Crítica: Arrow tem baixa de personagens e revelações em 7×13 “Star City Slayer”

Arrow está voltando ao normal, e isso me assusta um pouco. A trama de Slabside na primeira metade da temporada foi um grande risco que os roteiristas assumiram e que funcionou muito bem na série. Mas do episódio 8 em diante a história tem voltado ao padrão normal. Os recentes episódios parecem soltos dentro da temporada, por mais que sejam um respiro antes do que virá a seguir. A trama precisa voltar a ganhar um foco novamente ou ela irá acabar desvalorizando o que foi construído no começo.

Desde a fuga em Slabside, era esperado o retorno de Stanley na temporada. O mistério das cartas pareciam pertencer ao vilão do episódio anterior, já que este caçava vigilantes, quando na verdade diziam respeito a Stanley como descobrimos neste episódio. Por mais que ele tenha se encaixado bem na trama da prisão, aqui ele mostrou como o personagem parece fora de tom. Mesmo que tenham tentado, o episódio com temática de suspense não valeu o esforço. Felizmente, parece que foi um evento único e Stanley está fora do jogo. De qualquer forma, a trama valeu por encerrar algumas tramas dentro de Arrow assim como trazer novas surpresas para o que está por vir.

Ao menos temos que dar crédito aos roteiristas por estarem ao menos tentando coisas novas em Arrow. Também por sempre ouvirem os fãs, por mais que demorem um pouco para responde-los. Dois personagens que já há algum tempo é motivo de reclamação entre os fãs ganharam seu suposto fim, ou ao menos umas férias, em Arrow. O terror do episódio na verdade foi ver William mais uma vez passando o episódio inteiro de cara fechada e discutindo com Oliver. Pelo menos esse arco parece enfim ter se encerrado agora que seus avós assumiram a tutela dele.

Despedidas

Curtis recebeu uma proposta de emprego em Washington e com isso está saindo da série. Meu descontentamento com o personagem existe desde que ele apareceu lá na temporada 4. Criado para ser uma versão masculina da Felicity, não fazia sentido que a série tivesse dois personagens fazendo a mesma função. Por mais que tenham tornado ele num herói dentro do team Arrow, foram raros os momentos em que ele se saiu bem em um episódio. Só achei estranho sua súbita saída, algo meio anticlimático. O personagem não conseguiu se despedir do grupo, talvez para deixar sua saída em aberto para uma futura participação.

Dinah continua sendo a personagem mais forte, depois de Oliver, em Arrow ultimamente. O ataque que sofreu deixará uma marca permanente, mas torcemos para que não afete seus poderes. Através dela tivemos um pequeno crossover com The Flash com a participação do Capitão David Singh. Essas pequenas conexões são um diferencial divertido dentro do Arrowverso e que poderiam conhecer com mais frequência.

Mia Smoak

A dupla revelação ao final do episódio foi o que trouxe importância ao episódio. A trama dos flashfowards continua sendo tão boa quanto os flashbacks já foram um dia em Arrow. As descobertas que temos acompanhado aos poucos é o que a mantém interessante. E ao mesmo tempo que descobrimos que Felicity está grávida no presente, vemos Maya revelando sua verdadeira identidade: Mia Smoak. O curioso é a escolha de Felicity dar seu sobrenome a filha, e não o de Oliver. Oliver e Felicity terem uma filha é uma adição muito boa para a trama dos flashfowards, mas não acredito que funcionará bem no presente. Olicity sempre foi um ponto muito delicado na série e espero que saibam dar os passos certos nesse novo caminho.

Como o episódio anterior foi um especial, era de se imaginar que esse não estaria a altura. Não foi ruim, mas foi ok. Agora com algumas semanas em hiatos, Arrow precisa voltar cheio de adrenalina e focado no que realmente importa: heróis vs vilões. É hora de Dante dar as caras, ou seja lá quem for o vilão central da temporada. Assim como é hora do team Arrow se reunir e enfrentar os problemas que cercam Star City. A trama precisa andar e Arrow crescer com isso.

Imagem: The CW/Divulgação

CURIOSIDADES:

– Perceberam como estão recriando uma nova geração do elenco original de Arrow nos flashfowards? William seria o novo Oliver, Connor Hawke o novo Diggle e Mia a nova Felicity. Claro que com suas próprias personalidades. Zoe seria uma das Canários, tanto Sara, quanto Laurel ou Dinah.

– Stanley Dover em Arrow é uma versão bem diferente do original nos quadrinhos. O personagem foi adaptado de “Stanley and His Monster” (mais informações na review do episódio 7×07).

– Tivemos duas referências ao Batman neste episódio:

  1. A casa onde Stanley tem se escondido pertence a John Doe. Nos quadrinhos, este é o alter-ego do vilão Cobra Venenosa (Copperhead).
  2. Stanley cita que queriam levá-lo para o Arkham Asylum.

– Referência Nerd: Curtis cita o filme “Eu Sei o que Vocês Fizeram no Verão Passado” (1997).

Tags Arrow

Share this post

Álefe Cintra

Jornalista e apaixonado por séries. Tem a mesma profissão de Clark Kent, usa óculos parecido, mas infelizmente não é super-herói. Grande fã de séries de super-heróis e fantasia. No Mix de Séries escreve as reviews de Arrow e The Flash.