Crítica: Criminal Minds entrega um dos episódios mais fortes da temporada

Imagem: CBS/Divulgação

Já vimos episódios suficientes de Criminal Minds, dirigidos por Matthew Gray Gubler, para sabermos que teremos algo parecido com um filme de terror, mas esse está bem diferente

Primeiramente, cabe ressaltar a direção tipicamente forte de Gubler em Criminal Minds, o enredo emotivo e comovente que faz um ótimo trabalho em aprofundar no passado de JJ e um caso intrigante e inquietante. Os elementos assustadores, que podem às vezes dominar os episódios dirigidos por Gubler, são muito mais contidos aqui, permitindo que as histórias tenham um outro ângulo.

Além disso, a série deve ter uma coisa sobre florestas nesta temporada. Porque este é o terceiro caso até agora com o mesmo cenário. The Tall Man foca em uma lenda local e no passado de JJ que está diretamente ligado ao caso .

Nesse caso, e equipe do BAU segue as pistas de uma assustadora história de fantasmas para localizar duas adolescentes desaparecidas na floresta de East Allegheny, na Pennsylvania, também cidade natal de JJ.

É real

Dito isso, nossa figura aterrorizante é, tecnicamente, real. Ele existe na forma de um homem muito humano usando uma máscara, e suas habilidades para manipular, embora nem um pouco sobrenaturais, têm consequências devastadoras.

A conexão da cidade natal não é o único aspecto deste caso que JJ também tem alguma familiaridade. Ela também está familiarizada com a lenda do Homem Alto. Segundo a história, ele sequestra suas vítimas, as corta e as força a revelar seus segredos mais profundos e sombrios. Então, agora, a equipe tem que se perguntar como essa história se relaciona com as garotas desaparecidas.

E temos outro exemplo de como Criminal Minds ainda pode consegue algumas reviravoltas verdadeiramente impressionantes. Uma ex-vítima é a irmã de JJ, Rosalyn, que se suicidou quando adolescente. O suicídio da irmã mais velha de JJ foi abordado pela primeira vez em no episódio 5×13.

Passado sombrio

Ademais, conseguimos perceber a forma como que este caso atingiu JJ até agora. Mas isso foi apenas a ponta do iceberg. Esse episódio explorou o passado de JJ com profundidade. Vislumbrando suas raízes através de memórias e flashbacks. Acompanhamos a reviravolta e o que é revelado sobre o passado da família Jareau, da mesma forma que a morte de Rosalyn ainda assombra a vida de JJ.

Mas agora ficamos sabendo que a morte de Rosalyn era muito mais compreensível do que ela pensara anteriormente. E que o monstro que a reclamava continuava assombrando East Allegheny décadas mais tarde.

Portanto, esse foi um bom episódio. Eu senti que as conexões que JJ tinha com pessoas e lugares relacionados ao caso eram um pouco exageradas e com muitas coincidências. Apesar do caso estar relacionado a uma cidade pequena, e JJ conhecer a lenda local do Homem Alto, devemos levar em conta que muito tempo se passou. E da mesma forma que a cidade, a lenda possa ter mudado um pouco.

Mesmo assim, com algumas ressalvas, essa temporada tem se mostrado muito melhor do que a bagunça da temporada anterior. E esse foi um episódio muito forte no geral.

Até a próxima!

Share this post