Chicago Med vai incorporar Coronavírus nas tramas da 6ª temporada?

Chicago Med coronavírus

Coronavírus na série médica da franquia Chicago

Chicago Med retornará para sexta temporada em breve – as gravações estão previstas para serem retomadas em agosto. Mas como a série irá retratar a nova realidade que vivemos?

Continua após as recomendações

Sempre que uma temporada estreia, somos apresentados a um “novo normal”, com modificações que soam naturais para os personagens. Mas desta vez, a ocasião será diferente. A covid-19 mudou a ótima das pessoas viverem e, com isso, os personagens das séries certamente serão impactados.

Uma série médica, como Chicago Med, certamente apresentará esse impacto ainda mais com realismo. Então, o que vem por aí? (via onechicagocenter)

Continua após a publicidade

Coronavírus na série

Para começo de conversa, Illinois teve seus próprios problemas significativos de coronavírus – o que, na realidade, impactou a todos que vivem de verdade em Chicago. O estado apresentava algumas das mais rigorosas restrições de isolamento nos Estados Unidos, e registrou mais de 130.000 casos de coronavírus. O Condado de Cook, que inclui Chicago, estava na Fase 3 do plano de reabertura do estado em 16 de junho.

Portanto, certamente há material para uma história aqui se os escritores optarem por incorporar os eventos atuais em sua linha do tempo. Essa é uma possibilidade, já que a série é regularmente inspirada em casos médicos reais e não há história médica maior no momento do que essa.

Eles também podem optar por manter a trama da série separada do que está acontecendo. Muitas séries de TV não incorporam ou às vezes nem mencionam eventos reais, optando por manter o mundo inteiramente fictício. Ambas as abordagens têm seus prós e contras, então não há resposta certa aqui.

O impacto na trama

O maior problema enfrentado por Chicago Med não é se a série fará um enredo ou episódio inspirado no coronavírus. Mas sim, se a pandemia ou o aumento dos holofotes dos profissionais médicos acabará fazendo com que os produtores mudem a direção do roteiro.

Profissionais médicos, especialmente aqueles que trabalham em um departamento de emergência como o visto em Med, sempre foram respeitados. Mas agora enfatizamos que eles são heróis e ouvimos histórias quase todos os dias dos tremendos sacrifícios que estão fazendo e das boas obras que estão fazendo. Por outro lado, enquanto os médicos e enfermeiras do Med são promovidos como heróis, a última temporada retratou um comportamento pouco profissional destes personagens. Também se concentrou significativamente mais nos problemas pessoais dos personagens do que em seu trabalho propriamente de salvar e mudar vidas.

Os fãs já manifestaram preocupação com a ética médica que vem sendo mostrada na atração e a falta de consequências para o comportamento dos personagens. Cenas como médicos brigando à vista do público e enfermeiras forjando assinaturas precisam ser controladas de qualquer maneira, se os espectadores acreditam que o hospital de Chicago Med é realista.

Mas, especialmente depois de tudo o que aconteceu com o COVID-19, o público quer ver enfermeiros e médicos se comportando dessa maneira? Quem parece distraído por seus relacionamentos quando estão tratando pacientes? Agora, os telespectadores estão mais conscientes do que nunca sobre o que os verdadeiros heróis médicos fazem, fazendo com que as tramas das séries sejam bem diferentes.

Chicago Med terá a chance de brilhar na sexta temporada, e só podemos torcer para isso acontecer. 

E você, o que acha que vem por aí? Deixe nos comentários e, igualmente, continue acompanhando todas as novidades do mundo das séries aqui no Mix de Séries.

  • Além disso, siga nossas Redes Sociais (InstagramTwitter, Facebook).
  • Baixe também nosso App Mix de Séries para Android no Google Play (Download aqui) e fique por dentro de todas as matérias do nosso site.

Nenhum comentário

Adicione o seu