A verdade sobre Inventando Anna: o que é real na série da Netflix

Série que estreou na Netflix, produção de Shonda Rhimes, Inventando Anna tem base em golpista da vida real.

Inventing Anna

Inventando Anna é a mais recente série de crimes reais a chegar à Netflix.

Continua após publicidade

A série limitada estrelada por Julia Garner conta a história real e selvagem da fraudadora Anna Sorokin, que se fez passar por uma rica herdeira alemã chamada Anna Delvey enquanto morava em Nova York.

Além de enganar inúmeras socialites ricas, Sorokin também enganou vários bancos e hotéis proeminentes durante seu tempo na Big Apple.

Continua após publicidade

Desde a sentença de Sorokin em 2019, houve várias adaptações da história infame. Incluindo um livro escrito por sua ex-amiga Rachel Williams, que se chama My Friend Anna. Além disso, ainda há uma série a ser lançada da HBO. Só que a série da Netflix tem base no artigo do New York Times, “Como Anna (Sorokin) Delvey enganou os festeiros de Nova York”, de Jessica Pressler.

Diante do sucesso de Inventando Anna na Netflix, saiba mais sobre a verdadeira história de Anna Delvey e seus crimes. (via People)

Inventando Anna
Imagem: Divulgação.

Quem é Anna Delvey? A história real!

Anna Delvey, cujo nome verdadeiro é Anna Sorokin, nasceu em 23 de janeiro de 1991, em Domodedovo. Esta é uma cidade nos arredores de Moscou, na Rússia, mas ela cresceu predominantemente na Alemanha. Então, ela e seu irmão foram criados em uma família de classe média; seu pai dirigia um caminhão e sua mãe já foi dona de uma pequena loja de conveniência.

Continua após publicidade

Leia também: Inventando Anna, final explicado e spoilers

Aos 19 anos, Sorokin deixou a Alemanha para se formar em moda em Paris. E, dessa forma, acabou assumindo o nome de Anna Delvey. No verão de 2013, no entanto, ela participou da Fashion Week em Nova York em nome da revista Purple, onde trabalhava na época. Por isso, ela acabou optando por ficar na cidade.

Após sua condenação, a figura de Inventando Anna não está em contato com seus pais. E, além disso, eles não compareceram ao julgamento. Seu pai afirmou anteriormente que a deserdou, dizendo ao DailyMailTV em abril de 2019: “Não tenho nenhuma influência em sua vida e no que ela faz. Cabe a ela o que ela fez”.

Imagem: People/Release/Netflix/Divulgação.

Que crimes Anna Delvey cometeu?

Enquanto em Nova York, Sorokin desfilou como uma rica herdeira alemã para se infiltrar no círculo interno das maiores socialites da cidade. Durante seu tempo na cidade, ela enganou inúmeras pessoas, hotéis e bancos. Muitas vezes usando cartões de crédito inválidos ou extratos bancários falsos. Tudo isso, para criar a ilusão de riqueza. Ela até criou a ideia da Anna Delvey Foundation, um clube privado bem como uma fundação de arte, para atrair doadores ricos e promover sua marca. Grande parte desses fatos são vistos em Inventando Anna.

Continua após publicidade

Leia também: Inventando Anna, tudo sobre a série, história, elenco e mais

Depois de pular de hotel em hotel e repetidamente não pagar suas contas, Sorokin foi despejada. Então, em outubro de 2017, Sorokin foi preso durante uma operação policial. Na época, ela estava hospedada em uma instalação de tratamento de dependência no condado de Los Angeles, Califórnia. Durante sua acusação, estima-se que ela roubou cerca de US $ 275.000.

Em 25 de abril de 2019, Sorokin foi considerada culpada de oito acusações, incluindo tentativa de furto de primeiro grau, furto de segundo grau, furto de terceiro grau e roubo de serviços. Em maio daquele ano, a condenaram de 4 a 12 anos de prisão estadual, multada em US$ 24.000 e condenada a pagar uma restituição de cerca de US$ 199.000.

Inventando Anna
Imagem: Divulgação.

Onde está Anna Delvey agora?

Após seu julgamento, Sorokin foi para a Penitenciária de Bedford Hills antes de ir em transferência para a Penitenciária de Albion em Nova York. Em fevereiro de 2021, ela saiu mais cedo da prisão e retornou imediatamente ao Instagram.

No entanto, em março daquele ano, ela acabou presa pelo Departamento de Imigração e Alfândega dos EUA por ultrapassar o prazo de validade de seu visto. Sorokin ainda está atrás das grades enquanto aguarda a deportação para a Alemanha.

A Netflix pagou a Anna Delvey por contar a história em Inventando Anna?

Em fevereiro de 2022, o Insider informou que a Netflix pagou a Sorokin US$ 320.000 pelos direitos de adaptar sua história de vida para a série Inventando Anna. Além disso, a publicação também relata que Sorokin usou US$ 199.000 do dinheiro que recebeu da Netflix para pagar a restituição aos bancos que deve, além de outros US$ 24.000 para liquidar multas estaduais.

Em uma carta aberta para Insider, Sorokin expressou seus pensamentos sobre a próxima série da Netflix, observando que “nada sobre ver uma versão ficcional de mim mesma neste ambiente de manicômio criminoso parece atraente para mim”.

“Por um longo tempo, eu esperava que, quando Inventando Anna estreasse, eu tivesse seguido minha vida”, escreveu ela. “Eu imaginei que a série seria uma espécie de conclusão resumindo e fechando um longo capítulo que havia chegado ao fim. Mas quase quatro anos em produção bem como horas de conversas telefônicas e visitas depois, a série tem a minha história. Só que contada do ponto de vista de uma jornalista. E embora eu esteja curiosa para ver como eles interpretaram todas as pesquisas e materiais fornecidos, não posso deixar de me sentir como uma reflexão tardia. A ironia sombria de estar confinada em uma cela em mais uma prisão horrível perdido nas entrelinhas, com a história se repetindo.”

Inventando Anna já está disponível na Netflix.

Criador do Mix de Séries, atua hoje como redator e editor chefe do portal. Especialista em SEO e construção de textos para internet, também atua como webwriter com foco em textos para o Google. Autor na internet desde 2011, passou pelos portais TeleSéries e Box de Séries. Fã de carteirinha de Friends, ER e One Tree Hill, é aficionado pelo mundo dos seriados. Também é fã de procedurais, sabendo tudo sobre o universo das séries Chicago, Grey's Anatomy, e séries de sucesso como La Casa de Papel e Lucifer. Também é fã da DC Comics, e acompanha produções inspiradas em personagens da editora, como Titans e até o mais recente produto da editora, Sweet Tooth.