Crítica: 8×05 de Chicago PD emocionou Burgess – e a todos nós

Crítica Chicago PD 8x05

Burgess ganha mais destaque

A oitava temporada de Chicago PD vem nos surpreendendo positivamente. E, com isso, tivemos três bons episódios em sequência!

Continua após as recomendações

O enredo desse quinto episódio nos colocou para pensar sobre a responsabilidade do estado com crianças e adolescentes em situação de rua, ou sem guardiões legais. Muitas crianças, normalmente de periferia, acabam sem alternativas. O que nos leva a lembrar que sim, a oportunidade muda a vida das crianças e adolescentes.

Em um caso de prostituição juvenil – mostrado neste episódio -, ficamos perplexos como a Kim Burgess, com a impotência da polícia para ajudar.

Continua após a publicidade

Os jovens estavam espancando os usuários da prostituição, para conseguir dinheiro e um dia sair daquela vida. Eles já haviam até feito planos de mudança, para uma casa e uma vida melhor. E como julgar o sonho destes adolescentes? Eles utilizaram os meios errados para conseguir o sonho. Mas em um local onde eles se sentem sem suporte, recorrer para a violência e crime não é novidade entre marginalizados.

Meu casal

Gostaria de fazer um parágrafo dedicado ao meu casal preferido, Kim e Adam. Estes dois têm química, já passaram por muito juntos, e continuam fortes.

Adam, ao mesmo tempo que dá suporte a ela, abre os olhos. É claro que Kim está sofrendo com a perda do filho e não consegue ver crianças sofrendo, nem jovens. Ela quer fazer algo além, algo a mais. Pode estar relacionado ao trauma? Pode, mas ela sempre foi assim, de ir além do caso.

Imagem: Divulgação.

Então, ela aceitando Makayla em sua casa não me surpreende. Além disso, fiquei ansiosa agora para saber como a relação do casal vai evoluir. Acredito que tem tudo para dar certo, pois a pequena preencherá o espaço de filha para Kim. Tudo isso sem ela passar pelo processo de afastamento e mudança de trabalho.

No entanto, nós conseguimos ver que esse trabalho é tudo para ela, o qual ela consegue ser muito boa. Quem nasceu para torcer por Burzek nunca será Upstead (risos).

O sistema

Qual será o futuro dessa temporada, com Burgess e Makayla? Kim perguntou ao colega Kevin sobre o que é necessário para cuidar de uma criança, que ficou sem os pais, e que é preta. Lindo diálogo entre eles. Afinal, ela precisa de oportunidade.

Ficar em lares adotivos, no “sistema” como eles falam, não ajuda ninguém. “Ah, mas a pessoa cria resistência”, dizem uns. Por favor, gente, ser humano não é planta transgênica. Gostaríamos sim que todas as crianças do mundo tivessem a oportunidade de ter uma casa, um teto, educação e oportunidade. Sabe o básico? Sem precisar se prostituir por grana. Esse foi o grande aprendizado do episódio.

História válida

Estou louca para ver o futuro dessa temporada. Aliás, agradeço Chicago PD por abordar temas tão importantes e necessários na TV. Kim é nosso anjo, e Voight já não está tentando seu máximo.

O Brasil é um dos países que mais recolhem impostos do mundo. E o Estado apenas constrói muros e impedimentos para lidar com as pessoas sem família, teto e oportunidades. Pelo visto, o mundo moderno é assim, todinho ele. Até quando?

E você, assistiu a este episódio de Chicago PD? Gostou? Deixe nos comentários e, igualmente, continue acompanhando as novidades do Mix de Séries.

  • Além disso, siga nossas Redes Sociais (InstagramTwitter, Facebook).
  • Baixe também nosso App Mix de Séries para Android no Google Play (Download aqui) e fique por dentro de todas as matérias do nosso site.
Nota do episódio10
Crítica do quinto episódio da oitava temporada de Chicago PD, intitulado "In Your Care", exibido nos EUA pelo canal NBC.
10
Tags Chicago PD