Crítica: 3×12 de Blindspot explora drama familiar e tem um dos melhores episódios da temporada

Imagem: NBC/Divulgação

O drama de Jane e sua filha cresce.

Two Legendary Chum apresentou varias historias acontecendo ao mesmo tempo e que no final se tornaram uma coisa só, Hank Crawford. O grande vilão da terceira temporada aos poucos começa a ganhar mais espaço.

Tudo começa com uma pista enviada por Roman e que volta a conectar as novas tatuagens de Jane. A pista leva Kurt a procurar seu antigo parceiro de trabalho e, assim, descobrimos que o tal grupo anti-governo que Hirst trabalhava está sendo investigado pela segurança nacional, e Kurt acabou entrando em uma furada. Apesar dos problemas do passado, ele e seu antigo parceiro souberam trabalhar para impedir o ataque.

Continua após a publicidade

Em um segundo momento, tivemos a continuação do drama familiar Jane/Avery/Kurt. A garota foi manipulada pelo tio e não confia na mãe e nem em ninguém do FBI. Teve um pai e uma mãe, não quer resgatar laços com sua mãe biologia, mesmo Jane tentando! Todo interrogatório, polígrafo e diálogos dramáticos serviram para ligar os pontos. Avery mesmo sendo usada na verdade só queria vingança, pegando o responsável pela morte de seu pai, Hank! Esse cara está em todos os lugares. Incrível como em Blindspot tudo precisa estar conectado.

E por ultimo, Hirst voltou a dar as caras. Depois de todos os crimes, ela está mantida em poder da CIA em local desconhecido, até mesmo de Hank. A sequência dela com Zapata foi forte, principalmente no momento do soro da verdade. Zapata conseguiu o que precisava e ganhou um alerta: não ficar no radar de Hank. Mas talvez seja tarde demais, não é mesmo?

Zapata mostrou o quanto é influente dentro da CIA e como são seus novos métodos de trabalho. Acredito que a sua trama comece a ganhar forma agora. Por algum motivo Hank é muito importante não só para Roman quanto para a CIA. Vale qualquer coisa para prender esse sujeito?

Sobre Kurt correr perigo… Sabemos que isso tudo aconteceu para Jane acordar e perceber que a briga deles não faz mais sentido e que os dois devem ficar juntos. E com Avery se aliando ao FBI, parece que o drama familiar está terminando, graças a Deus!

Hank Crawford começa a ganhar espaço na trama e promete ser um bom antagonista.

Roman realmente é muito inteligente. Ele conseguiu fazer parecer que Vic estava traindo Hank e trabalhando para o FBI. Vic está morto e Roman pode respirar aliviado, sendo o novo braço direito de Crawford. Sua primeira grande missão foi a ultima bomba do episódio. Hank é frio e impiedoso, mostrou que se for preciso ele suja as próprias mãos para resolver um problema. Parece que a trama de Roman está ficando interessante!

Blindspot entregou um dos melhores episódios da temporada revelando que a trama principal tem força e que começa a ser desvendada.

No final das contas, parece que Avery sabe que pode confiar em sua mãe e no FBI. Jane e Kurt finalmente se acertaram e estão unidos para enfrentar seu inimigo. Zapata parece que ganhará mais peso na trama. Seu trabalho na CIA ainda é um mistério. E Roman tem a difícil missão de matar toda equipe do FBI de Nova York, o que inclui sua irmã. Será interessante ver como tudo irá acontecer.

Lembrando que a série retorna com novos episódios dia 02 de março. Até o próximo episódio!

Tags Blindspot
Yuri Alves

Yuri Alves

Bacharel em Direito, fascinado pelo universo dos heróis e um viciado por séries e filmes. Um escritor a procura do meu espaço. Amante dos livros e da boa música. Adoro realitys. A série da minha vida , The OC. No Mix, sou responsável pelos textos de algumas séries como, Blindspot , Ozark, La Casa de Papel entre outras. Quando não estou no cinema ou maratonando uma série estou me aventurando na cozinha.

No comments

Add yours