5 Razões para assistir a série Peaky Blinders na Netflix

Saiba mais sobre a série Peaky Blinders

Você já ouviu falar na série Peaky Blinders? Criada e dirigida por Steven Knight, o drama da BBC já foi comparado a famosa série Boardwalk Empire da HBO. Peaky Blinders conta a história real da família Shelby. Tal família era formada por criminosos que praticavam diversos tipos assaltos e contrabando. Além disso, dominavam o ramo de apostas ilegais de cavalo.

No ano de 1919, Thomas Shelby – líder da família e da gangue Peaky Blinders – volta da primeira guerra com o objetivo de estabelecer domínio da cidade de Birmingham interior da Inglaterra. E assim, a trama se desenrola. A partir dali, os Peaky Blinders vão do céu ao inferno, enfrentam gangues rivais, fogem de autoridades e lidam com a presença de comunistas no seu território.

Mas afinal, vale a pena acompanhar a série? O Mix de Séries apresenta 5 Razões que vai fazer te convencer a assistir Peaky Blinders.

Fantástica ambientação

Uma das primeiras razões que vale a pena assistir Peaky Blinders é sua ambientação. A série começa em 1919, logo após a Primeira Guerra Mundial. Se passando em uma Inglaterra que ainda colhe os resquícios do grande conflito, a ambientação do drama britânico é estonteante. Muitas locações reais recriam as ruas de Birmingham da década de 1920, e o trabalho é minucioso. Fora que, o figurino também é deslumbrante. E, além disso, ele vai evoluindo a medida que a gangue vai conquistando mais poder, algo notado pelos fãs mais atentos.

É baseada em fatos reais

Se você estava pensando, “Peaky Blinders é um nome estranho para drama criminal sério”, isso é porque é tirado da vida real. A série toda é vagamente baseada em uma verdadeira gangue criminosa conhecida como Peaky Blinders, que alcançou proeminência em Birmingham durante o final do século 19 e início do século 20. A gangue foi nomeada assim após os gangsters costurarem lâminas de barbear em seus chapéus. Tal detalhe se tornaria marca registrada do grupo, que as usaria como armas para cortar suas vítimas. Além disso, um jovem Winston Churchill se entrelaça com a trama da série, misturando-se com elementos ficcionais.

O público tem empatia pela gangue protagonista

Você poderia se questionar se é possível torcer por uma gangue, mas não em se tratando dos Peaky Blinders. Muitas de suas ações são justificáveis e, apesar de toda violência, você acaba comprando suas “brigas”. Graças aos personagens que a compõem como Tommy (Cillian Murphy) e Arthur Shelby (Paul Anderson), o público acaba torcendo por eles, mesmo eles sendo buscados pela polícia e sendo vigiados por olhos como o do primeiro-ministro Winston Churchill. Além disso, a interação entre os irmãos e o clima familiar que eles apresentam, do tipo “ninguém mexe com o sangue do meu sangue” é a cereja do bolo.

O elenco é muito bom

Para uma série que é um tanto desconhecida, Peaky Blinders tem um elenco digno de uma grande produção de cinema. Sam Neill, Helen McCrory e Noah Taylor foram os protagonistas; Paddy Considine se juntou à série mais recente como vilão padre Hughes; Tom Hardy empresta seu sotaque de Ronnie Kray para interpretar o líder da gangue judaica Alfie Solomons; enquanto Cillian Murphy, como líder da gangue Tommy Shelby, dá a performance definidora de sua carreira até o momento. São poucas séries de TV que apresentam um elenco tão afiado como este. Ainda vale ressaltar que a série tem um excelente elenco feminino, que dá o tom certo para o protagonismo das mulheres que a série apresenta. O destaque vai para Helen McCroy, que representa divinamente a personagem Polly Gray.

Cillian Murphy é o grande protagonista de Peaky Blinders. Imagem: BBC/Divulgação.

Fácil de maratonar

Talvez uma das melhores razões é esta. A série é extremamente fácil de maratonar, uma vez que possui 6 episódios por temporada. Até agora, foram produzidas 4 parcelas, todas disponíveis na Netflix. A quinta temporada está em produção e deverá estrear em breve. Além disso, mesmo com episódios mais longos – em torno de 1 hora – a trama tem um texto que flui e te envolve, a ponto de nem perceber quando o episódio acaba. Assim, Peaky Blinders é o tipo de série certa para aqueles que buscam uma série não tão grande mas que, ao mesmo tempo, tem um texto valioso e uma história grandiosa.

 

E você, o que está esperando para assistir Peaky Blinders na Netflix?

Leia também: Os bastidores de Peaky Blinders – curiosidade por trás das câmeras

Anderson Narciso

Anderson Narciso

Mestre em História, apaixonado por mídias, é o editor responsável e idealizador do Mix de Séries. Eterno órfão de Friends, One Tree Hill e ER, acompanha séries desde que se entende por gente. No Mix é editor de colunas e de notícias, escreve a coluna 5 Razões e resenha a série Gotham.

No comments

Add yours