Ator de Cobra Kai detona cenas de filmes da Marvel

Ator de Cobra Kai criticou cenas de luta dos filmes da Marvel.

Cobra Kai ator detona filmes Marvel

Ralph Macchio não é um sensei de Caratê na vida real, mas ele interpreta um em Cobra Kai. Além disso, o ator tem alguma experiência com lutas, uma vez que ele estrelou os três primeiros filmes da saga Karate Kid. Então, a partir do momento que ele faz uma objeção às cenas de luta de super-heróis, certamente ele fala com experiência própria.

Continua após publicidade

Dessa forma, em uma entrevista recente ao The Wrap, Macchio explicou o que torna as cenas de luta em Cobra Kai tão eficazes. E, na mesma entrevista, Macchio acabou detonando as cenas de luta dos filmes da Marvel que, em sua opinião, ainda não funcionam (via cheatsheet).

Continua após a publicidade

O problema que Ralph Macchio tem com os filmes da Marvel e outros filmes de super-heróis

Filmes de super-heróis têm muitas cenas de luta. E a maioria dos super-heróis tem mais movimentos do que o ser humano médio. Ainda assim, quando Macchio os observa, ele não pode segui-los tão bem quanto as lutas em Cobra Kai.

Continua após publicidade

Leia também: Netflix revela estreia de Cobra Kai 4 em vídeo

“A edição fica muito musical”, disse Macchio ao The Wrap. “Há um ritmo e uma música na edição, mesmo na forma de roteiro e de texto. E, nas sequências de ação, há realmente um elemento musical nisso. Quando você corta tanto quanto você faz com todo o CGI, seja numa luta do Superman, Batman, Homem de Ferro… Eles lutando contra qualquer coisa. Poderíamos continuar e continuar com os filmes de super-heróis, que eu gosto muito. Mas há um elemento [onde] você precisa piscar muito para não ficar em estado de choque com luzes, sons e cortes.”.

Cobra Kai ator Marvel
Imagem: Divulgação.

Filmes da Marvel e outros perdem o controle de super-heróis lutando

Vingadores: Guerra Infinita tem todos os super-heróis dos Universos Cinematográficos da Marvel em batalha. Da mesma forma, Batman vs. Superman e Liga da Justiça também. Mesmo com todo esse poder, um pensamento muito simples estraga as cenas de luta.

Continua após publicidade

“Você está indo de apertado para largo, para apertado para mudar tão rapidamente que às vezes você nem sabe onde está geograficamente na cena”, disse Macchio. “E é isso que me incomoda, [como] velho. Perco a geografia de onde estou com coisas que estão tão presas na sua cara e cortam tanto. É bom quando você sabe quem está parado de que lado da linha e está observando a fluidez do movimento. Então, é musical, de certa forma. É uma dança.

Cobra Kai não comete esse erro

Cobra Kai não tem quase tanto tempo quanto aqueles filmes de grande orçamento para filmar cenas de luta. Ainda assim, eles demoram tanto quanto possível e mantêm a edição sob controle.

Imagem: Divulgação.

“Há cortes, certamente, eles não são a exceção”, disse Macchio. “Na verdade, ‘Cobra Kai’ fez uma boa quantidade de golpes em algumas das grandes sequências em que a câmera não corta. É mais um movimento Steadicam, mas há algo musical nisso. Quando um movimento está acontecendo, qualquer tipo de movimento, fique com ele. Quando você assistir aos musicais da MGM, assista a Fred Astaire. É como um tiro. Você não está cortando para um tiro certeiro de seu dedo do pé e um tiro certeiro de seu joelho e ombro, seu braço. Ele gira e atinge o chão…”.

Leia também: Cobra Kai revela luta épica para a quarta temporada

E então, você compartilha da mesma opinião da estrela da Netflix? Deixe nos comentários do Mix de Séries.

Lembrando que Cobra Kai retorna para quarta temporada em dezembro de 2021.

Criador do Mix de Séries, atua hoje como redator e editor chefe do portal. Especialista em SEO e construção de textos para internet, também atua como webwriter com foco em textos para o Google. Autor na internet desde 2011, passou pelos portais TeleSéries e Box de Séries. Fã de carteirinha de Friends, ER e One Tree Hill, é aficionado pelo mundo dos seriados. Também é fã de procedurais, sabendo tudo sobre o universo das séries Chicago, Grey's Anatomy, e séries de sucesso como La Casa de Papel e Lucifer. Também é fã da DC Comics, e acompanha produções inspiradas em personagens da editora, como Titans e até o mais recente produto da editora, Sweet Tooth.