Anatomia de um Escândalo: vale a pena assistir a série?

Série da Netflix é do mesmo criador de Big Little Lies e The Undoing. Mas, no fim, vale a pena assistir?

Anatomia de um Escandalo
Continua após publicidade

David E. Kelley segue adicionando títulos à sua carreira, com séries que dá foco em romances intensos e que sempre terminam em algum tipo de reviravolta eloquente. Agora, junto de Big Little Lies e The Undoing, ele tem a nova série da Netflix, Anatomia de um Escândalo (Anatomy of a Scandal).

Continua após publicidade

Com isso, as tramas de Kelley geralmente seguem geralmente um padrão. Elas envolvem pessoas importantes, que vivem vidas aparentemente idílicas, até serem derrubadas por algum tipo de escândalo, geralmente envolvendo crimes hediondos.

A história de Anatomia de um Escândalo (Anatomy of a Scandal)

No primeiro episódio, conhecemos a poderosa advogada Kate Woodcroft (Michelle Dockery), que está comemorando uma vitória e se preparando para trabalhar no seu próximo caso. Woodcrof, a princípio, é um ponto à parte da trama, quando logo em seguida, Anatomia de um Escândalo gasta tempo para apresentar seus principais protagonistas.

Continua após publicidade
Continua após publicidade

Leia também: Antes de 365 Dias Hoje, lembre o final de 365 Dias

Com isso, vemos Sophie Whitehouse (Sienna Miller) participando da festa de aniversário do marido de uma amiga, perguntando-se onde está seu marido James (Rupert Friend), ministro do Interior e membro do Parlamento, com laços estreitos com o Primeiro-ministro. Na verdade, ele está conversando com um eleitor, mas recebe a notícia de que um escândalo está prestes a acontecer.

Um relatório contando que ele estava em um caso de cinco meses com uma subordinada chamada Olivia Lytton (Naomi Scott) está prestes a ser publicado. E o relatório ainda aponta que ele só terminou o caso algumas semanas antes.

Continua após publicidade

James faz o possível para administrar o escândalo, tanto com a imprensa, como com o público e Sophie. Claro, Sophie está chateada com razão, mas ela sabe que deixá-lo não é o melhor interesse de sua família. Ou o melhor interesse de manter seu status. James se oferece para sair da política, porque ele é dedicado a Sophie e sua família, o que parece suavizar um pouco a postura de Sophie.

Continua após publicidade

Mas quando voltamos para Kate olhando para seu novo caso de “alto perfil”, parece que o escândalo está prestes a ficar muito mais profundo. Isso porque, pouco tempo depois, vemos que James está sendo acusado, na verdade, de cometer est*pro em Olivia.

Continua após publicidade
Anatomia de um Escandalo
Imagem: Divulgação.

Vale a pena assistir Anatomia de um Escândalo?

Anatomia de um Escândalo é uma adaptação de um livro, produzido por David E. Kelley e Melissa James Gibson. Dessa forma, podemos esperar um roteiro um tanto preso a uma história já pronta. Embora Kelley tenha a característica de sempre dar um jeito de tornar as coisas interessantes.

Continua após publicidade

Leia também: Netflix lança série considerada “nova Lucifer” e trailer anima

O primeiro episódio é um tanto “parado”, focado em dar a James um espaço para ele ficar se desculpando com a esposa. No entanto, a história a partir do segundo caso vai criando reviravoltas intrigantes, à medida que o julgamento da figura pública vai tomando forma. Então, num estilo “vai e vem” a história vai evoluindo e chamando atenção do espectador por conexões no mundo real e temas que vem ganhando cada vez mais espaço na atualidade.

Continua após publicidade
Anatomia de um Escandalo
Imagem: Divulgação.

Tanto Miller quanto Friends – e mesmo Naomi Scott – estão bem em seus papeis, mas cabe a Michelle Dockery carregar boa parte do peso da série, com suas cenas no tribunal que envolvem. Mas não se engane, a história é um tanto rasa e comete falhas ao tratar o tema do est*pro de forma bastante clichê.

No fim, vale a pena assistir Anatomia de um Escândalo como um passatempo, embora, se prepare: você terá a sensação de que já assistiu essa série antes.

Criador do Mix de Séries, atua hoje como redator e editor chefe do portal. Especialista em SEO e construção de textos para internet, também atua como webwriter com foco em textos para o Google. Autor na internet desde 2011, passou pelos portais TeleSéries e Box de Séries. Fã de carteirinha de Friends, ER e One Tree Hill, é aficionado pelo mundo dos seriados. Também é fã de procedurais, sabendo tudo sobre o universo das séries Chicago, Grey's Anatomy, e séries de sucesso como La Casa de Papel e Lucifer. Também é fã da DC Comics, e acompanha produções inspiradas em personagens da editora, como Titans e até o mais recente produto da editora, Sweet Tooth.