Série de Jon Snow pode resolver grande problema de Game of Thrones

Game of Thrones promete continuar por um bom tempo.

Game of Thrones

Uma série focada em Jon Snow está sendo desenvolvida na HBO, e com ela vem a oportunidade de corrigir o erro mais flagrante de Game of Thrones ao adaptar os livros As Crônicas de Gelo e Fogo de George R.R. Martin. O final de Jon Snow o viu voltar além da Muralha com os Wildlings, e não sugeriu que houvesse uma história de sequência esperando para ser contada. A HBO, entretanto, tem muitos spinoffs planejados de Game of Thrones, mas este em particular terá um impacto real no programa e pode ser a chance de reformular os eventos.

Continua após publicidade

Os lobos gigantes são parte importante da história

Na primeira metade de sua caminhada, Game of Thrones foi amplamente celebrada tanto por sua própria narrativa quanto pela adaptação dos romances de Martin. Embora inevitavelmente tivesse que fazer algumas mudanças, a maioria delas era compreensível. Foi apenas quando o programa ultrapassou os livros – e em particular o final da 8ª temporada – que as coisas realmente deram errado e o público se voltou contra a série. Mesmo quando estava no seu melhor, a última temporada não capturou perfeitamente As Crônicas de Gelo e Fogo. A sequência de Jon Snow, entretanto, poderia corrigir um de seus problemas mais antigos e duradouros do livro para a tela: os lobos gigantes.

Leia também: Game of Thrones fará série do Jon Snow, e é uma péssima ideia

Em As Crônicas de Gelo e Fogo, os Starks têm fortes conexões com seus lobos gigantes, com a maioria sendo capaz de entrar neles. O vínculo entre eles é muito mais profundo do que serem animais de estimação ou guardiões, mas se torna algo mais espiritual, como se fossem parte um do outro. 

Continua após publicidade

É um aspecto central de quem eles são, com os lobos gigantes espelhando suas personalidades e destinos. Jon é um estranho como Ghost; Arya tendo que deixar sua família para trás como Nymeria; Bran explorando o mundo de uma maneira além de seu corpo, como se tornar o Corvo de Três Olhos; Shaggydog sendo selvagem como Rickon, e assim por diante. Infelizmente, Game of Thrones falhou com os lobos gigantes, mal arranhando a superfície de seu significado e muitas vezes apenas ignorando-os completamente, mas a sequência de Jon Snow é uma oportunidade de corrigir isso através da presença de Ghost.

Game of Thrones Jon Snow

Nova série pode consertar problemas de Game of Thrones

Quando Jon volta para a Muralha no final de Game of Thrones, Ghost está lá esperando por ele. Ghost então viaja além da Muralha com Jon e os outros Selvagens. Isso significa que ele também deve estar por perto durante o show da sequência. Como um dos personagens que retornam de Game of Thrones, faria sentido para Ghost ter um papel mais proeminente nas coisas, especialmente porque isso poderia formar uma parte tão forte da narrativa. 

Leia também: House of the Dragon poderá bater Game of Thrones na HBO

A história da sequência de Jon Snow não é clara. Mas, se estiver no extremo norte, em vez de levá-lo de volta a Westeros, fazê-lo entrar em Ghost e explorar mais sua conexão com o lobo gigante pode permitir uma fascinante camada de introspecção e desenvolvimento de personagens que Game of Thrones não teve. Ele pode realmente mostrar Jon Snow como um warg e entrar no coração do vínculo entre a dupla.

Continua após publicidade

A principal razão dada para os erros envolvendo os lobos gigantes de Game of Thrones foi o orçamento e CGI. Segundo os criadores, havia dificuldade de fazê-los parecer bons na tela. Essa desculpa nunca foi totalmente lavada a sério, já que Game of Thrones sempre teve dinheiro e esbanjou bons efeitos. Sem ter que se preocupar com três dragões totalmente crescidos, a nova série presumivelmente teria um elenco menor e menos locais do que Game of Thrones. Assim, poderia haver mais dinheiro e tempo para dar vida ao Ghost adequadamente.

Jornalista, curioso e viciado em cultura. Escreve há quase 10 anos no Mix e Six Feet Under é sua série favorita.