Crítica: 10ª temporada de Hawaii Five-0 estreia com mudanças para os fãs

Uma despedida e um potencial novo membro da equipe foram parte da estreia da décima temporada de Hawaii Five-0. E, para ser sincera, depois do episódio não estou convencida de que isso seja uma melhoria na série. Confira o que achamos da estreia, exibida na CBS no final de setembro.

Continua após a publicidade

O que Jerry significou para os fãs de Hawaii Five-0

A saída de Jerry encaixou bem com os últimos acontecimentos do personagem na série. Para quem não lembra, na season finale da nona temporada, Jerry levou um tiro dentro da sede da equipe. Mas, descobrimos nessa nova temporada que ele está bem. Era mais que esperado que Jerry repensasse sua vida depois de levar um tiro. E a decisão de escrever um livro sobre uma de suas teorias da conspiração deixou toda a equipe Five-0 pensando o mesmo que nós, “não esperava nada diferente vindo do Jerry”.

Precisamos sempre lembrar o quanto foi importante Jerry receber seu distintivo. Esse destaque na série provou que alguém poderia crescer e se tornar parte da Five-0. Mas desde a chegada de Tani, Junior e Adam na oitava temporada de Hawaii Five-0, o papel de Jerry como assistente de computador vinha se tornando menos necessário. Mesmo assim, nos acostumamos com o humor e as piadas dele toda semana na série. Não há dúvidas de que esse é um dos personagens que mais mudou em Hawaii Five-0 e que fará muita falta.

Quem é Quinn Liu?

Enquanto Jerry era único, Quinn Liu já parece redundante. Seria ela uma versão masculina de Steve? Ou a nova Catherine? É no mínimo curioso que Quinn Liu, potencial nova integrante da equipe, seja militar, da mesma idade que Steve, insubordinada e cabeça quente como ele. Acredito que não fui a única que reparou no clima entre Steve e Quinn, porém continuamos na torcida “McRoll”. Além disso, será interessante ver como Quinn se encaixa em Hawaii Five-0, uma vez que nem os membros da equipe sabiam o que pensar dela.

Onde estava Danny?

Já estávamos acostumados com o papel pequeno de Adam e a forma Grover vem se tornando cada vez mais insignificante em Hawaii Five-0. Pelo menos na estreia da décima temporada, Adam foi enviado por conta própria para usar seus antigos contatos da máfia. Ao fazer isso, foi revelado que ele e Tamiko ainda estão juntos. O que na minha opinião é ótimo! Adam merece um novo começo.

Mas deixar o Danny de lado também é passar dos limites. Tudo o que você precisava para entender a nova dinâmica foi o confronto entre McGarrett, Quinn e Danny, quando Danny teve que servir como a voz da razão. Quando vimos a parceria de Quinn e Steve se opondo a Danny, já pudemos perceber a direção que Hawaii Five-0 está tomando.

Mais do mesmo em Hawaii Five-0

Mais uma temporada de Hawaii Five-0 se inicia e posso afirmar que a falta de criatividade em relação aos casos policiais continua. Resumidamente, o caso do primeiro episódio da décima temporada da série foi alguém transformando atiradores de elite com Transtorno de Estresse Pós-Traumático (TEPT) em assassinos. Assim como em muitos outros episódios, o caso foi complexo e com muitas pessoas envolvidas. Só foi possível entender a lógica do crime quando a equipe Five-0 explicou para o grande vilão, interpretado por Rob Morrow.

Podemos dizer que uma série de longa duração está mostrando sua idade, quando até novos personagens parecem repetidos. Hawaii Five-0 não se sustenta somente com Steve, Tani e Junior. Ao invés de introduzir novos personagens, Peter M. Lenkov, deveria focar nos que personagens que já amamos e terminar a série com chave de ouro. Afinal, o grande charme de Hawaii Five-0 é o significado de Ohana e como os membros da equipe são queridos. E é por isso que mesmo depois de 10 anos, continuamos acompanhando Hawaii Five-0 toda semana. Resta acompanhar essa temporada e ver no que vai dar essa troca de dinâmica da equipe.

Nota do episódio7.5
Review do primeiro episódio da décima temporada e Hawaii Five-0.
7.5

No comments

Add yours