Crítica: A Million Little Things mostrou recaída de Eddie no 3×08 e 3×09

Crítica A Million Little Things 3x08

Katherine diz que está chegando no seu limite e Theo a culpa por isso

O oitavo episódio da terceira temporada de A Million Little Things, The Price of Admission, focou no racismo com o qual os asiático-americanos estão lidando. Em boa parte, porque o ex-presidente americano Trump rotulou o novo vírus de “o vírus chinês”. Ao mesmo tempo, Eddie foi obrigado a revelar a verdade para sua esposa sobre sua recaída em seu vício em analgésicos. Será se o casal vai conseguir superar mais essa crise? 

Continua após as recomendações

Já o nono episódio (The Lost Sheep) chegou a fazer piada com seu novo horário nos Estados Unidos, agora às quartas. Mas, além disso, trouxe a decepção de Katherine com seu marido, e ela demonstra que está chegando no seu limite. 

Enquanto isso, Maggie e Jamie ficam cada vez mais próximos e são forçados a tomar uma decisão sobre a amizade colorida entre ele. Já Gina e Rome decidem ajudar Tyrell e sua mãe. 

Continua após a publicidade

Antes de começar a review desses dois últimos episódios, não posso deixar de mencionar a honra que foi para toda equipe do Mix de Series, por ter sido escolhido pela GloboPlay para anunciar, com exclusividade, a data de estreia da terceira temporada na plataforma, dia 16 de abril. 

Gina desconfia de Rome

Ao notar que suas pílulas haviam sumido, Gina, inicialmente, desconfia de Rome, que chega a ficar chateado com essa desconfiança. Porém, ele compreende a preocupação da esposa. Rome e Gina são de longe o melhor casal da série. Eles se amam, são parceiros e um complementa o outro. Aliás, eles me lembram Randall e Beth de This is Us, que estão sempre dispostos a abrir mão de seus conflitos para ajudar o próximo. 

Imagem: ABC/Divulgação

Logo, mesmo sem falar com o marido, Gina toma a decisão de abrigar Tyrell em seu apartamento por alguns dias. Tudo isso, após descobrir que ele estava sozinho e sendo procurado pelo serviço social, já que sua mãe era uma imigrante ilegal. Ela que, aliás, foi levada pelo ICE (a polícia imigratória americana). Rome, como sempre, apoia a decisão da esposa. Mas acredito que eles terão problemas com a justiça após essa atitude.

Alan tenta ajudar Tyrell

Rome acompanha seu pai no aniversário de sua falecida mãe. E eles têm um conflito sobre a existência de Deus, já que Rome perdeu sua fé após a morte de sua mãe. Os motivos? Ele perdeu a criança que iria adotar, a pandemia cancelou seu filme, entre outros. Porém, para agradar seu pai, ele chega a ler um dos versículos favoritos de sua mãe, enquanto eles acendem uma vela para ela. Igualmente, Tyrell pede para acompanhá-los na hora da oração e traz uma foto de sua mãe. 

Alan tenta ajudar Tyrell, mas quando ele revela que sua mãe usou o social security number (um documento americano, como se fosse o CPF para os americanos) de seu falecido pai para trabalhar, Alan diz que isso pode prejudicar ainda mais sua mãe. Da mesma forma, invalidando as tentativas de tirá-la da prisão da imigração. Isso aproxima ainda mais Tyrell de Rome e Gina. Será o Tyrell o filho que Gina e Rome vão adotar? 

Katherine deixa claro que está no seu limite

Quem acompanha a série desde a sua primeira temporada sabe que o casamento de Katherine e Eddie passou por uma emocionante montanha-russa. Foram reviravoltas e muitos altos e baixos. Impossível esquecer o caso que ele teve com Delilah e a bebê Charlie. E, ao revelar para sua esposa que ele teve uma recaída no seu vício, bem como por ter usado a Dakota para cobrir suas mentiras, Katherine deixa claro que está no seu limite. 

Katherine evoluiu bastante durante essas três temporadas. Ela perdoou a traição, a gravidez da amante, aceitou a nova bebe Charlie. E, ainda, ajudou Delilah para não perder sua casa após a morte de Jon. Fora as mentiras de Eddie, sem contar o que ela passou durante sua própria gravidez. Mas ela colocou todas essas feridas de lado e decidiu ficar pela família.  

Theo culpa Katherine pela recaída de Eddie

Achei injusto Theo colocar culpa em Katherine pela recaída de Eddie. Ele diz que a mãe trabalha demais e que deveria ficar em casa cuidando deles. Logo, ela desabafa com Gary, e revela que alguém dessa família precisa pagar pela prestação da casa, as contas, o carro quebrado do vizinho, os remédios, a reabilitação… E que não sabe se vai aguentar passar por mais essa crise.

Gary diz que ninguém irá culpá-la, se ela decidir sair disso. Eddie escuta essa conversa e, após Gary deixá-lo na reabilitação, ele diz que Gary tenta substituir Jon, mas que o amigo não chega aos pés de dele, pois o falecido amigo nunca diria para Katherine abandonar a família. Será o fim do casamento dos pais do Theo?

Theo, seu pequeno fofo “machistazinho”, vamos melhorar esse pensamento, ok? Sei que você ainda é criança, mas já falou coisas anteriormente que foram bem maduras para a sua pequena idade. Antes disso, Katherine descobre que Theo vem passando por preconceito na escola, e Eddie destrói a parte dianteira do carro de um vizinho após ouvi-lo mandar o Theo sair de perto da casa dele para não infectá-lo com o “vírus chinês”. No final do episódio 8, inclusive, Katherine, Theo e Alan deixam uma mensagem para a campanha Stop Asian Hate, (Pare com o ódio aos asiáticos.). 

