5×14 de Riverdale traz Halloween fora de época | Review

Imagem: CW/Divulgação

Por mais que o tema central do episódio de Riverdale não tenha sido esse, podemos dizer que os traumas e medos se fizeram presentes. Ainda estou tentando interpretar a dinâmica do episódio, contudo, posso dizer que compreendi as razões. Acredito que essa divisão de três plots principais foi crucial para endireitar a série, ainda que tenha ficado um pouco solto.

Continua após publicidade

Aquela famosa situação onde devemos dar dois passos para trás e depois seguir em diante. Uma pena que Verônica não foi mencionada no episódio, todavia, a história dela é tão real que não precisa dessas explicações bizarras como vimos por aqui!!

Continua após a publicidade

O amadurecimento dos plots em Riverdale!!

Na última semana comentei sobre a abordagem feita pela série com o tema do transtorno de estresse pós-traumático (TEPT). Acho que é um ponto extremamente positivo de ser colocado em evidência. A história de Archie nos últimos sete anos ajuda nesse processo. Ainda que muito do que foi mostrado tenha sido bem lúdico, é bem comum que a doença possa evoluir com certos níveis de alucinações. Contudo, a série preferiu desviar o assunto culpando a mina de Palladium para os sintomas.

Continua após publicidade
Imagem: CW/Divulgação

Será que Dark Betty vem aí?

Nas primeiras temporadas de Riverdale, Betty usava uma peruca para mudar sua personalidade e fazer pequenos truques para expor pessoas pela cidade. Os anos se passaram e agora ela troca a peruca pela serra elétrica. Fiquei bem impressionado com a forma que ela conduziu o interrogatório do possível assassino de sua irmã.

Leia também: 5×13 de Riverdale finalmente estabilizou a série

Principalmente após o flashback com o Trash Bag Killer. Será que a situação com o TBK foi algo completamente de sua cabeça e personalidade assassina? Fica aí uma possibilidade bem macabra de questionamento…

Continua após publicidade
Imagem: CW/Divulgação

Sério que ainda estão investindo em Jughead?

Acho que Riverdale precisa urgente rever seus conceitos perante o personagem. A cada semana que passa eu fico mais perdido dentro de seus plots. Agora eu já entendi que o ideal é passar uma mensagem sobre uso de álcool e drogas. Suas alucinações tem essa vertente relacionada ao abuso de substâncias. Todavia, poderia ter sido feito de tantas formas diferentes. Um personagem que já teve um destaque tão importante nas últimas temporadas resolvendo mistérios. Hoje não passa de alguém que atingiu o fundo do poço e traz tédio aos espectadores.

Sinceramente, não sei nem o que falar…

Antes de tudo, não podemos negar como o episódio foi raso. Mesmo que o intuito tenha sido direcionar os diversos plots que a série apresenta, ainda não teve aquela sensação de continuidade. Eu sei que sempre que falo das promos acabo me enchendo de esperanças para com o próximo capítulo. Dessa vez não será diferente, uma vez que teremos um excelente e merecido retorno para a série. Por fim, deixo vocês com o vídeo abaixo e aguardo aqui para a próxima semana…

REVER GERAL
Nota do Episódio
Mineiro, Escorpiano, 20 Anos, Estudante de Medicina. Direto do Arkham Asylum para o Mix. Eterno fã de Chuck, E.R. e Friends (RIP). Por entre as madrugadas vive a dualidade dos estudos e das séries. No Mix, escreve as reviews de Quantico, The Good Doctor e Legends of Tomorrow.