Crítica: 9×16 de Chicago Fire deu final feliz para Brett e Casey

Critica Chicago Fire 9x16

Mas indicou possível morte no Batalhão…

Chegamos ao final de temporada de Chicago Fire. Com um ano mais curto, a nona temporada da série se encerra com apenas 16 episódios. E podemos dizer que foi uma montanha russa de emoções. Mas no bom sentido.

Continua após publicidade

Com um ano desafiador, a série entregou episódios à altura e encerrou essa temporada com chave de ouro. Além de vermos o destino de Brett e Casey, ainda ficamos com o coração na mão no final.

Continua após a publicidade

Noivado de Severide e Stella vem à tona

O grande momento do episódio, logo no início, foi quando Severide revelou para o 51 que ele e Stella estão noivos. Todos comemoraram, e quase que foi uma benção que ele pediu dos companheiros de trabalho – e amigos. O chefe Bolden foi um dos que mais comemorou.

Continua após publicidade

Ver a trajetória de Severide e Stella foi lindo, e como disse na resenha passada, eles realmente merecem ser felizes. Isso, se o final deste episódio não estragar o planejado.

Chicago Fire 9x16
Imagem: Divulgação

De qualquer forma, também foi muito legal ver Severide pedindo para que Casey seja o padrinho de casamento dele. Essa amizade deles é igualmente bonita e ambos estiveram ao lado um do outro sempre que precisaram.

Continua após publicidade

Se, no início, Casey e Severide se estranhavam – vocês lembram disso? -, hoje, eles são inseparáveis. Aliás, até me dá uma dor no coração pelo fato de que eles não vão morar mais juntos. Pois eu queria que Chicago Fire passasse um episódio focado nesse pós-turno deles, que renderia ótimos momentos.

O final feliz de Brett e Casey

Finalmente! Após duas temporadas inteiras de enrolação, Brett e Casey finalmente aceitaram viver seu amor. Casey, aliás, já tinha escolhido o que queria há um tempo. Brett demorou mais a entender que não poderia ignorar esses sentimentos.

Mas olhando a trajetória do casal, acredito que os produtores pensaram nessa necessidade de trabalhar a ideia no público por um bom tempo, antes de simplesmente jogá-los aos espectadores.

Chicago Fire 9x16
Imagem: Divulgação.

Isso porque Casey vinha de um romance épico com Gaby, que embalou as seis primeiras temporadas. Enquanto Casey se recuperava da separação, ao longo da sétima temporada, na oitava e nona ele estava pronto para outra. Aliás, essa história do Casey serve para reforçar que casamentos não são para sempre – nem mesmo algumas histórias de amor. E, por mais que possamos fantasiar isso, é a realidade.

Além disso, Brett, o tempo todo, respeitou o relacionamento de Casey e Gaby. Inclusive, diante da decisão dela de não seguir com a relação deles, sem antes Casey saber do que ele pensava.

Neste episódio, Brett assumiu que é apaixonada por Casey e eles se permitiram viver o amor que tanto omitiram. E, além de beijo, teve cena quente, com direito a primeira noite de amor deles. Os fãs que torciam por eles piraram… Já os que eram contra, só lamento.

Saída de Boden

Outro ponto interessante é que descobrimos, neste episódio, que Boden poderá se afastar. Ele recebeu uma proposta de virar Comandante Ajunto do Distrito, e isso iria tirá-lo de cena do 51. Ele está apto a aceitar, embora tenha ressalvas. Mas o fato é que, ele saindo, a cadeia de Chicago Fire sobe naturalmente, com Stella encontrando seu lugar como Tenente no Batalhão. Será que é isso mesmo que vai acontecer?

Seria interessante, obviamente, mas não gostaria que Boden se afastasse completamente. A presença dele é fundamental para o funcionamento do 51 e sua ausência seria extremamente sentida.

Momentos de tensão tomou conta do episódio

Essa final rendeu alguns momentos interessantes. Ao mesmo passo que Gallo acreditou que teria um novo envolvimento com Violet, a paramédica deixou clara que não está apta a ser apenas mais uma “peguete” do bombeiro. Então, ela disse que quer manter as coisas “super casual”. Mas Ritter trouxe uma união interessante quando, aos dois, propôs que eles três precisavam abrir um negócio paralelo à profissão de bombeiros deles. Então, quem sabe, veremos algo novo pintando com estes personagens na décima temporada.

Mas os momentos finais foram o que mais deixam os fãs aflitos. Um chamado aquático acabou colocando o Esquadrão debaixo d’agua, e alguns personagens ali são queridinhos do público. Por isso, o episódio acabou com eles em uma situação de alto risco, com um barco afundando, e pouco oxigênio para eles sobreviverem. Além disso, o local da saída que eles poderiam escapar é comprometido.

Agora eis o cenário: acredito que ninguém morrerá neste acidente. Mas, mesmo assim, dá uma aflição. Só que temos uma outra possibilidade, porque o ator Taylor Kinney ainda não assinou contrato para a décima temporada. Então, se os produtores quiserem matar Severide, essa é a hora.

Imagem: Divulgação.

Eu espero realmente que isso não aconteça, porque quero muito ver ele feliz junto de Stella. Só a cara de aflição dela me deu arrepios. Mas televisão é isso… Quando menos se espera, um personagem favorito morre.

Agora, esperamos o retorno da série. Será uma longa espera até setembro. Mas ao menos sabemos que teremos uma décima temporada normal, com bastante episódios, e todas as emoções que gostamos. Até lá!

E então, o que você achou do final de temporada de Chicago Fire? Deixe nos comentários e, igualmente, continue acompanhando as novidades do Mix de Séries.