Crítica: 4×05 de The Resident teve tragédia com Nic e hospital

Crítica The Resident 4x05

Um episódio bem tenso em The Resident

Os 42 minutos mais eletrizantes de The Resident. O quinto episódio da quarta temporada fez o coração de qualquer fã bater muito rápido. E tanta coisa aconteceu – mas tanta coisa – que pareceu que vimos 3 episódios juntos.

Continua após as recomendações

Intitulado “Home Before Dark“, a história começou com o prédio do Chestain sendo esvaziado. Isso mesmo, a Red Rock vendeu o prédio do Chastain e já deu uma ordem de despejo. Assim, os pacientes foram para outros hospitais, e alguns últimos ainda estavam lá.

Então, nos seus últimos dias, nossos médicos fazem um último esforço, antes de se despedirem do local. Mas Conrad ainda tenta um último esforço com seu pai para salvar o lugar.

Continua após a publicidade

Mas, neste meio tempo, uma tragédia acontece.

Nic foi ferida

A gravidez de Nic e Conrad estava indo às mil maravilhas. O bebê estava saudável e tudo saia como os conformes. Mas um rapaz desequilibrado – e viciado – chegou ao Chastain exigindo atendimento, mas, como o prédio estava desativado, não conseguiu o que queria.

Enquanto ele encontra Mina e Nic, a Dra. Okafor tenta ajudá-lo, mas, em vez disso, ele a ataca. Nic, prontamente, foi defende-la e então ela é esfaqueada.

Meu coração gelou nesse momento e acredito que de todos os fãs também. Como o hospital já estava desativado, uma verdadeira corrida contra o tempo começou.

Mas o pior de tudo é que Nic tinha um problema no sangue que acabou agravando seu quadro, e isso dificultou o tratamento. Por pouco, nós a perdemos. Mas, com a ajuda de todo o time, ela acabou sendo salva – e isso nos aliviou.

Nic merece toda a felicidade do mundo e, ao final, ao checar os batimentos cardíacos do bebê, ela caiu no choro ao saber que estava tudo bem com ele, mesmo depois de tudo que ela passou.

Imagem: Divulgação.

O destino do Chastain

O episódio também foi rápido ao resolver o destino do Chastain Park Memorial. O pai de Conrad, na verdade, elucidou a situação ao dizer que o contrato de venda, na verdade, ainda não tinha sido fechado.

E existia uma última esperança: tornar o hospital público. Seria uma jogada arriscada, mas o Dr. Bell e Conrad usaram da influência política para conseguirem esse objetivo.

No fim das contas, conseguiram salvar o hospital, mas com essa reviravolta: agora, ele vai se tornar público. Isso significa que toda pessoa que entrar pela porta do Chastain deverá ser atendida. E acredito que isso trará histórias super interessantes. Afinal, existe uma diferença gritante entre um hospital público e um hospital privado.

Reviravoltas

Para completar, o relacionamento de Mina e AJ teve mais um teste quando ela quase saiu de Atlanta e o convenceu a ir junto dela. Confesso que, de alguma forma, a influencia que Mina exerce sobre AJ me incomoda. Porque é nítido que ele faria tudo por ela. Mas não vejo ela abrindo mão de certas coisas por ele.

Então, gostaria muito que a série abordasse um equilíbrio entre eles. Afinal, esperamos muito tempo para que eles ficassem juntos.

Outro ponto importante no episódio foi a reviravolta envolvendo o Dr. Cain: ele ainda precisa da ajuda de respirador e seu estado está se deteriorando. Mas ele acabou sendo transferido do Chastain para outro hospital, e foi parar num local precário, dividindo leito com mais pessoas.

É aquele ditado: a vida cobra! Acho que ele ainda vai passar “o pão que o diabo amassou”, se ele for mesmo se recuperar, para então poder voltar à ativa. Mas acho difícil isso acontecer. Acredito que o personagem deverá ser descartado em breve, embora, ele tenha sido promovido a regular no elenco.

O que será que está reservado para ele?

E então, o que você achou desse episódio? Deixe nos comentários e, igualmente, continue acompanhando as novidades do Mix de Séries.

  • Além disso, siga nossas Redes Sociais (InstagramTwitter, Facebook).
  • Baixe também nosso App Mix de Séries para Android no Google Play (Download aqui) e fique por dentro de todas as matérias do nosso site.