Crítica: Episódio 1×07 de Black Lightning provoca nós na cabeça

black lightning 1x07
black lightning 1x07

Imagem: The CW/Divulgação

Continua após as recomendações

É hora de lidar com as consequências do último episódio.

Depois do confronto de tirar o fôlego no episódio anterior, as coisas entre Jefferson e Anissa com certeza mudariam. Agora sabendo dos poderes da filha, é claro que nosso herói agora sentirá na pele o que Lynn passou. Pelo menos isso foi apresentado na primeira parte.

Só achei que a princípio tudo foi pacífico demais. Esperava gritarias, lavação de roupa suja e tudo mais. Quando nos deparamos, um interrogatório foi prioritário? É sério isso? Como se não bastasse, ao saber das pesquisas que a jovem vinha fazendo com os arquivos do avô, ele deu apenas um sermão de pai. Não só isso, e lá vamos nós com o flashback do assassinato novamente. Volta o cão arrependido…

Continua após a publicidade

Apesar de toda a preocupação, não da forma como eu esperava, nada supera a de Lynn. Essa é sofredora, não acham? Agora carregará um fardo duplo a partir de agora, se preocupando com o ex-marido e a filha. No fim ela esclareceu a Anissa que o divórcio foi justamente pela vida dupla de Jefferson. Depois de muita relutância, a cientista acabou aceitando o destino que eles estão fadados.

Gambi é de confiança ou não?

Imagem: The CW/Divulgação

Se no episódio passado fiquei com um pé atrás em relação a Gambi, agora então o negócio foi mais preocupante ainda. O misterioso rapaz mais uma vez se encontrou com Evelyn, e ao mesmo tempo indo atrás de Lynn que nem cão faminto. É uma coisa que realmente vem dando um nó na minha cabeça, e que francamente não quero criar teorias, por enquanto. O meu receio é ser feito de trouxa em mais uma teoria, não vou me precipitar.

Falando na vilã, finalmente ela avançou mais por aqui. Até o momento ainda não vi sua capacidade, mas dessa vez já percebi algo muito a mais. Na minha opinião, ela supera Tobias nas maldades, e merecia mais destaque na série. Isso é algo que direi mais um pouco já, já.

Agora a guerra está oficialmente declarada.

Finalmente rolou um embate entre Raio Negro e Tobias, algo que pensei que demoraria um pouco mais. No meio disso tudo, a sonsa da irmã do vilão acabou sendo atingida aleatoriamente. Na hora que isso aconteceu o meu desespero bateu de forma incrível, e eu esperava, sinceramente, que ela não morresse. O pior acabou acontecendo, e só digo uma coisa: agora a p#$%a ficou muito séria. O criminoso virá com sangue nos olhos, pra derrubar nosso herói com tudo.

Como se não bastasse, nesse meio tempo Evelyn acabou sendo assassinada, como consequência de uma emboscada. Tipo… COMO? Queria muito vê-la ditando as regras na série, mas sua morte acabou trazendo grandes consequências. De herói, o Raio Negro agora se tornou um assassino procurado pela polícia. Como Jefferson vai lidar com isso não sabemos, e como desgraça pouca é bobagem, ainda ressuscitam Lala voltando. Matam esse embuste de novo e tragam a rainha soberana do crime de volta. #revoltado