Crítica: Darvey e Donna se destacam na estreia da 9ª temporada de Suits

Darvey rouba a cena na season premiere de Suits

Depois de uma longa jornada de quase nove anos para os fãs de Suits, a grande espera valeu a pena para vermos Harvey e Donna juntos como um casal. Darvey roubou a cena num retorno morno para essa última temporada. Está certo que os roteiristas estão preparando o terreno para o grande finale, porém, ficou nítido que os personagens estavam completamente perdidos após a retirada de Zane da firma.

Continua após a publicidade

Mas iremos falar sobre isso mais abaixo. O que realmente importa é que Darvey aconteceu e não é nenhuma pegadinha dos roteiristas ou imaginação nossa. É impossível não se identificar com os receios dos dois em assumir o namoro para todos e, de quebra, abrir aquele sorrisinho de ponta a ponta a cada cena deles.

Todas as cenas do casal foram perfeitas. E eu confesso que estava louquinha para saber a reação de Rachel e Mike sobre os dois. Sim, saber que os dois não sumiram por completo e são importantes para o novo casal é algo incrível. Sabemos muito bem que os dois são os melhores amigos de Harvey e Donna e num momento épico como esse, nada mais justo deles serem os primeiros a saberem da grande novidade.

Dentre tantas cenas lindas e inesquecíveis, a última com os dois no antigo apartamento do Mike é a minha favorita. Não sei bem explicar o motivo, o que eu sei que a declaração de Harvey para Donna explicando os motivos que levaram ele a se entregar por completo foi emocionante. Como uma fã de Darvey desde o primeiro episódio, é nítido o quanto eu festejei essa união.

Problemas à vista

Por mais que Darvey venha ser o grande destaque da última temporada, sabemos que os problemas estão longe de acabarem. A firma já passou por tantas coisas e sobreviveu, porém, não podemos dizer o mesmo agora. O fato de Zane ter assumindo a culpa que não era dele, mas sim de Harvey, trará graves consequências para os associados e sócios da Zane Spector Litt Wheeler Williams.

Eu sei que Katrina e Sheila só queriam ajudar, mas elas não entendem o que é a firma. Quando Mike era uma fraude, foi a união da equipe que salvou a empresa. Desta vez, parece que as coisas não serão tão simples assim. Primeiro, porque senti uma divisão entre eles e segundo porque eles estão sendo investigados. Também, depois de tantas burradas que fizeram, era de se esperar que alguém do governo estivesse de olho neles.

A grande pergunta que não quer calar é: quem salvará eles desta vez? Será que esta é a deixa para o grande retorno de Mike Ross? Ou desta vez não haverá solução? É meus caros, parece que só o Chapolin Colorado poderá ajudá-los da grande ameaça nesta última temporada.

E a grande vítima é… Alex?

Pois bem, diante de tantas mudanças e do tsunami deixado por Harvey por conta de Thomas, parece que corda está se arrebentando para o lado de Alex. Afinal, ele era o advogado de Thomas e deveria saber sobre a má conduta do seu sócio Zane.

O resultado foi claro: ele está sendo ameaçado e chantageado para retirar o nome de Robert da sociedade. Mesmo ele sabendo que ele não é o culpado, Alex acabou tomando o lugar do pai da Rachel e está com a corda até o pescoço.

Ainda não sabemos o que acontecerá nos próximos capítulos de Suits e nem se a firma vai acabar, entretanto, uma coisa é certa: tanto Alex como Samantha ganharam o prêmio de personagens mais chatos e insuportáveis do momento. Eu posso até ter gostado da briga dela no ringue com Harvey, mas ainda tenho muito ranço dela. E, com o Alex, não está sendo muito diferente.

Leia também: Produtores comentam reta final de Suits

Está certo que Harvey fez besteira e das grandes. Entretanto, não dá para aceitar a forma como Samantha o tratou depois de descobrir a verdade sobre ele e Donna. Apenas Louis nos fazendo gargalhar com sua inocência e sendo o melhor personagem de Suits no momento.

E vocês, o que acharam da estreia da última temporada de Suits?

Nota do Episódio8
8
Avatar

Gabriella Siggia

Quem eu sou? Eu sou uma em um milhão: escritora nas horas vagas, seriadora de coração, cinemática de plantão e amante da literatura. Divertida, alto astral e bastante bem humorada. Só não achei ainda minha outra pessoa. Ah, música faz parte da minha vida.

No comments

Add yours