Crítica: Intolerância política no episódio 19×12 de Law & Order: SVU

Imagem: NBC/Divulgação

Só eu que achei esse episódio a cara do Brasil?

A intolerância política está em todos os países, foi o que mostrou o 12º episódio de SVU. Uma mulher ativa politicamente é estuprada por suas ideias. Pelo que entendi, ela era de extrema direita, mas ficou meio confuso para mim este episódio. O que está claro é que NINGUÉM merece ser estuprado, seja afiliado do PT ou amigo do Aécio.

Um tema muito atual sim, precisa ser discutido sim, não é porque eu acredito em algo diferente de você que devemos partir para a violência. Seja quem for, esquerda, direita, LGBTQ, cristão evangélico, cristão católico, budista, pajé, mãe de santo, NINGUÉM MERECE SER ESTUPRADO!

Fiquei meio frustrada com o julgamento, principalmente por não ter visto ninguém ser punido pelo crime, mas concordo com o promotor Barba. Se não havia como provar além da dúvida razoável quem era o verdadeiro culpado, o melhor mesmo era desistir do julgamento.

Continua após a publicidade

O episódio mais fraco da temporada até agora.

Achei o episódio bem morno. Mas confesso que adorei a Olivia dando um chega pra lá na “vítima”. Por que entre aspas? Ela foi vítima sim, mas aproveitou-se de algo que milhares de pessoas no mundo lutam para se recuperar para alavancar ainda mais sua carreira política. Achei bem baixo da parte dela e um tapa na cara de quem já assou por trauma.

Espero que ela não volte para atormentar a nossa Olivia, achei que aquele final pareceu uma ameaça, vocês não? A Tenente já está precisando de um descanso.

Só mais um episódio e haverá um hiato. Vamos esperar o próximo capítulo que promete muitas emoções.

Deixe você também a sua opinião e até a próxima, povo!

Avatar

LaryCarvalho

Mãe de 3 princesas, de 2 anjos de 4 patas e esposa dum homão da porra! Mantenho a mente sã legendando e assistindo série. Sempre tento ver as coisas pelo lado bom e espero sempre o melhor dos outros. Brasileira, mineira e feliz, Uai!

No comments

Add yours