Crítica: The Flash termina bem a 7ª temporada conturbada

Chega ao fim a Graphic Novel #4: "The Godspeed Imperative"

Critica The Flash 7x18
Imagem: The CW/Divulgação

A sétima temporada de The Flash pode não ter sido o tanto que a produção quanto os fãs desejavam, mas chegou ao fim muito bem e corrigindo alguns pontos desse ano inusitado. Isso porque a produção desta temporada precisou lidar com as muitas limitações causadas pela pandemia.

Continua após publicidade

O desenvolvimento das tramas precisou contornar essas situações, os roteiros sofreram alterações e a participação do elenco teve também seus limites. Se esse sétimo ano inteiro tivesse o que esses últimos episódios tiveram, o quadro com certeza poderia ter sido diferente.

Continua após a publicidade

Essa segunda parte de “Heart of the Matter” explanou melhor os planos (nada inéditos) de August Heart/Godspeed. O problema aqui talvez tenha sido deixar para o último episódio apresentar melhor esse grande vilão dos quadrinhos atuais. August Heart não é tão diferente dos outros vilões velocistas principais, mas foi bom ver um novo antagonista corredor depois de tantas temporadas. O ator conseguiu encarnar bem o personagem, o visual do seu uniforme é muito bonito, até seu trono branco presente apenas em sua mente ficou visualmente atrativo.

Continua após publicidade

A luta final contra o vilão teve seu ápice através da luta de espadas de raios, iguais ao usado pelo personagem nos quadrinhos. Não fosse a escolha de trilha sonora que remeteu propositalmente a Star Wars, a luta teria sido ainda melhor. Entretanto, foi muito bom vermos um grande vilão ser derrotado em uma luta e não através de diálogo (como com os vilões anteriores). O personagem continua vivo e preso, o que abre brecha para futuras participações em The Flash ainda.

Reunião de velocistas

A mesma coisa acontece constantemente com Eobard Thawne/Flash Reverso. O problema é que os roteiristas já usaram o personagem tantas vezes ao longo dessas sete temporadas que seu retorno já não causa mais choque ou empolgação entre os fãs da série. Precisam aprender a desapegar do personagem um pouco, por mais que seu papel seja de grande importância para a trajetória de Barry Allen. Por isso, espero que seu retorno venha a acontecer agora apenas na última temporada da série, ou será difícil encontrarem uma boa trama que justifique seu embate final com Barry/Flash.

Continua após publicidade

A grande reunião de heróis velocistas foi de empolgar qualquer fã de The Flash. Poderia ter sido ainda mais completa se tivesse a participação do desaparecido Wally West/Kid Flash. Mas as participações de Impulso e do Flash da Terra 2 trouxeram uma dinâmica muito divertida para o grupo e o episódio.

A história de Kramer nesta sétima temporada chegou o fim de forma inesperada e abrupta. Mas foi um fim interessante para essa personagem que dividiu opiniões. A descoberta de seus poderes meta-humanos pode ser desenvolvida mais para frente, caso escolham continuarem sua história na série.

Da sétima para a oitava temporada

A temporada ainda se encerrou fechando uma ponta que está solta desde o crossoverCrise na Terra-X” da quarta temporada. Foi nesse crossover que aconteceu o conturbado casamento de Barry e Íris, que foi interrompido por uma invasão de nazistas de outra Terra, sendo finalizado em um casamento duplo com Oliver e Felicity.

Mas, nesta season finale, o casal resolveu aproveitar a presença de seus amigos e futuros filhos para renovarem seus votos. A cena foi uma escolha emocionante e bonita para fechar o sétimo ano.

Essa temporada sofreu bastante com a pandemia, mas não foi de toda ruim. Teve muitas boas participações, tramas adaptadas de bons arcos dos quadrinhos e episódios fillers interessantes. Mas foram seus episódios finais que talvez a salvou de uma queda de qualidade.

E, por mais que não tenha deixado um cliffhanger para a oitava temporada, são as pistas soltas pelo showrunner Eric Wallace que mostram o que a produção tem preparado para The Flash. A começar pelo evento especial nos cinco primeiros episódios e a promessa de um novo poderosíssimo grande vilão para o Flash. Agora só nos resta esperar até novembro para descobrir tudo!

Imagem: The CW/Divulgação

Nota: 5/5

Jornalista e apaixonado por séries. Tem a mesma profissão de Clark Kent, usa óculos parecido, mas infelizmente não é super-herói. Grande fã de séries de super-heróis e fantasia. No Mix de Séries escreve as reviews de Arrow e The Flash.