Crítica: 18×02 de NCIS mostrou início da amizade de Gibbs e Duck

Crítica NCIS 18x02

NCIS alcançou 400 episódios

O episódio 400 de NCIS celebrou um incrível marco para a série. E de uma forma surpreendente. O episódio, em parte, se passa na década de 1980, mostrando o início de uma amizade que estamos acostumados.

Continua após as recomendações

Em 1980, vemos o caso de um contador da marinha morto em um acidente de trânsito, após um homem que dirigia na faixa errada da pista colidir com ele. Conforme o legista analisa o corpo, é confirmado que o homem, na realidade, havia sido esfaqueado horas antes do acidente. Trancado dentro do porta malas do falecido, a polícia descobre o fuzileiro Leroy Jethro Gibbs.

De volta a dezembro de 2019, mais um dia de trabalho se inicia no QG. O atual caso deles os espera nos porões da agência. O falecido carregava falsas credenciais do NCIS, além de ter todas suas digitais queimadas, impossibilitando o reconhecimento.

Continua após a publicidade

Mas através do DNA, descobrem que o falecido é Maurice Zucado, alguém que vem de uma longa linhagem de criminosos, com quem Gibbs e Duck cruzaram no passado.

Gibbs e Duck

De volta a 1980, Gibbs é interrogado após ser encontrado no porta malas do falecido, cujo nome verdadeiro era Rinaldi Zucado. Logo em seguida chega Duck, o motorista responsável pelo acidente que salvou Gibbs. E é aí que uma das amizades mais sinceras e bonitas de NCIS se inicia.

Conforme o caso avança, Jethro mergulha em lembranças antigas de seu passado, como o início de sua amizade com Dr. Mallard e o primeiro “caso” em que trabalharam juntos, envolvendo justamente a família Zucado.

Imagem: Divulgação.

Rancor

Leon está curioso para saber o porquê Gibbs anda tão agitado e Duck, surpreendentemente, tão calado. De volta ao presente, Duck demonstra preocupação com seu velho amigo, de que ele possa estar sendo tomado por um rancor de 40 anos atrás guardado dentro de si.

Com o desenrolar da conversa, Duck percebe que isso vai muito além desse caso e da família Zucato. Na realidade, tem muito haver com Shannon e Kelly, os amores de Gibbs.

Influências

Dentro desse episódio, descobrimos que após um término com Shannon, Duck aconselhou Gibbs a ir atrás do amor de sua vida e lutar por esse relacionamento. Além disso, Gibbs influenciou Dr. Mallard, que havia recém-chegado ao país, sem muitas perspectivas, a dar uma chance à carreira de legista, lhe dizendo que seria uma forma de ajudar os mortos a encontrarem paz.

Após 40 anos, ambos tiveram a satisfação de prender o culpado responsável pelo crime que os uniu, rendendo um prazeroso desfecho à história.

Foi um episódio perfeito para os fãs do NCIS. Com uma atuação impecável de Sean Harmon, que retornou novamente para o papel de um jovem Gibbs, esse episódio nos trouxe momentos nostálgicos. Dessa forma, sendo impecável e nos trazendo as respostas de muitas questões ainda não respondidas.

Parabéns, NCIS, pelo marco de 400 episódios. E que continue revigorante assim, por muito tempo!

E você, o que achou do segundo episódio da décima oitava temporada de NCIS? Deixe nos comentários e continue acompanhando as novidades do Mix de Séries.

  • Além disso, siga nossas Redes Sociais (InstagramTwitter, Facebook).
  • Baixe também nosso App Mix de Séries para Android no Google Play (Download aqui) e fique por dentro de todas as matérias do nosso site.
Nota do episódio10
Crítica do 2º episódio da décima oitava temporada de NCIS, intitulado de "Everything Starts Somewhere", exibido nos Estados Unidos pela CBS.
10

1 comentário

Adicione o seu
  1. NCIS: atriz se despede da série e fãs choram; Confira! - Mix de Séries 13 dezembro, 2020 at 12:00 Responder

    […] Leia também: 18×02 de NCIS mostrou o início da amizade de Gibbs e Duck […]

Post a new comment

Tags CBSNCIS