Crítica: 19×16 de Law and Order SVU apresenta um dilema sem solução

Imagem: NBC/Divulgação

Realmente não era da conta da polícia.

O décimo sexto episódio de Law & Order: SVU mostrou um dilema que me deixou em cima do muro, literalmente. Como discordar de uma médica que tenta salvar uma vida? Principalmente sendo de uma criança? Mas como ficar contra pais que acabaram de perder um filho?

Realmente, nenhuma das duas situações são fáceis. Olivia fez o seu melhor. Não esperava outra coisa. A Tenente, desde o primeiro episódio, mostra que a lei está acima de tudo e que ela vai respeitá-la. Mas bem que eu queria estar naquele telhado. Queria muito pedir, implorar a ela que deixasse aquele coração ir. Como já disse outras vezes, existe a lei e o que é justo.

Entendo que os pais da menina não tinham condições de tomar aquela decisão naquele momento, o luto era grande demais. Mas privar uma outra criança de uma vida normal? Sim, era contra a lei, mas você não tomaria a mesma atitude da dr.ª Franchella, se estivesse em seu lugar?

Continua após a publicidade

Achei que o Peter quis mostrar serviço. Ou, como disse a Olivia, compensar por não estar junto ao pai na hora da morte. Todo aquele circo não era necessário. Uma repreensão, uma conversa, uma tentativa de acordo, teria sido a melhor opção. Afinal, estamos falando de vidas, e ficou provado que a doutora não fazia aquilo por dinheiro.

Emocionante, dramático e real!

Dare foi um daqueles episódios que ao final você está aos prantos. Como não se emocionar com a luta daquele pequeno de Buffalo? Como não sentir a dor da perdas daqueles pais? Como não enxergar que a medicina ainda perde muito com leis que, muitas vezes, deixam médicos de mãos atadas?

Mais uma vez, nossa veterana mostrou que está antenada no mundo ao seu redor. Só uma série com tamanha experiência, consegue fazer uma 19ª temporada tão emocionante.

E vocês? O que estão achando? Deem uma olhada na promo do 17º episódio e deixem sua opinião. Até semana que vem, povo!

Avatar

LaryCarvalho

Mãe de 3 princesas, de 2 anjos de 4 patas e esposa dum homão da porra! Mantenho a mente sã legendando e assistindo série. Sempre tento ver as coisas pelo lado bom e espero sempre o melhor dos outros. Brasileira, mineira e feliz, Uai!

2 comments

Add yours
  1. Avatar
    Andrea Santos 20 março, 2018 at 04:13 Responder

    Não concordo que não era da alçada da polícia. Acredito que era necessário parar aquela médica pq os limites dela em relação “ao bem maior” podiam desconhecer limites. O que demoraria até ela talvez começar a achar que uma criança q tivesse sequelas cerebrais ao invés de morte cerebral valeria menos do que seus orgãos saudáveis que garantiriam uma vida normal e funcional para várias crianças? Médicos têm síndrome de deuses em sua maioria, e se começam a achar que podem contornar as leis estabelecidas, mesmo que seja por “um bem maior”, eu confesso que tenho medo de onde podem chegar. Enfim, o episódio em si foi ótimo, especialmente porque Olívia não me decepcionou em ser coerente com aquilo que sempre defendeu e não permitiu que aquela helicóptero decolasse. É bonito ver uma série de 19 temporadas ainda fazer episódios que importam como esse.

    • Avatar
      Vanessa Sales 1 maio, 2018 at 08:24 Responder

      Concordo com tudo que você disse! <3 Eu não duvidaria se descobrissem que muitas vezes ela "adiantava" a morte dos pacientes,para conseguir os órgãos.

Post a new comment