Crítica: 17×06 de Grey’s Anatomy colocou Meredith à beira da morte

Crítica Greys Anatomy 17x06

Mas também exaltou os médicos na linha de frente

Chegamos ao final da primeira parte da décima sétima temporada de Grey’s Anatomy. E esta temporada está sendo bem especial. Não sabemos se ela de fato será a última da série, embora eu acredite que não. Mas ela, sem dúvidas, está sendo uma das mais relevantes.

Continua após publicidade

Talvez isso resuma um pouco meu sentimento com a série, após assistir a atração por 15 anos ininterruptos. Em determinado momento, eu quero largar a série, mas então vem sempre um episódio que faz com que eu me sinta envolvido, emocionado e entenda porque, após dezessete temporadas, ainda estou aqui.

Continua após a publicidade

Na semana passada, tivemos a morte da mãe da Bailey, um dos momentos mais emocionantes da série, com certeza. E esta semana, tivemos Meredith à beira da morte – mais uma vez.

Continua após publicidade

No entanto, agora, não temos estes personagens sofrendo aleatoriamente, como costumava ser. A morte da mãe de Bailey e o estado atual de Meredith estão conectados por algo que o mundo inteiro está passando. E isso torna a dor e o sofrimento destes personagens ainda mais pesado.

Meredith acorda, mas se coloca em risco novamente

Após passar alguns episódios dormindo, em decorrência do agravamento de seu estado – ela está com c0vid -, Meredith acordou. E sem dúvidas foi um alívio para os fãs.

Continua após publicidade

A reação de DeLuca, ao ouvir a voz de Meredith, representou a reação dos fãs. Ela é como se fosse a nossa rocha para a série. Se Meredith está bem, firme e forte, sabemos que nós também vamos ficar. E enquanto ela se atualizou de tudo o que estava acontecendo, foi legal vê-la interagindo com Koracick, que é um personagem que ela não tem tanta ligação. Mas, agora, eles também estão unidos pela doença.

Eles ressaltaram o fato de estarem incapacitados para salvarem vidas, e isso incomoda-os muito. O ponto foi tão bem ressaltado que, em certo momento, Meredith acabou indo para o outro quarto ajudar uma paciente que estava em parada respiratória. Se não fosse por ela, a paciente teria morrido, sem dúvidas. Mas o esforço para ela foi muito grande.

Continua após a publicidade
O MIX DE SÉRIES atingiu 10 milhões de visitas mensais e vamos ensinar tudo que aprendemos nessa caminhada! Aumente o tráfego do seu site com técnicas avançadas de SEO.
Faça seu pré-cadastro aqui!

Meredith está com uma condição muito grave e, embora ela aparentasse estar melhorando, na verdade, ela não estava. Seu pulmão entrou em colapso e, infelizmente, chegou o momento que todos adiaram o máximo possível. Meredith acabou indo para o ventilador e foi entubada, ao fim do episódio. Sua vida, certamente, está por um triz, como esteve por várias vezes. A diferença é que, agora, o inimigo é real – não só para ela, mas para todos. E sabemos realmente a gravidade da situação.

Imagem: Divulgação.

Episódio deu destaque para evolução de personagens

Indo um pouco além, o episódio ainda teve tempo de explorar a evolução dos personagens nessa primeira parte de seis episódios. Teddy e Owen, por exemplo, tiveram uma conversa franca. E o médico se deu conta de que, na verdade, ele nunca realmente conheceu a pessoa que a Dra. Altman é.

Eu adoro a escrita de Krista Vernoff, mas, se tem algo que eu realmente não gostei que ela fez na série, foi essa trama envolvendo a traição de Altman. Uma pena ver uma personagem tão amada se transformar nisso. E não é por falta do Owen merecer uns chifres, porque ele realmente é um personagem que não tem muita empatia do público. Mas qual é? Altman é muito melhor do que isso.

A Dra. Bailey ainda está o luto da mãe, mas ela ainda não teve tempo para vivê-lo. E ela vai precisar, se quiser continuar a participar dessa batalha.

O episódio também mostrou o namorado de Maggie vindo para Seattle, encerrando a distância entre eles e, além disso, colocou DeLuca frente a frente da mulher que praticava tráfico humano, motivo que desencadeou seu surto na temporada passada. Lembram que ninguém acredito nele naquele momento? Sim, ele estava certo o tempo todo.

As consequências do Corona

Mas talvez o grande ensinamento deste episódio tenha sido sobre as consequências emocionais que a pandemia vai deixar para os médicos da linha de frente.

Este é o grande ensinamento passado pelo Dr. Weber, em uma conversa franca com Bailey. Foi uma forma dos roteiristas expressarem as preocupações vinda dos próprios médicos.

Muitas pessoas, a maioria que não está ligando muito para a situação, não entende que o emocional destes médicos contam muito. O diálogo de Maggie com Amelia também se encaixa neste pensamento. Ela questiona o fato da doença estar matando mais negros e como que as pessoas não estão nem aí, sem usar máscara, sem fazer distanciamento social e sem se importar. “Se fosse uma doença que estivesse atingindo majoritariamente os brancos, eles ligariam“, aponta ela.

Sem dúvidas, estes pontos precisam ser refletidos pelos espectadores de Grey’s Anatomy. Entenderem que o emocional destes médicos estão no limite e que, após essa pandemia passar, as consequências mentais para eles poderão ser extremamente graves.

Pois bem, chegamos ao final da primeira parte da temporada de Grey’s Anatomy e, agora, retornamos com episódio inédito somente em março. Será uma longa espera, sem dúvidas. Mas precisamos ficar gratos pelos atores terem se esforçado, enfrentado o perigo das gravações e, ao menos, filmarem estes seis episódios.

Fiquem em casa, se protejam e usem máscaras. Até a próxima…

E você, gostou do episódio? Deixe nos comentários e, igualmente, continue acompanhando as novidades do Mix de Séries.

  • Além disso, siga nossas Redes Sociais (InstagramTwitter, Facebook).
  • Baixe também nosso App Mix de Séries para Android no Google Play (Download aqui) e fique por dentro de todas as matérias do nosso site.