Crítica: Kevin Atwater surpreendeu no 6×08 de Chicago PD

Imagem: Divulgação/NBC

Continua após as recomendações

Eles tiraram o peso dos outros dramas de Chicago PD para Atwater brilhar

Caramba! Que lábios Kevin Atwater. E esse será o único comentário sobre o corpinho dele. Prometo! E foi só para descontrair de um tenso episódio de Chicago PD. Além disso, bastante coisa aconteceu para discutirmos.

Gostamos da maneira como tiraram todo o peso do triângulo em potencial Jay-Upton-Ruzek, até com uma piadinha. Gostaria que eles sempre encarassem os relacionamentos com essa leveza. Porém, assim não teríamos série e nem o que comentar aqui. E sobre eles foi isso.

Continua após a publicidade

Agora, rápida passagem sobre o problema besta, sem sentido ou até mesmo propósito, que é esse Antonio com o ombro e remédios. Já sabemos o que vai acontecer, ele vai chegar no limite, provavelmente vai estragar alguma investigação, e confessará o problema. Me surpreenderia se ele morresse disso! (obs.: juro que só vi a promo depois disso).

Kevin foi do céu ao inferno em 24 horas, atingido fatalmente pela Lei de Murphy

Tudo que poderia dar errado, deu! Dentro de um caso de tráfico, onde o suspeito foi rapidamente encontrado, Kevin teve que ser juri, juiz e executor. Coitado, de verdade, fiquei com pena do menino. Ele se tornou policial para fazer a diferença dentro de sua cidade, sua comunidade. Entretanto, muita coisa escapa do seu poder. Lainie aparece como anti-herói e nos faz gostar dela de verdade. Ela tece uma história com o culpado da vez, e acabou pagando por erros antigos. Mas não antes de ser muito sedutora e levando Kevin para casa.

Achei bem interessante o modo com Kevin lidou com o caso no final, deixando o menino livre. Logicamente, a cena dele jogando a arma foi bem besta. Ele tinha muita plateia! Imaginem vocês, pegando uma arma, de um assassinato, vocês iriam para uma ponte em local habitado para jogar ela. E a resposta correta é NÃO! Esperamos que isso não complique Kevin no futuro e que também daqui 3 anos ele esteja buscando Lainy (para os íntimos) na porta do cadeião. Porque, poxa, casal bonito, hein, valhamedeus.

Em muitos pontos, Lainy questionou a lealdade de Kevin, além disso eles separam bastante a lealdade para com os da sua raça, e policiais. Mas eu não vejo em Kevin essa separação. Lógico que ele tem seu propósito de vida, mas ele protege pessoas de todas as cores, pois jurou que assim seria.

Por fim, o próximo episódio já será o último do ano, e parece que podemos ter surpresas!

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=N9fA7RVVBUo[/youtube]

Tags Chicago PD
Caroline Marques

Caroline Marques

Engenheira de Alimentos, mestre em química de alimentos, um tanto quanto viciada em séries, filmes e livros. Fã de Hannibal, Dexter, Grey's Anatomy, Demolidor, Sherlock e Stranger Things. Reviewer de Chicago PD.

No comments

Add yours