Crítica: Atwater acerta contas com o passado em Chicago PD 5×12

Imagem: Captura de tela
Imagem: Captura de tela

[spacer height=”20px”]

Continua após publicidade

Não poderia ter imagem melhor para esse episódio.

Uma boa pessoa, melhor ainda como policial, nosso querido Atwater deu uma dose grande de adrenalina e suspense para Captive. Hawkins mostrou muita habilidade em sua atuação dramática.

Continua após a publicidade

Determinado a viver, ele tirou todos os coelhos da cartola para conseguir sair daquela enrascada. Além de pensar como policial ele teve que manter-se calmo para não pirar com o passado que ele estava enfrentando.

Continua após publicidade

Um episódio que poderia ser calmo, afinal era aniversário da Trudy. Uma festa legal com bebidas no Molly´s, e tudo de repente ficou muito tenso. Joe tirou cada pedaço de arrependimento de Atwater sobre ele ter matado seu filho, que era bandido, mas pai é pai. Todo aquele papo de sempre sobre “mataram meu filho que é negro” teve que ser adaptado porque Atwater cresceu no subúrbio e também é negro, e estava realmente só fazendo seu trabalho.

Juntamente com esse drama, houve um menor, sobre duas criaturas que queriam uma vingança em seu negócio de drogas. Joe apenas estava nessa, já Atwater estava no lugar errado e na hora errada.

Continua após publicidade

Rusek também brilhou, pois com o amigo mais próximo em apuros, ele não poupou a emoção e com intensidade ajudou o time a encontrar os culpados. Antonio ainda atirou no suspeito que poderia dar a melhor informação e Rusek ficou até tenso com ele, senti daqui. Depois de Voight acalmar os ânimos tudo terminou bem, só uma tatuagem fica difícil para a investigação.

Rusek só deixou para lá pois o suspeito iria atirar em Burgess, e ela é ela né gente! Kevinho querido sofreu bastante, nem esperei que a polícia fosse chegar, pensei que ele iria sair sozinho dessa.

O mais difícil não foi acabar o sequestro, foi Joe perdoar Kevin. E Trudy é uma fofura, explorem mais essa diva.

Engenheira de Alimentos, mestre em química de alimentos, um tanto quanto viciada em séries, filmes e livros. Fã de Hannibal, Dexter, Grey's Anatomy, Demolidor, Sherlock e Stranger Things. Reviewer de Chicago PD.