Audiência – Análise de 08/02 a 14/02: Oscar 2020, Homeland, The Resident, For Life e muito mais

Oscar 2020, Análise, Análise da Audiência, Homeland, For Life, The Resident

Na semana do Oscar 2020, temos uma análise super especial dos números (medonhos) da premiação. Mesmo com a vitória comemorada e surpreendente de Parasita combinada com a nomeação de diversos filmes populares, a situação não é boa. Além disso, o esperado retorno de Homeland que não demonstrou a mesma força do passado. Também analisamos a forte queda experimentada por The Resident nesta semana, assim como a boa e saudável estreia de For Life na temida faixa das 22h, da ABC. Será que o canal vai finalmente encontrar um sucesso?

Então, te convido para ler e lembro que estou esperando seu comentário. Afinal, é a única forma de continuarmos melhorando sempre!

ABC

ABC, Audiência

Imagem: Divulgação

Continua após a publicidade

The Bachelor mostrou quem manda na segunda-feira e subiu 0.3 para ótimos 1.8 no demo. A recém renovada The Good Doctor retornou de uma semana de folga em alta. A série subiu 0.1 para 0.9. Um episódio ao vivo de The Conners para todo o país fez a audiência da comédia crescer. Registrou-se uma subida de 0.2 para 1.1 no demo. Em seguida, Bless This Mess (0.7) e black-ish (0.6) subiram em relação a semana anterior.

Apenas mixed-ish (0.6) ficou estável. Mais tarde, a estreia de For Life surpreendeu. O drama fez modestos 0.7 no demo, mas muito superiores aos números medonhos registrados por Emergence no horário. Na noite seguinte (12), The Goldbergs retornou de uma semana de folga com uma queda de 0.1 para 0.8, mas Schooled segurou-se em 0.7.

Mais tarde, Modern Family voltou de uma pausa de três semanas com uma alta de 0.1 para 0.9, assim como Single Parents, que subiu 0.1 para 0.6. Encerrando a noite, Stumptown ficou estável com 0.4. Station 19 ficou estável com 0.9 na quinta-feira (13), enquanto Grey’s Anatomy (1.0) e A Million Little Things caíram 0.1, respectivamente.

NBC

NBC, Audiência

Imagem: Divulgação

Com uma abertura deliciosa fazendo graça com o debate dos Democratas em New Hampshire da última sexta-feira (07), o Saturday Night Livre registrou 1.9 no demográfico alvo (18-49 anos). RuPaul foi o apresentador, enquanto Justin Bieber foi o cantor convidado. Na segunda-feira (10), America’s Got Talent: The Champions caiu 0.1 para 1.0, mesmo movimento feito por Manifest (0.6).

Na terça-feira (11), Ellen’s Game of Games ficou estável em relação a semana anterior com 1.0. This Is Us segurou bem nos sólidos 1.4, mas New Amsterdam perdeu fôlego para 0.6. Em seguida (12), Chicago Med (1.1) e Chicago Fire (1.1) ficaram estáveis, enquanto Chicago P.D. caiu 0.1 para 1.0. No bloco de comédias da quinta-feira (13), Superstore fez 0.6 (-0.1), Brooklyn Nine-Nine fechou com estáveis 0.5; enquanto Will & Grace (0.4) e Indebted (0.3) perderam 0.1. Mais tarde, SVU subiu 0.1 para 0.7.

Por fim, na sexta-feira (14), Lincoln Rhyme ficou estável com 0.4, ao mesmo tempo que Dateline também ficou estacionado nos 0.6 no demo.

FOX

FOX (logo), Audiência

Imagem: Divulgação

Depois de um pulo na semana anterior, em virtude de uma boa promoção durante o Super Bowl, 9-1-1: Lone Star voltou ao seu patamar original. A série despencou incríveis 0.3 para 1.0. Mais tarde, Prodigal Son caiu 0.1 para 0.7. The Resident viu uma hemorragia impressionante de audiência nessa semana. A série perdeu fortes 0.4 para uma Series Low medonha de 0.3 no demo. Mais tarde, 24 Hours to Hell & Back caiu 0.2 para 0.6.

The Masked Singer caiu 0.2 para ainda sólidos 1.8 na quarta-feira (12), mas Lego Masters teve uma derrapada mais forte de 0.4 para 1.2. Last Man Standing (0.6), Outmached (0.5) e Deputy (0.5) perderam 0.1, respectivamente, em comparação com seus resultados anteriores. Encerrando a semana, por fim, WWE SmackDown caiu 0.1 para 0.7.

