5 Razões para assistir a série Outlander agora mesmo na Netflix

Outlander é uma série que você precisa assistir imediatamente

A 5 Razões de hoje está aqui para indicar mais uma maratona de série, desta vez Outlander!

A atração é baseada em uma série de livros com o mesmo nome, escrito pela autora Diana Gabaldon. Os títulos foram originalmente publicados em 1991, mas somente ganharam vida em 2014 pelo canal americano STARZ. Na história, Claire Randall é uma mulher moderna do século XX, que, sem querer, viaja no tempo até 1743 na Escócia. Ela precisa se adaptar ou irá morrer enquanto tenta descobrir como voltar ao seu próprio tempo e ao marido, Frank. Armada apenas com sua inteligência e conhecimento médico de seu tempo como enfermeira na Segunda Guerra Mundial, ela usa seus interesses para manobrar seu caminho entretanto, acaba se deparando com feitiçaria, amor e rebelião.

Fãs de Game of Thrones e da recém-terminada série de TV, Reign podem considerar assistir também essa série. Isso porque mistura a intriga da corte e a guerra simultaneamente para trazer outro drama viciante para a televisão. Se você se lembra do filme de 2003, Timeline, estrelado por Gerard Butler e Paul Walker, esta série compartilha um conceito similar. No entanto, esteja avisado: é, definitivamente, uma atração para o público adulto, contendo muitas cenas inquietantes que incluem nudez, agressão sexual, violência e… violência.

Dito isso, nós do Mix de Séries separamos aqui cinco motivos que devem fazer você assistir a série. 

Caraterização impecável

A série se passa na Escócia do século XVIII e ela realmente é gravada no local. Esse é um fato surpreendente, uma vez que séries da atualidade são filmadas em locais menos custosos para a produção, como Vancouver. Portanto, a fotografia da série é extremamente linda. Os fãs, inclusive, conseguem fazer um mapa de locais que consideram visitar caso passem por lá. Além disso, vale ressaltar, o designe de figurino é um show a parte. Há uma autenticidade, que vai desde os tartans xadrez até as cores vibrantes do século XIX.

 

A química entre os principais personagens está fora dos padrões.

Muitas vezes, as séries mantêm seus interesses amorosos separados, por medo de que a história perca o interesse. E isso é o oposto para Outlander. A série coloca o casal protagonista juntos bastante cedo e eles nunca vacilam. Jamie e Claire se tornam um casal podoroso, que você nunca duvida da paixão de um pelo outro. Sem contar as calorosas cenas de amor. O desempenho é tão verossímil que fãs do programa gastam horas nas redes sociais, especulando se os atores estão em um relacionamento secreto na vida real, apesar das muitas garantias de Catriona Balfe e Sam Hueghan de que eles estão apenas atuando.

Não entenda mal, eles brigam, eles ficam bravos um com o outro, mas isso é usado para aumentar sua paixão. Mesmo quando eles lutam, eles têm um relacionamento baseado no respeito mútuo e estão sempre dispostos a deixar de lado suas diferenças quando isso é mais importante.

Casal com química? Temos sim. Imagem: Starz/Divulgação.

Até mesmo os personagens secundários estão incrivelmente bem desenvolvidos

A série segue os livros nos quais é baseado, apresentando-nos uma série de personagens únicos e bem desenvolvidos. A escrita faz um trabalho fantástico com cada personagem. E mesmo que ele tenha uma pequena participação, os produtores fazem questão de que ele tenha uma função na trama. Até mesmo os vilões exibem qualidades resgatáveis, sendo um lembrete amigável para os telespectadores de que um vilão nem sempre é um vilão para todos. Cada decisão, mesmo as mais pobres, faz todo o sentido com cada personagem e suas ações sempre têm consequências, mesmo que não compensem muito mais.

Geillis Duncan é o melhor exemplo disso, porque não importa o quão longe você esteja, o espectador nunca tem certeza se a ama ou a odeia. Esses sentimentos contraditórios são um exemplo de como a equipe de redatores criou essa personagem de maneira maravilhosa. Enquanto você se encontra amando e odiando os personagens em diferentes graus, essa atenção aos detalhes é comum a todos os personagens da série.

A história sempre toma uma virada inesperada

Além de ver uma história bem contada, Outlander tem um talento especial para reviravoltas em sua trama. Portanto, uma coisa pode acontecer bem pode ir para uma direção completamente diferente. Entretanto, isso nem sempre pode resultaruma reviravolta gigante. Assim como na realidade, planos são feitos mas a vida acaba colocando nossos personagens em uma aventura completamente diferente. Na maioria das vezes, essas aventuras são um produto das escolhas que o personagem faz, imediatamente anteriores ou, em alguns casos, há muito mais tempo.

Nada de spoilers, mas o começo da segunda temporada tem uma das aberturas mais loucas e corajosas de qualquer outra série na televisão. Vamos apenas dizer que nos dá um vislumbre do que está por vir mais tarde na temporada, e isso cria uma sensação de ansiedade enquanto você assiste a série vendo a trama indo por aquele caminho.

Já alertamos que envolverá muitos gritos na sua televisão.

A cultura das terras altas

O maior personagem da série, sem dúvidas, é a cultura das Terras Altas. Da comida, aos costumes, à hierarquia da sociedade… A série faz um trabalho fenomenal de nos dar um vislumbre desse mundo. Pessoas que moram Escócia elogiaram o programa por sua representação da cultura, além de melhorar os números do turismo desde o lançamento do programa. Embora seja tecnicamente considerada uma série de fantasia, uma vez que Claire viaja no tempo através da magia Druida, a maior parte da história é sobre a destruição da cultura das Terras Altas nas mãos dos soldados ingleses. Pode ser uma pílula difícil de engolir para os ingleses, mas é, infelizmente, um pedaço da história que ainda mantém ramificações na relação entre a Escócia e a Inglaterra em nosso mundo moderno.

Outlander proporciona um conjunto de culturas extremamente elogiadas pelo público. Imagem: Starz.

Ou seja, você der uma chance a Outlander ficará longe de se decepcionar. Na verdade, isso fará com que você deseje poder se transportar para o mundo deles mesmo. Eles quase fazem valer a pena viver sem o seu telefone ou a medicina moderna. As três primeiras temporadas estão disponíveis na Netflix.

E aí, vai dar uma chance?

Anderson Narciso

Anderson Narciso

Mestre em História, apaixonado por mídias, é o editor responsável e idealizador do Mix de Séries. Eterno órfão de Friends, One Tree Hill e ER, acompanha séries desde que se entende por gente. No Mix é editor de colunas e de notícias, escreve a coluna 5 Razões e resenha a série Gotham.

No comments

Add yours