Crítica: 3×15 de Legends mantém qualidade e traz boas surpresas…

Imagem: CW/Divulgação

Continua após as recomendações

Nunca imaginei que um dia chegaria a este ponto, mas, caramba, que episódio foi esse? Legends of Tomorrow tem provado ser a melhor aposta desse ano pra DC. O plot dos totens tem rendido uma aceitação incrível e este episódio vem fechar todas as dúvidas.

Continua após a publicidade

Mallus está cada vez mais próximo assim como Constantine. Damien Darhk não é o foco, como muitos imaginamos, e está aqui apenas como um meio de chegarmos a Mallus. Tudo se encaixando para um final surpreendente e com boas notícias para uma provável quarta temporada.

Será impossível retratar o episódio e não mencionar Sara. Desde sua mudança à atual série temos um ponto em aberto sobre seu passado. Ela volta dos mortos mas essa obscuridade ainda a persegue. O que não enxergamos é que sua mudança trouxe luz. Primeiro metaforicamente temos a transformação de canários. Sua presença como Canário Branco mudou completamente a vida de Sara Lance. Sempre demos valor à personagem e isso a fez ascender muito dentro da série. Quem melhor para ter o título de capitã?? Mas foi nas sutilezas e ironias que ela ganhou nossos corações.

Imagem: CW/Divulgação

“Há uma razão pra eu preferir ficar sozinho. Assim não preciso compartilhar com ninguém o quão perdido eu sou!!”

Por meio de toda luta interna, pudemos analisar outros personagens que possuem pendências. Zari com a história do irmão. Nate e a morte de seu avô. Wally e seu término com Jesse – aliás seria incrível ter ela por aqui. Enfim, muitos dilemas e ainda poucas soluções. Mas isso transparece um pouco da realidade. Dos demônios do passado que todos carregamos. E como Constantine bem pontuou na frase acima, nos perdemos dentro de nós mesmos…

A dosagem cômica do episódio foi bem feita, como já venho falando há um tempo. Claro que essa semana deixamos um espaço maior para a tensão e o drama. Mas a tríade Gary, Ava e Constantine formaram um excelente alívio. Fiquei até surpreso com aquele beijo entre o agente e o exorcista. Essa é uma boa deixa para a tão esperada entrada de Constantine no time no próximo ano. Espero que as apostas estejam corretas e ele possa, finalmente, ter seu lugar fixo dentro do Arrowverse.

Esse poderia ser muito bem um episódio introdutório da grande final, mas ainda temos assuntos pendentes. É isso que nos aguarda na próxima semana. O mistério de Ava pode ser finalmente revelado em um episódio onde o mundo gira ao seu redor, literalmente. Com isso a evolução do arco nos trará mais dos totens, da real união entre todos e o grande final que nos aguarda a batalha. Espero não me decepcionar com este desfecho e que possa vir cheio de surpresas.

Aguardo vocês na próxima semana e não deixem de acompanhar o site para mais notícias e reviews das suas séries preferidas. Até lá…

Time Notes:

Mick dominando o totem de fogo era tudo que eu pedi desde a aparição dele nos últimos episódios.

Nenhum comentário

Adicione o seu