Netflix superou expectativas financeiras com 7 milhões de novos assinantes em 2018

Altered Carbon, Netflix, Wall Street, Mercado Financeiro, Altered,
Imagem: Netflix/Divulgação
Altered Carbon, Netflix, Wall Street, Mercado Financeiro, Altered,
Imagem: Netflix/Divulgação

Sim senhores, a Netflix fez de novo

A Netflix anunciou nesta segunda-feira (16), logo após o fechamento do mercado financeiro, os resultados do primeiro trimestre de 2018. Novamente superando as expectativas, o serviço de streaming surpreendeu. As informações são da Reuters e da CNBC.

Continua após publicidade

Os bons resultados vieram tanto do mercado doméstico quando no internacional. Nos Estados Unidos foram adicionados quase dois milhões de assinantes, segundo estimativa da StreetAccount, bem acima dos 1.48 milhão esperados pelo mercado. Já ao redor do mundo, a FactSet estima que a empresa conquistou mais 5.46 milhões consumidores, superior aos 5.02 milhões esperados por Wall Street.

Continua após a publicidade

A cotação das ações futuras disparou 6% após o fechamento do mercado, mesmo após um dia inteiro no vermelho em virtude das baixas expectativas do mercado. A receita, entretanto, ficou dentro do que o mercado esperava. Segundo estimativas da Reuters, a empresa faturou 3.7 bilhões de dólares nos primeiros três meses de 2018, o que é praticamente o que se esperava (3.69 bilhões).

Continua após publicidade

O conteúdo original foi responsável pelo grande sucesso da empresa, mesmo que uma pesquisa recente argumente o contrário. Fala-se que Altered Carbon, ainda não renovada para 2ª temporada, foi uma das séries originais que mais proporcionaram o crescimento.

Continua após publicidade

Para o segundo trimestre há alguns títulos interessantes. 3% retorna com novos episódios; Adam Sandler estreia seu novo filme de comédia, The Week Of; a primeira parte da quarta temporada de Unbreakable Kimmy Schmidt é lançada, acompanhada do segundo ano de Marvel’s Luke Cage.

Catarinense e bacharel de direito. Escrevo sobre entretenimento desde 2010, mas comecei com política internacional depois da campanha americana de 2016. Adoro uma premiação e um debate político, mas sempre estou lendo ou assistindo algo interessante. Quer saber mais? Me pague um café e vamos conversar.