Audiência – Análise de 21/09 a 27/09: Emmy, Grey’s Anatomy, This Is Us e muito mais

Audiência, Análise da Audiência, TV Aberta, This Is Us, The Masked Singer, Emmy

O grande retorno que não tem nada de grande (além do Emmy)

Não serei alarmista, muito menos sensacionalista no que se refere ao nosso futuro. Contudo, esses não são tempos normais. Infelizmente não me refiro apenas ao provável impeachment de Trump ou ao desgoverno brasileiro. Ken Burns não daria conta de documentar tantas reviravoltas. Mas sim ao futuro da televisão linear (e do Emmy) que nos trás semanalmente nesta coluna.

Por isso decidi que seria interessante voltarmos ao básico e cobrir apenas a televisão aberta nesta semana de retorno. Na próxima semana teremos os números internacionais, o acumulado e a TV a Cabo. Desta vez vamos focar nos números ao vivo e o entender o porquê eles ainda importam e se é que eles ainda importam, não é mesmo? Vamos em frente.

Então, te convido para ler e lembro que estou esperando seu comentário. Afinal, é a única forma de continuarmos melhorando sempre.

ABC

Imagem: Divulgação

No domingo (22), tivemos a última noite do bloco de game showsCelebrity Family Feud caiu 0.2 para 0.6, enquanto The $100,000 Pyramid (0.5) e To Tell The Truth (0.4) caíram 0.1, respectivamente. Na noite seguinte (23), e aí temos a abertura oficial da Fall SeasonDancing with the Stars caiu 0.2 em comparação com a semana passada para medianos 0.8 no demo, ao mesmo tempo que The Good Doctor voltou para sua terceira temporada com 1.0, uma queda de 0.3, mas ainda sum números bastante sólidos.

Na terça-feira (24), The Conners retornou com 1.3, uma queda enorme de 0.5 em relação aos bons 1.8 que a série fez no seu Series PremiereBless This Mess também caiu em comparação com a sua estreia, mas ficou ainda sim com modestos 0.8. Em seguida, mixed-ish começou com 0.9, mesmos números da sua série mãe, black-ish, exibida em seguida. Fechando a noite, Emergence fez 0.8 no seu lançamento, uma queda de 0.2 do que The Rookie fez em 2018. Na quarta-feira (25), a Season Premiere de The Goldbergs despencou 0.4 do retorno em 2018 para ainda bons 1.0 agora.

Schooled, por sua vez, despencou 0.5 do que fizera na sua Series Premiere para 0.8. Em seguida, Modern Family afundou 0.5 do que fizera no seu retorno do ano passado para 1.0. Em seguida, Single Parents também despencou e marcou 0.6 (-0.7). Stumptown fechou a noite com medonhos, fracos e miúdos 0.7 no demo, apesar da enorme campanha de marketing que a ABC elaborou em torno do drama. Na quinta-feira (26), Grey’s Anatomy caiu 0.4 para 1.5 no demo, o que é bastante respeitável em ambientes como estes.

Em seguida, A Million Little Things ficou bastante estável com 1.0, o que é ótimo. Mais tarde, How To Get Away continuou definhando com 0.6 no demo (-0.2). Na sexta-feira (27), por fim, American Houswife despencou 0.5 para 0.7, o que para uma noite de sexta é excelente. Em seguida, Fresh Off The Boat já começa preocupando com 0.5 no demo.

NBC

Imagem: Divulgação

No domingo (22), o Sunday Night Football registrou 6.1, uma subida de 0.3 do que fizera na semana anterior. Na segunda-feira (23), a temporada começou de forma bastante mediana para emissora. The Voice registrou 1.7 no demo, uma queda de 0.3 em comparação com o ano anterior. Em seguida, Bluff City Law estreou com 0.8, uma queda impressionante de 1.4 do que Manifest fez ao estrear em 2018. Sendo assim, e com uma avaliação medonha da crítica, o drama jurídico se tornou o pior drama a estrear após o reality show musical desde quando a NBC deu início a estratégia.

Na noite seguinte (24), The Voice despencou 0.7 dos 2.2 da temporada anterior para ainda bons 1.5 no demo. Em seguida, This Is Us retornou com 1.8, uma queda forte de 1.2 dos 3.0 que registrara em 2018. New Amsterdam continuou bem, apesar de uma forte queda de 0.7, com 1.1 no demo. Na quarta-feira (25), tudo tranquilo na nação Dick Wolf. Chicago Med caiu apenas 0.2 para 1.0; Chicago Fire também caiu 0.2 para 1.1 e Chicago P.D. ficou praticamente estável ao perder apenas 0.1 para 1.1.

Encerrando os destaques da semana, Superstore caiu 0.1 para 0.8, mas Perfect Harmony estreou com sofridos 0.5 no demo. Em seguida, The Good Place caiu 0.3 para 0.7, enquanto Sunnyside estreou com medonhos 0.4. Encerrando a noite, Law & Order: SVU caiu 0.4 do retorno de 2018 para 0.7 desta vez.

