Crítica: 2ª temporada de The Politician traz uma deliciosa maratona

Critica The Politician 2 temporada

Série de Ryan Murphy para a Netflix está de volta!

The Politician, a primeira serie original da Netflix idealizada por Ryan Murphy, retornou para sua segunda temporada. Menos de um ano da estreia da série, os fãs voltaram ao universo da política, que na visão do autor está recheado de peculiaridades.

Continua após as recomendações

Claro que a excentricidade no texto de Murphy é sua marca registrada. Mas, no fundo, sabemos que grande parte do que é mostrado nessa série pode mesmo acontecer.

A boa notícia é que, assim como os personagens, a história amadureceu. The Politician retornou como uma série mais centrada, com um objetivo estabelecido e pronta para surpreender o espectador até o último minuto. E de fato surpreendeu.

Continua após a publicidade

A campanha de Payton

O personagem de Ben Platt tem, basicamente, as mesmas ambições mostradas na primeira temporada. Mas aqui ele ainda pensa mais baixo na camada política. Com apenas vinte e dois anos, Payton sabe que precisa dar um passo de cada vez, embora, pra idade dele, seja audacioso concorrer a cadeia do Senado Estadual.

A segunda temporada foca intensamente na corrida eleitoral contra Dede Standish (Judith Light), uma política implacável, que está disposta a jogar sujo para vencer. Mas ao mesmo tempo ela se mostra uma mulher que também tem objetivos claros, tendo feito nos últimos 30 anos alguns avanços consideráveis.

No meio dessa disputa, vimos um atacando o outro, rendendo ótimos momentos para a temporada. O fato de que, a cada episódio, o jogo virava para um lado tornou imprevisível sobre quem poderia vencer – algo que ficou indefinido até os dez minutos finais.

Ao longo do caminho, Payton acabou vendo que não teria outra forma de vencer se não fosse jogar pelos mesmos termos de Dede. Claro que aqui Ryan Murphy recorre ao clichê do bom político que é “forçado” a ter uma campanha suja para se igualar ao seu oponente. Mas sabemos bem que todas as pessoas que se envolvem com este meio entendem que em algum momento precisarão fazer isso.

O trisal, por exemplo, que foi apresentado na primeira temporada, tornou-se centro das atenções nessa temporada, rendendo excelentes piadas, e momentos que, inesperadamente, acabaram sendo protagonizados pelo personagem de Ben Platt. Essa é a prova de que o texto de Ryan Murphy pode te surpreender a qualquer momento.

Falas importantes

Ao contrário do primeiro ano, que perdeu muito tempo na farsa de Infinity Jackson (Zoey Deutch), essa temporada empenhou-se em mostrar, através da campanha de Payton, tópicos importantes.

Em certo ponto, o protagonista é visto em uma foto vestido de índio para o Halloween, que é quando Ryan Murphy aproveita a oportunidade para dar uma aula sobre o que é de fato uma apropriação cultural – feita pela camada dominante – e como que isso é extremamente errado.

Da mesma forma, as tramas de Georgina e Infinity nesta temporada estiveram ligadas às questões ambientais, tendo em um dos episódios uma importante lição sobre como o ser humano produz lixo, o qual não irá a lugar algum, sendo um dos grandes problemas do Planeta Terra. Aliás, essa plataforma é aproveitada por Payton, que utiliza da luta pelo meio ambiente para conquistar o público mais jovem.

Who Wins the Election in 'The Politician' Season 2? Payton or Dede ...

Artimanhas de Payton para vencer as eleições estão ainda melhores. Imagem: Divulgação.

Texto envolvente

Igualmente, ainda temos espaço para alguns integrantes da equipe de Payton ganharem espaço na trama, embora Astrid (Lucy Boynton) e Alice (Julia Schlaepfer) são quem realmente se sobressaem, por estarem sentimentalmente ligadas ao político principal.

E não espere uma série que se leva a sério demais. The Politician faz piada de si mesmo na medida certa, com direito a gongar o final de Game of Thrones e assumir que Gilmore Girls é a maratona guilty pleasure de todos – inclusive de um potencial candidato à Casa Branca.

Mas é no fortalecer da disputa eleitoral que The Politician ganha o público, episódio após episódio, fazendo com que a vontade de ver o que irá acontecer cresça. O fato desta temporada ter apenas sete episódios ainda dá um motivo a mais para que o fã devore rapidamente essa trama.

Quem vence?

Prefiro deixar este texto livre de spoilers, uma vez que o vencedor é revelado faltando apenas dez minutos para a temporada acabar. Mas essa vitória é crucial para os planos que são traçados a partir de então, e que levam o espectador mais uma vez no futuro, tal como a primeira temporada fez.

Ryan Murphy disse que, naturalmente, a história é levar Payton ao cargo de Presidente dos Estados Unidos. Mas será que isso vai mesmo acontecer? Se partirmos das reviravoltas dessa segunda temporada, tudo pode acontecer.

De qualquer forma, The Politician trouxe uma excelente e deliciosa maratona nesta temporada, fazendo com que o espectador fique com um gostinho de quero mais.

Todos os episódios já estão disponíveis na Netflix.

 

E você, o que achou da temporada? Deixe nos comentários e continue acompanhando as novidades das séries aqui no Mix de Séries.

  • Além disso, siga nossas Redes Sociais (Instagram, Twitter, Facebook).
  • Baixe também nosso App Mix de Séries para Android no Google Play (Download aqui) e fique por dentro de todas as matérias do nosso site.
Nota da Temporada9
Crítica da segunda temporada de The Politician, série original da Netflix criada e produzida por Ryan Murphy. Texto sem spoilers.
9
Anderson Narciso

Anderson Narciso

Criador, editor e redator do site Mix de Séries, é apaixonado por séries desde sempre. Fã incondicional de One Tree Hill, ER, Friends, e não perde um episódio da Franquia Chicago.

No comments

Add yours