Crítica: 5×18 de Chicago Med mostrou Crockett desesperado

Critica Chicago Med 5x18

Às vezes, salvar o próximo é salvar a si mesmo em Chicago Med

Este episódio de Chicago Med talvez tenha se prendido bastante nesta simbologia de que, às vezes, salvar o paciente é salvar a si mesmo. Em muitos sentidos.

Os casos clínicos abordados, de alguma forma, precisavam ser uma vitória pessoal para os nossos protagonistas mas, infelizmente, nem todos foram bem sucedidos em suas missões. Enquanto isso, tem médico que insiste em duvidar do diagnóstico de colegas, infringindo regras. Que preguiça…

Vamos ver os destaques deste episódio?

Crockett e o seu desespero em Chicago Med

Acho que um dos casos mais interessantes do episódio foi o atendido por Crockett e Natalie. Primeiro que, no começo do episódio, eu entendi que ele pegou o caso apenas para se aproximar de Natalie. Ele certamente ficou sem graça depois do ocorrido com Choi no hospital, e pela forma como a Dra. Manning o recriminou por ter beijado April. Até aí tudo bem. Todo mundo merece uma segunda chance, e compreendo ele não querer perder vínculos ali. Afinal, é o local de trabalho dele.

Continua após a publicidade

No entanto, à medida que o caso dele foi avançando, houve uma discordância de seu tratamento em relação ao que Natalie queria fazer. O paciente era terminal, e necessitava apenas de uma obstrução intestinal, mas Crockett quis fazer outro método cirúrgico. Acontece que, na verdade, o Dr. Marcel queria testar um estudo no paciente que ele havia pesquisado e Natalie não gostou da história.

Houve uma briga entre eles, claro, mas eu super entendi Crockett. Afinal, sem essas cirurgias testes, não há como a medicina evoluir. O paciente soube, a todo momento, o que estava acontecendo justamente por ele dar uma oportunidade de aperfeiçoar o tratamento e, não salvar o paciente em si, mas salvar o seu filho – que poderia ter a mesma doença do pai.

Por um momento, a cirurgia deu resultado, mas infelizmente apareceram complicações que levaram a vítima a óbito. O caso, porém, atingiu muito Crockett, que acabou recebendo um consolo de Natalie no fim da trama. Houve um desespero por parte do médico, mas não em fazer o procedimento mas sim porque deu errado. Fiquei com pena, e eu gosto do Dr. Marcel, acho ele um dos mais sensatos ali que sempre está tentando fazer tudo correto no meio profissional. Acho que ele precisa ser mais respeitado ali dentro, mas pelo menos esse caso serviu para reaproximar os dois. Eu gosto da dinâmica de Natalie e Crockett e, quem sabe, isso possa evoluir para um romance saudável?

O destino de Maggie e Ben

Outra trama que refletiu um pouco sobre vitórias pessoais foi o caso de Maggie, que atendeu um dos estudantes de Ben. O garotinho tinha uma espécie de cirrose crônica e precisava de atendimento frequente. Mas a mãe o qual adotara não estava dando conta de o levá-lo para os procedimentos necessários. Assim, o menino chegou no Chicago Med em um estado bastante crítico. E, embora Maggie tenha feito de tudo para ajudá-lo, um momento crucial foi quando houve a necessidade de chamar o serviço social para retirar a guarda da mãe atual.

A surpresa veio quando a mãe acabou desistindo da criança, o que impactou muito Ben e Maggie. Eles, que estavam próximos de viajar para a lua de mel, voltaram para o hospital somente para ficar com o garoto. Obviamente, eles deverão pedir guarda da criança, e o mais legal é que tudo soou tão natural. Acho Ben uma ótima adição a trama, principalmente porque ele completa Maggie de uma forma positiva.

Depois de tudo o que ela passou este ano, com o câncer, acho justíssimo essa história para ela. Ficarei na torcida para que a adoção dê certo – se ela for mesmo acontecer.

Dr. Choi reflete suas inseguranças em um caso

Após todo aquele conflito com Marcel, o Dr. Choi acabou tratando de uma paciente junto com April e, infelizmente, ele acabou descontando suas desconfianças no comportamento da mulher que ele foi tratar. Ela, que estava tentando emagrecer, teve um sério problema de saúde – e Choi achou que era por conta da compulsão dela por comida. Mas na verdade, ela foi basicamente envenenada pelo marido, que não queria que ela emagrecesse com medo de ser deixado.

No final, a mulher perdoou o marido e ele ficou inconformado com a história. Mas na verdade, tudo foi um pretexto para ele confrontar April, e saber se ela realmente ama Crockett. Ela hesitou, embora tenha deixado no ar algo que o incomodou. Certamente, essa história ainda está longe do fim.

Will e suas insistências em Chicago Med

Não sei se é somente eu, mas eu estou saturado de Will Halstead. Se eu pudesse, traria o Dr. Rhodes (saudades) de volta e mandava Halstead ir pastar. Se não bastasse todo esse complexo momento que ele está vivendo com Hannah, ainda me veio arrumar problema com o Dr. Charles. Eles discordaram de um tratamento, uma vez que a paciente tinha Alzhimer e não estava respondendo por si. Só que o médico cismou de ouvir os desejos dela delirando, indo contra a vontade do marido. Charles, como sempre sensato, tentou mostrar para Will que designar a escolha para o marido foi um desejo da própria paciente enquanto ela ainda tinha consciência. Mas fazê-lo entender esse processo foi complicado.

O que me incomoda muito em Chicago Med é o fato de que os médicos estão em constante discordância dos métodos e tratamentos. Eles estão sempre brigando por isso e, honestamente, o Chicago Med seria o último hospital que eu gostaria de ser atendido por causa disso.

E você, o que achou deste episódio? Deixe nos comentários. Além disso, siga a TAG de Chicago Med aqui no Mix de Séries e fique sabendo de todas as novidades da série em primeira mão.

Abaixo, o vídeo promocional do episódio 19. Até lá!

 

Nota do episódio9
Crítica do décimo oitavo episódio da quinta temporada de Chicago Med intitulado "In The Name of Love", exibido nos EUA pelo canal NBC.
9
Anderson Narciso

Anderson Narciso

Criador, editor e redator do site Mix de Séries, é apaixonado por séries desde sempre. Fã incondicional de One Tree Hill, ER, Friends, e não perde um episódio da Franquia Chicago.

Post a new comment