Ator de Chicago Fire relembra demissão: “fiquei devastado”

Charlie Barnett comentou sobre época em que foi demitido de Chicago Fire.

Chicago Fire ator demitido
Continua após publicidade

O ator Charlie Barnett, anos depois, finalmente abriu seu coração sobre ter sido dispensado da série Chicago Fire. Interpretando o bombeiro e paramédico Peter Mills, o ator agora com 34 anos apareceu na série da NBC por três temporadas. Ele, inclusive, era um dos personagens originais e protagonizou boas histórias no programa que, neste momento, já alcançou sua 10ª temporada.

Continua após publicidade

Charlie acabou deixando a série em 2015, depois que seu personagem se muda de Chicago para cuidar de parentes na Carolina do Norte. Na época, a saída de Barnett foi creditada como uma decisão criativa pelos escritores.

No momento, apenas cinco colegas de elenco do conjunto original da primeira temporada de Chicago Fire permanecem na série, com nomes como Lauren German, Monica Raymund e Yuri Sardarov já tendo deixado a atração. Desde que saiu de Chicago Fire, Barnett apareceu em séries aclamadas da Netflix, como Orange is the New Black, Boneca Russa e You. E, além disso, ele faz participações também em séries como Arrow.

Continua após publicidade
Continua após publicidade
Chicago Fire ator demitido
Imagem; Divulgação.

Ator comentou demissão de Chicago Fire

Mas, anos depois, Barnett abriu seu coração e destacou que Chicago Fire o dispensou, sem mais nem menos. Então, a demissão mexeu bastante com a vida do ator, que estava em ascensão, no auge do drama de bombeiros.

Leia também: 10×18 de Chicago Fire teve sequestro e foi o melhor episódio

Agora, em uma entrevista com o Digital Spy, Barnett refletiu sobre seu tempo em Chicago Fire e seus sentimentos sobre a demissão da série. Descrevendo sua saída como uma “bênção disfarçada”, o ator acrescentou que, embora isso o tenha deixado “devastado” por um longo tempo, em retrospectiva, ele poderia apreciar a decisão e estava “agradecido” por ter feito parte da série.

Continua após publicidade

“Você nunca vê os momentos ruins se tornando os bons… Não seria o que era, eu acho, se você o reconhecesse pelo que é no momento.”, disse Barnett.

Continua após publicidade

“Eu de fato fiquei triste pela demissão”, disse o ator de Boneca Russa ao Digital Spy. “Isso me deixou quebrado, por muito tempo.”.

Continua após publicidade
Chicago Fire
Imagem; Divulgação.

Produtores alegaram que dispensa foi criativa

Na época, o produtor executivo Matt Olmstead explicou ao TVLine que a decisão de dispensar Barnett foi por causa do enredo.

Continua após publicidade

“Na sala dos roteiristas… estamos bastante vigilantes aqui para garantir que a narrativa seja nova”, assim compartilhou Olmstead. “Especialmente com um programa baseado em relacionamento, você nunca quer ficar estagnado, e você tem que ser duro às vezes… Era hora de agitar as coisas. Veio apenas do ponto de vista da narrativa.”.

Continua após publicidade

“[Charlie] é um indivíduo incrível e um ator fantástico e nos deu tantas coisas diferentes”, continuou o produtor. “Mas… a saída de [Mills] vai afetar outras pessoas. Portanto, é revigorante em termos de narrativa.”.

Leia também: Chicago Fire, Gabby vai no casamento de Stella e Severide?

Cobrindo a vida do pessoal dos profissionais de emergência no Corpo de Bombeiros de Chicago, o sucesso de Chicago Fire ajudou a lançar a maior franquia de Dick Wolf atual, incluindo séries como Chicago PD e Chicago Med. Além disso, a série continua a desfrutar de uma audiência de cerca de sete milhões por semana. O que a coloca como um dos dramas mais assistidos da TV aberta americana.

Ajudando a dar impulso em várias carreiras e servindo como um lar para seus colegas de elenco mais antigos, Chicago Fire manteve boas relações com suas ex-estrelas e se comprometeu com partidas baseadas em histórias para seus personagens. Ao mesmo tempo em que fornece oportunidades para que os que já deixaram retornarem.

Expressando gratidão por sua participação na série, Barnett, entretanto, indicou que permaneceria para sempre conectado a Chicago Fire por meio de seus amigos e ex-colegas de elenco.

Embora quase sete anos tenham se passado desde que saiu de Chicago Fire, a série, sem dúvidas, deixou sua marca na carreira e na vida de Barnett como um todo. Tal como acontece com programas semelhantes de vários anos, os membros do elenco são conhecidos por formar amizades próximas e promover uma atmosfera familiar, o que contribuiu para a tristeza inicial de Barnett em deixar Chicago Fire.

No entanto, foi graças a essa partida que o ator conseguiu alcançar outros papeis interessantes. Então, no final, acabou tudo dando certo.

Criador do Mix de Séries, atua hoje como redator e editor chefe do portal. Especialista em SEO e construção de textos para internet, também atua como webwriter com foco em textos para o Google. Autor na internet desde 2011, passou pelos portais TeleSéries e Box de Séries. Fã de carteirinha de Friends, ER e One Tree Hill, é aficionado pelo mundo dos seriados. Também é fã de procedurais, sabendo tudo sobre o universo das séries Chicago, Grey's Anatomy, e séries de sucesso como La Casa de Papel e Lucifer. Também é fã da DC Comics, e acompanha produções inspiradas em personagens da editora, como Titans e até o mais recente produto da editora, Sweet Tooth.