowe no filme. Será que vamos vê-lo fazendo alguns de seus movimentos também? E ele encontrará sua Demi? Ah, pelo amor de Deus, toquem a música tema!

13 – Clube dos Cinco

O clássico filme de John Hughes, Clube dos Cinco, chegava aos cinemas americanos naquele ano. E apesar da linguagem ser um pouco mais “adulta” do que a narrativa de Stranger Things, essa seria a referência perfeita para inseri-los na adolescência.

14 – Músicas que marcaram aquele momento

Além de Madonna e o singleWe Are the World“, já citados, uma infinidade de músicas fizeram sucesso em 1985. Foi neste ano que “Everybody Wants to Rule the World” (Tears For Fears), “One More Night” (Phill Collins), e “Don’t You Forget About Me” (Simple Minds) desbravavam as paradas de rádios. “Take on Me” do A-ha alcançava o sucesso, enquanto Duran Duran também ganhava destaque com o tema de 007 Na Mira dos Assassinos, a canção “A View to a Kill”.

Além disso, outras canções que fizeram sucesso naquele ano: “We Don’t Need Another Hero” (Tina Turner), “Crazy for You” (Madonna), “Shout” (Tears for Fears), “Rythm of the Night” (DeBarge), “Broke Wings” (Mr. Mister), “Addicted to Love” (Robert Palmer), entre outras…

 

15 – Séries alcançavam seu auge na TV

Claro que não podíamos deixar as séries de TV de lado. E, em 1985, séries “novelões” como Dynasty e Dallas alcançavam o auge do sucesso. Bem como sitcoms ganhavam a preferência do público. Um exemplo bem conhecido é The Cosby Show, série que estreara em 1984 e ficaria no ar até 1992. Mas alguns outros clássicos estrearam naquele ano como A Gata e o Rato (Moonlight), MacGyver, entre outras. Além disso, o desenho She-Ra estreava como derivado de He-Man, que fazia sucesso desde 1983. Sem dúvidas, uma ótima época para ficar em casa assistindo TV.

 

Agora sim, sua bagagem cultural sobre 1985 está devidamente preenchida. Só falta agora curtirmos os episódios da 3ª temporada de Stranger Things. Os novos capítulos entram na plataforma nesta quinta, dia 04 de julho.

Leia também: 7 coisas para lembrar antes de assistir a 3ª temporada de Stranger Things

Fontes: IndiWire, TVGuide e Wikipedia.
Anderson Narciso

Anderson Narciso

Mestre em História, apaixonado por mídias, é o editor responsável e idealizador do Mix de Séries. Eterno órfão de Friends, One Tree Hill e ER, acompanha séries desde que se entende por gente. No Mix é editor de colunas e de notícias, escreve a coluna 5 Razões e resenha a série Gotham.

No comments

Add yours