Crítica: 8×12 de Chicago PD destacou Voight merecidamente

Crítica Chicago PD 8x12

Episódio caçou assassino em série e focou no mais íntimo de Voight

Pensando em que teremos apenas 16 episódios nessa oitava temporada de Chicago PD, achei que seriam episódios mornos até o último… Eu me enganei! O episódio 12 da oitava temporada matou a saudade daqueles episódios sangue nos olhos, revoltantes. E deu total atenção para os atos de Voight!

Continua após as recomendações

Hoff, um criminoso que acabou de sair da prisão, volta a cometer crimes, mais graves ainda. Ele sequestra e estupra mulheres…

Um sádico, psicopata, que se acha superior a lei e a polícia. Mas o time de Voight levou para o lado pessoal e não descansou até prender Hoff, mesmo que na cabeça de todos ele sair vivo não era uma prioridade.

Continua após a publicidade

Voight entrou na linha

O destaque para Voight neste episódio foi bem intenso. E confesso que achei que ele ia descer a mão no Hoff e comparsa.

Não confiei na vontade de Voight de jogar limpo. Mas nesse caso era mais importante que nunca. Além disso, Hoff havia se safado com as brechas no caso policial. E ele poderia escapar novamente se houvessem novos erros. Voight pensou bem, na hora de prende-lo, não deixou nem a parceira atirar nele. Nem mesmo bateu na cara do bandido.

Um novo Voight se consolida na oitava temporada, depois daquele final tenso da sexta. Esse episódio, “Due process”, é sobre isso. Ou seja, a justiça vai fazer o seu papel.

Imagem: Divulgação.

Além disso, ótima cena de Voight com a parceira que prendeu Hoff na primeira vez, Lisa. Mesmo sob investigação, é claro que ela tinha uma enorme raiva de Hoff. Ele brincou com o trabalho dela, com tudo que ela reuniu de provas.

Eu imaginava que ela apareceria fora do trabalho para matar Hoff. O que nos surpreendeu foi Voight não permitir que ela estragasse sua carreira. Lisa não foi tão forte quanto Voight dessa vez. Mas gostei muito do apoio que ele forneceu a ela, a força, se colocando no lugar dela.

Upstead

Nosso casal deu uma tremida, e sempre vai dar quando o assunto é conduta errada policial. Jay, como já discutimos aqui, é muito certinho. Tanto que acaba sendo um chato supremo.

Hailey não se preocupa em pisar fora da linha e ela coloca muita emoção pessoal em seus casos. Nem preciso dizer que não é só nisso que eles não combinam. Eleita a conversa do casal como o diálogo desconfortável do episódio, torta de climão!

Dessa forma, acredito que essa relação poderá ter estremecidas, diante dos posicionamentos deles no trabalho. Será?

A chefe Sam

Eu gosto muito da Samantha como chefe. Aliás, eu acho que nunca havia visto ninguém elogiar Voight. Talvez porque ele não merecesse também. No entanto, o fato dela ter recomendado Voight buscar a Lisa, mas manter aquilo em segredo foi interessante.

Dessa forma, ela sabe o que deve ser falado e o que não deve, além do que deve ser feito e o que não. Logo, eu acho que a postura dela da uma segurança para Voight trabalhar, enquanto ele manter seu ímpeto acorrentado.

Crítica Chicago PD 8x12

Imagem: Divulgação.

Como vamos progredir para o fim dessa temporada? Qual será o grande acontecimento que marcará a temporada? Aguardemos.

Só sei está valendo a pena e estou gostando muito. E vocês? Também concordam?

Então deixe nos comentários e, igualmente, continue acompanhando as novidades do Mix de Séries.

Nota do episódio10
Crítica do episódio 8x12 de Chicago PD, exibido nos EUA pelo canal NBC.
10
Tags Chicago PD