FOX

Imagem: Divulgação

O Emmy Awards, que vale lembrar é exibido em emissoras diferentes a cada ano, fez 1.7 no demográfico alvo. Números respeitáveis se você considerar o restante da programação. Contudo, se colocarmos em perspectiva com o restante das premiações, é uma queda bastante séria. A premiação despencou 0.7 do que fizera em 2018, colocando por terra o argumento da popularidade haja vista que ano passado não tínhamos Game of Thrones, enquanto desta vez nós tínhamos a série concorrendo pela sua última temporada. É preciso muita calma e uma dose extra de criatividade para recuperar o fôlego (e a relevância) desses programas. Eu confesso que adoro assistir (o que não surpreende meu editor nem um pouco), mas é preciso de uma reinvenção.

Na segunda-feira (23), a FOX nadou em águas tranquilas. 9-1-1 voltou com 1.6, que de forma surpreendente são os mesmos que a série fez em 2018. Em seguida, um dos melhores dramas desta safra, Prodigal Son estreou com 1.0, praticamente estável com The Resident (1.1). Na terça-feira (24), The Resident fez sua estreia em nova noite com 0.8, uma forte queda de 0.3 do que fizera em 2018. Em seguida, o último ano de Empire começou com 1.0, sem a menor pompa dos 1.9 de 2018. Na quarta-feira (25), o programa do momento, mais conhecido também como The Masked Singer, fez gloriosos, maravilhosos, espetaculares e impressionantes 2.5 no demo.

Na quinta-feira (26), por fim, Thursday Night Football fez 5.6, uma subida gigantesca dos 3.3 que a faixa fez na semana anterior. O que isso mostra? Aparentemente que a CBS não sabia como construir um bom evento em torno da exibição do futebol nas quintas-feiras.

CBS

Imagem: Divulgação

No domingo (22), Big Brother fez bonito contra o Emmy Awards com 1.3 no demográfico alvo. Na noite seguinte (23), a emissora mostrou que deverá enfrentar alguns problemas neste ano. The Neighborhood caiu 0.4 para ainda bons 0.9 no demo, em seguida Bob ❤️Abishola fez 0.9, uma pequena queda dos 1.0 que Happy Together fez em 2018. Em seguida, All Rise estreou com miseráveis 0.7, longe dos 1.2 que Magnum P.I. fez na sua estreia em 2018. Encerrando a noite, Bull fez 0.7, uma queda de 0.2 do que a série fez no mesmo horário em 2018.

Na terça-feira (24), tudo aparentemente tranquilo. NCIS retornou com ótimos 1.3 no demo, uma queda de apenas 0.1 do que a série fez ao retornar em 2018. FBI, contudo, mostrou-se instável ao cair 0.4 do que fizera em 2018, entregando ainda bons 0.9. Encerrando a noite, NCIS: New Orleans caiu 0.3 do que fizera em 2018 para 0.7 no demo. Na noite seguinte (25), a Season Premiere de Survivor caiu 0.4 para 1.3 no demo, enquanto a Season Finale de Big Brother registrou 1.2, uma queda bem forte de 0.5 dos 1.7 de 2018.

Na quinta-feira (25), Young Sheldon afundou de forma impressionante sem a presença de The Big Bang Theory como seu lead-in. A série fez 1.1, uma queda bastante forte dos 1.6 que registrou na sua Season Premiere de 2018. Em seguida, The Unicorn fez 0.8, uma retenção bastante respeitável do seu lead-in. Em seguida, Mom caiu 0.5 do que fizera em 2018 para 0.8. Mais tarde, Carol’s Second Act não começou bem com 0.7. Encerrando a noite, Evil estreou com 0.6, praticamente estável com o que SWAT fizera em 2018 (0.7).

Por fim, Hawaii Five-0 caiu 0.2 do que apresentara em 2018 para 0.7, embora esteja em horários trocados. Em seguida, Magnum P.I. fez bem na estreia da sexta-feira com 0.6 no demo. Encerrando a noite, e a semana, Blue Bloods registrou 0.6, que mesmo sendo uma queda notável de 0.3 em comparação com 2018, mas ainda sim manteve seus ótimos em público total.

CW

Imagem: Divulgação

Até meados de outubro, vale lembrar, o canal continua no modo de férias e Summer Season.

Obs: A tradicional Análise Especial da Semana permanece em hiato até a próxima semana

Avatar

Bernardo Vieira

Catarinense e estudante de direito. Escrevo sobre entretenimento desde 2010, mas comecei com política internacional depois da campanha americana de 2016. Adoro uma premiação e um debate político, mas sempre estou lendo ou assistindo algo interessante. Quer saber mais? Me pague um café e vamos conversar.

No comments

Add yours