CBS

Audiência, CBS (logo)

Imagem: Divulgação

O único original da noite contra a transmissão do Oscar, 60 Minutes, subiu 0.3 para 0.5 após levar uma pancada na semana anterior contra o Super Bowl. The Neighborhood subiu 0.1 para 0.9, enquanto Bob ❤️ Abishola ficou estável com 0.7 no demo. Números repetidos pelos dramas subsequentes, All Rise Bull, ambos operando em alta em comparação com a semana anterior.

Na terça-feira (11), o bloco de séries de investigação perdeu fôlego. NCIS (1.0), FBI (0.8) e FBI: Most Wanted (0.6) caíram 0.1 em comparação com suas semanas anteriores. A estreia da nova temporada de Survivor fez 1.3 no demo, o que é estável com a Fall Premiere de 2019, mas 0.3 aquém da Midseason Premiere do ano passado. Em seguida, Criminal Minds fez 0.6, uma estabilidade com a semana passada.

Young Sheldon ficou estável com 1.0 na quinta-feira (13), enquanto todo o restante subiu 0.1: The Unicorn (0.8), Mom (0.8), Carol’s Second Act (0.6). Encerrando a noite, Tommy ficou estável com fraquíssimos 0.4. Na sexta-feira (14), MacGyver Hawaii Five-0 (0.7) ficaram estáveis, assim como Blue Bloods (0.7).

CW

CW (logo), Audiência

Imagem: Divulgação

All American teve uma leve alta na segunda-feira (10) ao subir 0.1 para 0.3. Em seguida, Black Lightning ficou estável com 0.2 no demo. The Flash ficou estável com 0.3, assim como DC’s Legends of Tomorrow com 0.2. Na quarta-feira (12), Riverdale ficou estável com 0.2, enquanto a reprise do piloto de Katy Keene fez medonhos 0.1. Na noite seguinte (13), um original de Katy Keene caiu 0.1 para flácidos 0.1, ao mesmo tempo que Legacies ficou estável com 0.2.

Destaques da TV a Cabo

TV a Cabo (logo)

Imagem: Divulgação (06)

Live P.D. perdeu 0.04 para ainda bons 0.57 na noite de sábado (1º). Say Yes To The Dress ficou estável com 0.14./0.11, uma alta em comparação aos números da semana passada (0.13/0.09). Homeland retornou com tudo no domingo (09). Ou melhor, com quase nada. O drama voltou para seu último ano com uma queda enorme de 0.20 em comparação com a Season Premiere de 2018 (0.33). Ainda na Showtime, o retorno de Kidding fez 0.03 em ambos os episódios, uma escorregada forte dos 0.12 de 2019.

No Starz, a Series Finale de Power subiu 0.10 em comparação com a semana anterior para fortes 0.43. Na HBO, The Outsider subiu 0.06 para 0.22, enquanto Curb Your Enthusiasm perdeu 0.02 para 0.12. Mais tarde, Avenue 5 subiu para 0.09. Na frente não roteirizada, 90 Day Fiancé (ou 90 Dias para Casar em português), perdeu 0.07 para ainda líderes 0.77. Por fim, The Real Housewives of Atlanta fez estáveis 0.62. McMillion$ subiu para 0.11 na segunda-feira (03), enquanto The New Pope caiu para 0.03.

Miracle Workers caiu 0.08 para ainda bons 0.28 na terça-feira (11) para TBS. No OWN, The Haves and Have Nots caiu pouquinha coisa para 0.27, o que não ajudou Cherish the Day a registrar uma alta. O drama fez apenas 0.15 no demo. No USA Network, The Biggest Loser despencou 0.06 para 0.18. Liderando fora da programação esportiva, The Real Housewives of New Jersey oscilou de 0.46 para 0.49. No Comedy Central, Awkwafina Is Nora From Queens subiu para 0.18, mas tanto Party of Five (0.08) e Good Trouble (0.07).

Encerrando a semana na TV a Cabo, The Sinner caiu 0.04 para 0.15, assim como Briarpatch que perdeu 0.02 para 0.07. Na Freeform, grown-ish subiu 0.02 para 0.14, assim como Everything Is Gonna Be Ok que também cresceu para 0.04. Já The Bold Type caiu para 0.04.

