Crítica: 2×02 de Manifest continuou sem respostas e andando em círculos

Critica Manifest 2x02

Série poderá cansar o público?

O segundo episódio da segunda temporada de Manifest não trouxe absolutamente nenhum acréscimo para a mitologia da série, deixando os espectadores bastante frustrados. O sentimento é que a atração começou a andar em círculos e isso vem questionando o tempo que a série conseguirá se manter de pé no ar. Se continuar assim, será que ela vai expirar antes da data dos passageiros?

No episódio desta semana tivemos, mais uma vez, Ben se envolvendo em uma trama paralela com um dos passageiros do voo 828. A trama até foi legal, uma vez que fez o público duvidar do caráter de um dos passageiros, mas tudo começa a ser visto como repetitivo, principalmente porque não acrescenta em nada na trama principal.

A índole de um dos passageiros

Ben se depara com um dos passageiros, um universitário, que parece confuso com tudo o que está acontecendo. Na ideia de salvá-lo ele acaba se envolvendo demais na história quando o rapaz encontra um corpo, e tudo leva a crer que ele a matou. Achei a história válida, porque eu mesmo já peguei me perguntando se todo mundo ali dentro daquele avião quer fazer somente o bem. Seria bem legal termos um passageiros vilão, ou tocando o terror, mas acabou não sendo o caso deste rapaz.

Continua após a publicidade

Na verdade, ele tava ali para impedir um seria killer de continuar atuando – que tratava ser um segurança do campus. Mas ele, na verdade, tinha um envolvimento com uma história pessoal do passageiro.

Mas seguindo nesta linha, de tentar enxergar algum passageiro como vilão, seria bem interessa se a Major, por exemplo, estivesse no voo e de alguma forma fosse a grande vilã por trás disso tudo. Aliás, gostaria muito que a sua trama fosse desenvolvida, mas o fato de várias coisas estarem sendo deixadas de lado – incluindo a data de morte dos passageiros, acaba deixando a entender que os roteiristas estão um pouco preguiçosos, não acham?

Gravidez é chave para novo mistério?

A gravidez de Grace em Manifest pode não ser tão simples como parece, e talvez os roteiristas tenham perdido a oportunidade de deixar tudo isso mais clara para o público.

No episódio, aparentemente, ela teve um chamado – o que explicaria a paternidade de Ben para o bebê, sendo ele o responsável por este chamado, uma vez que Grace não estava no voo 828. A partir disso, o episódio preferiu explorar o fato de Olive se sentir “excluída” por ser a única da família que não tem chamados (sério, eu ia dar Graças a Deus), ao invés de mostrar o possível verdadeiro caminho que essa trama mostrará: o fato de que os passageiros podem estar começando uma epidemia.

Grace questionou se o bebê terá a mesma data de morte de Ben, por conta dos chamados, mas a trama acabou sendo ignorada – como muitos dos mistérios de Manifest. Porém, esta é uma trama extremamente interessante que precisa ser colocada em destaque. Caso os passageiros tenham filhos, é muito possível que eles já nasçam com a data de validade, e caso ela seja uma outra diferente, ela poderá causar uma onda de mortes coletivas. Afinal, Grace não é a única a se relacionar com algum dos passageiros. E se, ao invés disso, ela for morrer ao dar luz para a criança? Já pensaram nesta possibilidade?

Mais perguntas são colocadas em jogo dentro de Manifest, mas confesso que tudo o que queria nesse momento era algumas respostas.

O caminho de Zeke traçado

Mais uma vez, a trama de Zeke serviu para mostrar que Jared virou um ex ciumento e descontrolado. Porém, eu confesso que estou com um pouco de preguiça dessa história. Também não entendi muito bem porque ele se declarou culpado das acusações. Será que ele acha que, ficando longe de Michaela, ele vai a ajudar?

Aparentemente, com o novo chamado exibido por Cal, parece que Zeke conseguiu enxergar sua meta: salvar Michaela de algo, que ainda não está claro o que é. Será que vai ser graças a ele que ela continuará viva – ao menos até a “data de validade” expirar? Não sabemos, tudo continua, mais uma vez, nebuloso.

O problema destas séries é que elas só lançam uma luz no fim do episódio e, no posterior, voltam a “enrolar” o espectador. Mas Manifest precisa ter em mente que o público poderá se cansar rápido e, assim, deixar a trama na metade do caminho. Que tal parar de “encher linguiça” e nos apresentar respostas? Ficaríamos agradecidos.

O que será que vai acontecer? Vamos ter de aguardar. Portanto, confira abaixo o vídeo promocional do próximo episódio.

 

 

 

Nota do Episódio8
Crítica do segundo episódio da segunda temporada de Manifest, intitulado "Grounded", exibido nos Estados Unidos pelo canal NBC.
8
Tags Manifest
Anderson Narciso

Anderson Narciso

Mestre em História, criador de conteúdo, é o editor responsável e idealizador do Mix de Séries. Eterno órfão de Friends, One Tree Hill e ER, acompanha séries desde que se entende por gente. No Mix é editor de colunas e de notícias e resenha séries semanalmente.

No comments

Add yours