Crítica: 4×14/15 de Young Sheldon coloca Sheldon em prova

Crítica Young Sheldon 4x14

Os episódios 14 e 15 da quarta temporada de Young Sheldon colocaram nosso jovem cientista em duas situações um tanto quanto desconfortáveis.

Continua após publicidade

Sheldon em cheque

Depois de anos cuidando da contabilidade da família Cooper, a receita dos EUA questionou o “trabalho” de Sheldon.

Continua após a publicidade

Como não poderia ser diferente, Sheldon não parou até que conseguisse provar que estava certo. E graças a essa insistência, tivemos mais um daqueles momentos bizarramente geniais que Young Sheldon nos proporciona. O embate entre Sheldon e o agente da receita, como se fosse uma partida de xadrez, foi uma grande sacada.

Continua após publicidade

Um outro ponto interessante dessa história foi que tivemos mais um momento do relacionamento entre Sheldon e seu pai. Já falei disso em várias reviews, mas é sempre bom lembrar que em algum momento no futuro George essa relação vai ser bem complicada. Mas, enquanto isso não acontece, é sempre bom ver os dois se aproximando.

A questão ética

Se no episódio 14, Sheldon teve que provar que estava fazendo o certo, no 15 ele se sentiu muito culpado por ter seguido um caminho diferente.

Continua após publicidade

Ao longo dessas quatro temporadas, tem sido muito raro vermos Sheldon tomar decisões que vão contra ao que é certo. Mesmo quando quer muito algo, ele dificilmente decide fazer o que não deveria. Por isso, foi bem interessante o episódio abordar esse tema.

Muitas vezes, por causa do seu jeito irritante, muitos deixam de lado o fato dele ser apenas uma criança. E é bastante legal quando a série mostra o personagem tendo comportamentos e reações compatíveis com sua idade. Ele chorando em desespero falando com o técnico em informática foi um dos momentos que mais me deram vontade de abraçar o personagem na série. Apesar de ser um gênio, ele é apenas uma criança.

Imagem: Divulgação.

Brenda, Billy e questão do divórcio

Como sempre falo nas reviews, a série tem conseguido incluir temas importantes no cotidiano da série de uma forma bem legal.

O tema do divórcio, que já havia aparecido com Page, voltou a aparecer com Brenda e Billy. E a série acertou ao tratar o tema num tom um pouco mais dramático do que eles trataram com Page. Principalmente no impacto que isso teve para Billy. Todos os closes focados no rosto do garoto mostraram uma carga emocional que foi aumentando ao longo do episódio, até que chegou o momento em que ele quase chorou.

Ainda sobre a questão do divórcio, tivemos uma maior aproximação entre Brenda e Mary. E na conversa das duas dá para perceber que a preocupação de Mary em relação ao seu casamento vem aumentando. A temporada mostrou vários momentos em que a relação de Mary e George foi questionada pelos personagens.

É mais um tópico que deve ir ganhando força conforme a série vai avançando.

Missy cada vez mais genial

Missy tentando enganar Mary com os palavrões camuflados foi algo genial. A habilidade de Raegan Revord interpretando é algo impressionante. É um show de atuação toda semana.

Para encerrar essa review, não tinha como não falar de mais um grande momento envolvendo Missy e Georgie juntos. A relação dos dois cresceu ao longo das temporadas, e sempre que entram em cena eles proporcionam momentos bem divertidos.

Continue acompanhando as reviews e notícias da série aqui no Mix de Séries.

E então, o que você achou dos episódios?  Deixe nos comentários e, igualmente, continue acompanhando as novidades do Mix de Séries.