Gary, Darcy, Maggie e Jamie

No episódio 8, Darcy vai agradecer Maggie por tê-la ajudado a encontrar o tratamento para seu estresse pós-traumático. Já no capitulo 9, Gary faz o mesmo e aproveita para pegar a aliança que ele havia comprado para Maggie. Ela diz que eles tomaram a decisão certa, e que ele só comprou a aliança porque achou que ela estava com câncer terminal e, se tivesse sido verdade, teria sido o melhor último ano da vida dela. 

Igualmente, Gary sendo Gary, percebe que sua ex não está bem. E ela revela que está com ciúmes, pois Jamie está em um encontro, mas que ela o incentivou a ir, já que esse é o acordo entre eles, que não querem relacionamento sério e eles têm a liberdade de saírem com outras pessoas.

Aliás, Jamie conquistou meu coração nesses dois últimos episódios. Ele, com seu humor ácido, porém, leve e irônico. Ao mesmo tempo, um pouco inocente quando ele, sem querer, incentiva Darcy a ouvir o podcast de Maggie.

A despedida de Jamie foi de partir o coração 💔 

Imagem: ABC/Divulgação

Confesso que não esperava a despedida de Jamie. Ainda mais após seu nervosismo na hora do resultado do check-up semestral de Maggie. Igualmente, com o ciúme que ela sentiu dele. Ficou claro que existe um sentimento, mas isso é algo que eles não estão preparados para conversar. E, com ela de lockdown em Boston e ele voltando para Londres, essa conversa ficará ainda mais difícil de acontecer. Estou na torcida para que o voo de Jamie seja cancelado e ele volte na próxima semana. 

Para finalizar, a série já provou que Gary, mesmo sem ter um filho, é excelente com crianças. Além disso, está exercendo muito bem o papel que foi deixado por Delilah. Ele impõe regras de lockdown para Sophie e Danny. No entanto, Sophie não respeita, Gary vai atrás dela e descobre que ela está mentindo sobre seu namorado. E, pelo gancho deixado no final do episódio, parece que Sophie está se encontrando com seu professor de música, mas usando o nome do seu ex-namorado. Lembrando que Sophie tem 15 anos e o professor é bem mais velho e casado.

Pela “promo” do próximo episódio…

Parece que a serie vai falar sobre um outro tema polêmico: a pedofilia. E será logo com Sophie. O criador e showrunner da serie, DJ Nash, sabe como movimentar a série ao trazer temas polêmicos e da atualidade para o horário nobre americano.

A serie já falou sobre depressão, suicídio, racismo, vício, adoção e, nessa temporada, a pandemia e a violência que os asiáticos-americanos estão enfrentando, além do problema imigratório nos Estados Unidos. Agora parece que a série vai falar sobre pedofilia, e isso não será nada fácil para os amigos. Principalmente para o Gary, que deverá se sentir culpado, já que ele prometeu Delilah que cuidaria de seus filhos. 

Outros pontos importantes que merecem ser comentados

  • Em uma cena de apenas dois minutos, conhecemos Jackie, durante uma sessão na reabilitação, e ela colocou Eddie em seu devido lugar. Ele diz que sua maior preocupação era o que sua esposa e seus amigos pensavam sobre ele, e que logo seu filho também poderá pensar da mesma forma. Jackie pergunta como ele pode ser tão egoísta de pensar em como os amigos o enxergam, em vez de pensar em como seus amigos estão machucados, e o que ele esta fazendo Katherine passar. Jackie convence Eddie de que Theo esta mais seguro ao lado de sua esposa nesse momento.
  • Katherine, decepcionada, triste, bêbada, e talvez em uma busca por uma fuga disso tudo, beija Alan. No entanto, isso não vai para frente, por ele saber que ela está magoada e que precisa se acalmar para tentar resolver os problemas de sua família. Será que Katherine não vai perdoar Eddie dessa vez?
  • Não acredito no fim de Jamie e Maggie, tenho esperança de ainda vê-lo na série, mas o londrino foi coerente ao afirmar que eles se apaixonaram. Porém, ele não quer que Maggie cometa o mesmo erro que cometeu com Gary.
  • E, por ultimo, já estamos no episodio dez, e cadê a Delilah?

E você, o que esta achando dessa temporada? Próxima quarta-feira teremos a continuação e veremos como Gary e Sophie vão enfrentar esse novo dilema. Deixe nos comentários e, igualmente, continue acompanhando as novidades do Mix de Séries.

Nota dos episódios9
Crítica dos episódios 3x08 e 3x09 de “A Million Little Things” da “ABC”, intitulado "The Price of Admission” e “The Lost Sheep”.
9

1 comentário

Adicione o seu
  1. Avatar
    Paulo 20 abril, 2021 at 21:35 Responder

    “E, por ultimo, já estamos no episodio dez, e cadê a Delilah?”
    Não está fazendo falta. Já pode ficar na França por mim.
    O problema é que isso tiraria Sophie e Danny (esquecidíssimo) da série e eu prefiro que eles fiquem. Mas ela? Deixem ela lá e devolvam Jamie, que eu achei pra lá de ótimo. Pena que ele só teve interação com Gary e Darcy. Queria vê-lo com os outros.
    Esperando a review do ep 10, que foi pra lá de tenso.

Post a new comment