Crítica: Episódio 2×18 de The Rookie foi de tirar o fôlego

Critica The Rookie 2x18

Muita adrenalina para um episódio de The Rookie

Em dois anos que eu assisto The Rookie, acho que esse é um dos episódios mais eletrizantes já transmitido.

Além de muita ação, também tivemos aquele pré-season finale que acontece em quase todas as séries, com histórias sendo iniciadas para serem contadas no fim de temporada. Isso não é uma crítica ruim ao formato, pois mesmo sendo algo comum, aqui em The Rookie foi muito bem trabalhado, criando altas expectativas para os dois próximos episódios que encerrarão a temporada.

Péssimo dia para uma visita

A série é sobre John Nolan (Nathan Fillion), o novato mais velho que entrou na polícia LA, mas já não tem como deixar passar o fato de que sua experiência de vida o faz um dos melhores policiais. Neste episódio, ele e Nyla Harper (Mekia Cox) são designados a um programa do governo que os faz levar menores infratores para conhecer uma penitenciária, visando conhecer o possível futuro de quem escolhe o mau caminho.

Na prisão, o velho conhecido de Nolan, o psicopata Oscar Hutchinson (Mattew Glave), aquele responsável por esfaquear o noivo de Angela Lopez (Alyssa Diaz), é um dos que bate papo com os jovens, principalmente com o menino Hector (Zach Garcia), que por coincidência tem o irmão Thomas preso nesta mesma penitenciária.

Continua após a publicidade

Como a sorte nunca está ao lado dos nossos mocinhos, uma rebelião começa, deixando nossos heróis ilhados em um lugar com criminosos loucos. Estamos acostumados a ver a Nyla corajosa, sem nunca termos feito a pergunta que Nolan fez hoje: ela tem medo? Isso a humanizou sem tirar o ar de policial badass que ela é. Junto do parceiro, Nyla foi quem garantiu a segurança dos meninos e voltou para salvar a diretora do presídio. Digo e repito, Nyla Harper, a melhor adição dessa segunda temporada.

E nosso Nolan, sempre bondoso, dando conselhos para Hector a todo momento, que mesmo não querendo ouvir, acabou absorvendo e sendo grato pelas palavras. É bonito de ver que mesmo tendo que ser violento, apanhar direto, sofrer muitas ameaças e risco de morte, John Nolan mantém uma pureza rara de se ver hoje em dia.

O bom coração partido de Nolan

Mas enquanto o trabalho vai muito bem, Nolan não está com muita sorte no relacionamento com Grace (Ali Larter). Logo no início do episódio, o ex-marido de sua namorada aparece do nada e Grace apresenta Nolan apenas como um policial que estava no hospital. Nyla não perde a piada e dá várias indiretas, deixando o casal constrangido e eu aqui morrendo de rir.

Após todo o estresse na penitenciária, Nolan se abre com o Det. Nick Armstrong (Harold Perrineau), que sempre aparece sem esperarmos, mas com sábias palavras. Nosso rookie fala sobre o fato de Grace jantar com o ex e assume que está apaixonado por ela. Armstrong diz que ele devia falar isso para ela, pois só assim Grace saberá que página estão.

Nesse momento, Grace surge na delegacia e tudo se encaminhava para um momento romântico, mas a loira diz que o filho está com problemas na escola por conta do divórcio e que pensa em voltar com ex para ajudar. Pelamor, a cara do Nolan me deixou acabado. De que adianta ter o coração bom se sempre é estilhaçado?

Bradford e seu relacionamento morno

Essa semana a história de Tim Bradford (Eric Winter) e Lucy Chen (Melissa O’Neil) não foi tão empolgante, mas criou alicerce para o que podemos esperar no fim da temporada.

Acho que todos sabem que eu torço demais para que a dupla vire um casal, eles super combinam e se entendem, mas nesse momento os olhos de Tim estão fixos em Rachel (Jasmine Mathews), que nessa semana, fez uma besteira colossal (e que infelizmente, é bem comum).

A assistente social suspeitou que uma mãe estava envenenando o próprio filho. Todos os sintomas estavam lá, sempre doente em casa, mas com melhora no hospital. Sem pensar duas vezes, Rachel pediu para retirar a guarda da mãe, levando a criança embora. O resultado final não foi uma grande surpresa: descobrimos que uma empresa estava despejando líquido tóxico na região e várias crianças estavam ficando doentes, tudo por causa da água. Rachel se sentiu mal por tudo que causou e acabamos vendo um Tim amoroso, resolvendo os problemas da amada.

Com tanto romance, eu até estava desanimado pensando que realmente ela seria a pessoa escolhida pelos roteiristas a ficar com o Tim Bradford.

Mas não, eles devolveram minhas esperanças! Rachel arranjou um emprego em NY (que clichê) e vai embora em um mês. Ela até chamou o Bradford, mas convenhamos que ele não aceitou ser sargento em outro distrito por conta da Chen, quem dirá ir para outro estado e começando uma carreira praticamente do zero. Ou seja, meu casal ainda vive!

Lopez sendo julgada por um app

A história de Angela Lopez e Jackson West (Titus Makin Jr) foi até que bem interessante. A oficial foi listada como uma das policiais que tem mais risco de causar danos financeiros ao estado em suas ações de combate ao crime. Obviamente, ela ficou revoltada e levou para ronda o dono da agência que fez este estudo, um jovem chamado Elvis Grimaldi (Graham Patrick Martin). Jackson tenta de todo modo mostrar o lado bondoso de Angela, mas ela leva o garoto para uma ação perigosa, junto com o Det. Amstrong (muito avulso, de novo).

A ação foi apenas um demonstrativo da capacidade da policial, que igual Nyla Harper, mostra que as mulheres policiais são duras na queda. Além disso, tivemos um segundo caso, quando um homem entrou na sede da empresa de Elvis e começou a atirar nas pessoas. Jackson e Lopez agiram com muita habilidade e destreza, mostrando que são realmente capacitados e provando de uma vez por todas que Angela é totalmente diferente do que os números mostram. E claro, vimos no final que na verdade, Elvis confundiu a Lopez com outra oficial de um outro distrito.

Próxima semana

Depois desse episódio eletrizante e com muitas informações, fico ansioso para a próxima semana, que exibirá a primeira parte do season finale. Só de ver o trailer, que está logo abaixo, fiquei sem ar. E vocês, animados? Até semana que vem!

Nota do episódio8.5
Crítica do décimo oitavo episódio da segunda temporada de The Rookie, da ABC, intitulado “Under The Gun”.
8.5
Tags The Rookie
Arthur Gonçalves

Arthur Gonçalves

Publicitário e roteirista amador que é praticamente uma wikipédia de séries.

No comments

Add yours