Notas do Acúmulo:

Telefe: sem nenhuma surpresa, o canal argentino venceu a disputa pela audiência no primeiro mês de 2020. De acordo com o Kantar Ibope Media, a emissora registrou uma média de 7.1 pontos durante o período, uma superioridade de 2.1 sobre a Eltrece, a segunda colocada, que registrou 5 pontos. Num (distante)  terceiro lugar aparece a El Nueve com 2 pontos, seguida de América, com 1.8 pontos; TV Pública com 0.7 e, por último, a Net TV com minúsculos 0.5. Vale lembrar que tal resultado, embora notório, traz pouquíssimas novidades em relação a dezembro.

Internacionais

TV Internacional

Imagem: Divulgação (06)

Depois de sucessivas quedas no total de telespectadores, a 9ª temporada do The Voice França registrou um crescimento de audiência pela primeira vez neste ano. O reality show foi de 4.68 milhões para 4.96 milhões de telespectadores, um verdadeiro respiro principalmente num momento que a TF1 enfrentava forte competição da France3 com o telefilme L’Archer Noir. Ainda no sábado (08), American Idol Alemanha atraiu 3,48 milhões de pessoas, sofrendo com o retorno espetacular da série Wilsberg, que atraiu fantásticos 7,94 milhões de telespectadores.

Análise Especial da Semana: The 92nd Annual Academy Awards (ou simplesmente Oscar 2020)

The 92nd Annual Academy Awards

Imagem: A.M.P.A.S./ Divulgação

Não quero parecer alarmista. Nem gosto de ler esse tipo de análise. Contudo, a situação não é boa. Para quem acompanha as idas e vindas da indústria, sabe que há um esforço de não só indicar mais negros, mulheres, asiáticos e latinos, mas também nomear filmes mais populares. Exemplo disso foi a ideia medonha de criar uma categoria de ‘Melhor Filme Popular’. Embora a ideia tenha sido deixada de lado e a Academia tenha esnobado (mais uma vez) mulheres da lista de indicados, longa populares foram reconhecidos. CoringaFord v. FerrariEra Uma Vez….em Hollywood1917 e Adoráveis Mulheres foram reconhecidos na seleta lista de ‘Melhor Filme’. Isso significa que a expectativa para este que vos escreve era que a audiência iria crescer, afinal essa foi a tendência.

Curiosamente, isso não aconteceu. A audiência total do Oscar foi de pouco mais de 23 milhões de telespectadores, a mais baixa da história. Então qual foi o problema? O que está acontecendo? Acredito que a Academia de Cinema, assim como a da música, televisão e teatro, vivem uma crise de relevância. Num momento que as pessoas comuns, e principalmente o americano médio, começam a perder interesse pela pompa, pelo glamour e pelas celebridades, fica difícil convence-lo de retornar. Já comentei uma outra oportunidade e vou repetir meu ponto: é preciso reverter essa tendência para que o Oscar continue como um evento de massa ao invés de nicho.

Com o passar dos anos, o Super Bowl conseguiu se reinventar. Muitos sequer se importam com o jogo. Isso porque tem o show, tem os anúncios e aquela sensação de participar de um momento que todo país se reúne para celebrar uma tradição. As premiações vem perdendo essa mágica e, infelizmente, não consigo ver ninguém preocupado em reverter essa tendência.

Audiência dos Últimos Oscars

1The 92nd Annual Academy Awards – 5.3 no demográfico alvo (18-49 anos) / 23.5 milhões de telespectadores

2The 91st Annual Academy Awards –  7.7 no demográfico alvo (18-49 anos) / 29.6 milhões de telespectadores

3The 90th Annual Academy Awards – 6.8 no demográfico alvo (18-49 anos) / 26.5 milhões de telespectadores

The 89th Annual Academy Awards – 9.1 no demográfico alvo (18-49 anos) / 32.9 milhões de telespectadores

The 88th Annual Academy Awards – 10.4 no demográfico alvo (18-49 anos) / 34.3 milhões de telespectadores

Avatar

Bernardo Vieira

Catarinense e estudante de direito. Escrevo sobre entretenimento desde 2010, mas comecei com política internacional depois da campanha americana de 2016. Adoro uma premiação e um debate político, mas sempre estou lendo ou assistindo algo interessante. Quer saber mais? Me pague um café e vamos conversar.

2 comments

Add yours

Post a new comment