Crítica: Episódio 15×09 de Supernatural foi fraco, porém nostálgico

Critica Supernatural 15x09

Após algumas semanas, Supernatual voltou com um episódio não muito empolgante

Não adianta, a ideia de lutar contra Chuck em Supernatural sempre foi ruim. Como que se combate Deus? Se ele perder, o que acontece com o resto do mundo? Aparentemente, Sam começou a descobrir o que acontecerá.

Sam e Eileen – luta contra Chuck

Chuck é desprezível, e até agora é difícil entender qual foi a ideia da trama em colocar Deus em tal posição. Sabemos que mesmo que os irmãos tenham perdido em diversos momentos, no final, eles ainda ganham. Encerrar uma série após 15 temporadas não é fácil, e a trama fica o tempo todo avisando que talvez não agrade o público. Eles fazem questão de colocar em cada diálogo do Chuck que há diversos finais – mas que eles não sabem muito bem como terminar.

Aquelas visões que Sam estava vendo eram todas de outras dimensões. Ainda bem, né? Que fim terrível teríamos. Em que realidade Dean se permitiria tornar-se vampiro? Ou até mesmo desistir? Não faz sentido! Voltando a falar sobre o Chuck, o que me fascinava era a ligação que os dois tinham – pelo tiro que levaram. Era algo interessante de se trabalhar, o que acontece com um, o outro sente. Como matar Chuck assim?

Continua após a publicidade

Dean nunca permitiria que Sam morresse assim. Entretanto, o fim desse laço chegou antes mesmo que nos acostumássemos com ele. Uma pena, ou melhor, que fim péssimo. “Sam desistiu” – quando veríamos isso?

Dean e Castiel – De volta ao purgatório

Desde a oitava temporada eu esperava por esse momento, já que foi uma grande fase da série, um novo ar e uma trama interessante. Assim que Miguel diz que eles deveriam retornar ao local para buscarem um item para completar a receita para matar Chuck, me animei. Contudo, não foi legal – a passagem foi tão curta que nem deu para sentir um frio na barriga.

Tudo que vem acontecendo nada mais é do que proporcionar a nós fãs, uma sensação de nostalgia, trazendo aos poucos elementos, locais e personagens que passaram pela série ao longo dos anos. Não apenas rápida, um quanto confusa. Já não sabíamos o que era real ou não – fiquei na dúvida se aquele era o verdadeiro Castiel. No entanto, foi bom ver Dean se redimindo e assumindo que errou com Cas, demorou, não?

Ainda sobre eles, agora Cas tem a marca de Cain – mais um momento nostalgia para coleção, e sabemos que isso não é nada bom. Ao menos teremos Jack de volta, o que me deixa extremamente feliz, já que sabemos que o fim do personagem foi péssimo e, como estamos falando em nostalgia, nada melhor que baby Jack de volta!

Te espero aqui no Mix de Séries para continuar lendo as resenhas da última temporada de Supernatural!

Confira o trailer do próximo episódio de Supernatural abaixo:

 

 

Nota do episódio7.8
Crítica do nono episódio da décima quinta temporada de Supernatural, intitulado The Trap. Episódio foi exibido nos Estados Unidos pela CW.
7.8
Avatar

Letícia Garcia

Paulista, jornalista e apaixonada por séries e futebol. Grey's Anatomy é a série da vida, mas também é fã de Spartacus, Supernatural, Vikings, Sons of Anarchy e Friends

No comments

Add yours