A verdade sobre o protagonista de New Amsterdam

O protagonista de New Amsterdam é baseado em um notório médico de Nova York. Conheça a história!

New Amsterdam
Continua após publicidade

Depois de interpretar um papel que ele mesmo ajudou a desenvolver em The Blacklist, o ator Ryan Eggold fez uma saída chocante que deixou os fãs devastados. Felizmente para eles, não demorou muito para que Eggold se encontrasse em outro programa da NBC. Desta vez, é o drama médico New Amsterdam.

Continua após publicidade

Inspirado em uma história real, a série vai, assim, por um caminho diferente do habitual. Especificamente, o personagem que Eggold interpreta, Dr. Max Goodwin, é baseado em um médico da vida real que administra o hospital público mais antigo dos Estados Unidos há mais de uma década.

Como Ryan Eggold acabou se juntando ao elenco de New Amsterdam

Para explicar como Eggold conseguiu o papel principal neste drama médico, é preciso lembrar como o ator acabou com a NBC em primeiro lugar. Eggold podia não estar ansioso para trabalhar na televisão no começo, mas The Blacklist mudou sua ideia.

Continua após publicidade
Continua após publicidade

No programa, a interpretação de Eggold como marido de Liz (Megan Boone), Tom Keen, resultou em muitos elogios. Ele até rendeu a Eggold seu próprio spinoff, The Blacklist: Redemption. Eggold voltou para The Blacklist logo depois do cancelamento do spinoff, mas acabou sendo morto. (Enquanto conversava com o TV Insider, o próprio Eggold explicou: “Tendo feito o spin-off e a rede cancelando, foi, então, anticlimático voltar”.

Leia também: New Amsterdam substitui Grey’s Anatomy e estreia na Netflix

No entanto, a NBC estava determinada a continuar sua relação de trabalho com o ator. Durante a turnê de imprensa de inverno da Television Critics Association em 2020, o ex-presidente da NBC Entertainment, Paul Telegdy, comentou: “Quando conhecemos Ryan Eggold como um dos bandidos da The Blacklist, sabíamos que ele tinha uma qualidade de artista com a qual gostaríamos de trabalhar”

Continua após publicidade

Eggold, entretanto, não foi exatamente de um programa da NBC para outro (ele estrelou Infiltrado na Klan, de Spike Lee, no meio). Desta vez, então, o ator estava procurando algo mais fundamentado na realidade: “Eu estava procurando relevância e honestidade”, disse Eggold à Entertainment Weekly. “Eu estava procurando fazer algo diferente.” Assim, New Amsterdam provou ser exatamente isso.

Continua após publicidade

A verdade sobre o personagem de Ryan Eggold e a base para a New Amsterdam

Dr. Manheimer é a inspiração da vida real para o Dr. Goodwin de Eggold. Antes de se tornar professor clínico na Escola de Medicina da Universidade de Nova York, Manheimer atuou como diretor médico do aclamado Hospital Bellevue em Nova York por mais de uma década.

Continua após publicidade

A ideia para o show surgiu depois que o showrunner David Shulner leu o livro de Manheimer, Twelve Patients: Life and Death at Bellevue Hospital. Na época das eleições presidenciais, Shulner notou que “o país inteiro estava falando sobre saúde”. Ele também disse à Creative Screenwriting Magazine: “Todo o drama nas notícias era sobre esse assunto. A única coisa que faltava na conversa era esperança.” De certa forma, isso é o que Schulner aprendeu lendo o livro de Manheimer.

Continua após publicidade

“Aqui está alguém [Manheimer] que entrou em Bellevue, que estava lutando na época, demitiu um departamento inteiro, contratou todos os novos médicos assistentes, essencialmente substituindo os estudantes de medicina que administravam o hospital e se colocando em conflito com a faculdade de medicina.” Schulner explicou. “Foi uma metáfora perfeita para o nosso atual setor de saúde.”

Continua após publicidade

Dramas da vida real permeiam a série

Inicialmente, havia quatro redes interessadas em fazer o show. Mas Manheimer acabou escolhendo a NBC porque “senti que eles tinham a melhor apreciação do tipo de história que eu queria contar, que incluía os determinantes sociais, bem como histórias médicas interessantes”. E uma vez que ele escolheu trabalhar com a NBC, as coisas se encaixaram. Eggold foi escalado para interpretar uma versão fictícia de Manheimer. No piloto, o Max de Eggold demitiu de forma memorável todo o departamento de cirurgia cardio-torácica do hospital.

Mais tarde na história, Max também descobre que tem câncer, um enredo que foi inspirado pelo próprio Manheimer. “Fui diagnosticado com câncer há alguns anos e passei por um tratamento rigoroso e difícil”, revelou Manheimer ao MedPage Today. “Eu tive um curso difícil [da doença] com muitas complicações e isso me mudou tremendamente.”

Show promete ter um futuro brilhante

Desde o início, Manheimer também atuou como um dos produtores do programa. Isso significa que Eggold conseguiu passar muito tempo com Manheimer desde que começou a trabalhar na série. Eggold explicou: “Tive muitas conversas com Eric sobre suas dificuldades e ele me lembrou que os médicos nem sempre são infalíveis”. Sobre o arco da história de Goodwin, Manheimer também disse: “Haverá muitas semelhanças [com minha própria situação]”.

No ano passado, New Amsterdam garantiu uma tripla renovação, o que significa que o show é garantido por pelo menos cinco temporadas. A segunda temporada do programa teve cerca de 9,8 milhões de espectadores. Então, se o desempenho do programa continuar relativamente forte, há uma boa chance de New Amsterdam ir além da quinta temporada.

Jornalista, curioso e viciado em cultura. Escreve há quase 10 anos no Mix e Six Feet Under é sua série favorita.