Crítica: Personagens ganham novas aparências no 4×08 de Preacher

Crítica: Personagens ganham novas aparências no 4x08 de Preacher

Caminhando para a reta final da série, Preacher nos surpreendeu com esse episódio sensacional!

A ressurreição de Jesse Custer

Muito interessante como eles descreveram a versão 2.0 do inferno. Achei sensacional a tentativa de fazer o Preacher mudar de lado e sentar no trono divino. Felizmente, ele não estava nem um pouco interessado. Aliás, Jesse considerava tudo aquilo um teste de fé.

Era muito óbvio que Jesse ressuscitaria. Tratava-se apenas uma questão de tempo. O Preacher deve ter imaginado que estaria livre para continuar sua busca por Deus. Mal sabia ele, que estava indo exatamente onde o Criador queria.

News looks

Herr Starr, tão bonito que até dá inveja #sqn! Achei bem superficial a historinha dele. Entretanto, foi bastante engraçada. Por mais que tenha parecido algo feito às pressas, até que deu para rir. Mas tirei o chapéu para a explicação da sua cicatriz mais medonha.

Talvez aquele bullying tenha sido o início de tudo para ele. O que mais me chocou nessa cena foi a forma como Deus conseguiu quebrar o agente mais destemido do Graal. A cara dele ao rever a agente dava até dó. Também, depois de ter sido mutilado, humilhado e “forçado” a comer sua própria perna, qualquer colapsaria, não acham?

Continua após a publicidade

Por outro lado, temos Jesse “Caolho” Custer. Achei muito boa a sacada de deixar o Preacher sem um olho. Isso o deixou com uma aparência mais fiel aos quadrinhos. A forma bizarra de Deus arrancar seu olho foi o bônus da cena.

Deus e seus filhos

A cena de Deus arrancando o olho de Jesse no dente fez jus ao título do episódio. O Deus da série realmente é um cara que deve ser temido.

Apesar de hilárias, as cenas em que Jesus tenta chamar a atenção do Pai são bem tristes. Por trás daquele rostinho “galanteador”, há um coração que está disposto a fazer qualquer coisa pela aprovação divina. O cara tentou até dançar break para agradar e, talvez, conseguir substituir o irmão retardado. Ele estava sendo manipulado pelo Hitler?

Sim, mas mesmo assim não deixa de ser um esforço para Jesus. Já Humperdoo está nas nuvens. Mesmo com um risco absurdo de morrer com os testes de Tulip e Cass, ele está bastante à vontade com os novos “amigos”. A intimidade que Cass criou com Hump foi tão bonita que até o fez mudar de ideia quanto ao plano de se vingarem de Deus.

Imagem: IMDb/Divulgação

Últimas considerações

A estratégia de usar um nauseador sônico foi bem o estilo de Preacher. Gostei! Ainda bem que Herr Starr cometeu suicídio. Levantar essa bola em pleno Setembro Amarelo ia dar uma treta absurda para os produtores. Isso se não já deu, né?!

Ver o Preacher chegando a tempo de frustrar as intenções de Cass foi triste e emocionante ao mesmo tempo. Estou curioso para saber como tudo isso terminará.

Até a próxima!

Nota do episódio9
Rostos bonitos e fiéis aos quadrinhos. Crítica do oitavo episódio da quarta temporada de Preacher, da AMC, intitulado "Fear of the Lord".
9
Tags Preacher
Albert Moura

Albert Moura

Jornalista e seminarista, além de pai de primeira viagem. Casado com a Ana, mas amante das séries. Atualmente acompanha Outcast, Better Call Saul, American Gods, Lucifer, Gotham, o universo Marvel, Arquivo X e mais algumas, além de também ser um eterno fã de Friends. No Mix, escreve sobre Preacher e Lethal Weapon.

No comments

Add yours