O final da 2ª temporada de O Mundo Sombrio de Sabrina explicado

Esse artigo contém SPOILERS de O Mundo Sombrio de Sabrina

O final da segunda temporada de O Mundo Sombrio de Sabrina pode ser definido como “UAU”. O “Capítulo 20: The Mephisto Waltz” é um surpreendente e emocionante episódio que uniu a maior parte dos enredos da série até hoje. Também abriu para ecoar sobre a ameaça de Sabrina ao Padre Blackwood do início da temporada. Sendo assim, o episódio é uma caixa de Pandora de possibilidades narrativas.

Sabemos que a série foi renovada pela Netflix por mais duas temporadas, então não precisamos nos preocupar sobre finais em aberto. O que é o caso deste…

O que acontece no final?

A segunda temporada termina com o chamado Fright Clube de Sabrina, incluindo Harvey (Ross Lynch), Theo (Lachlan Wilson) e Roz (Jaz Sinclair), prometendo entrar no Inferno para recuperar Nicholas (Gavin Leatherwood).

Nicholas já havia se ligado a Lucifer Morningstar (Luke Cook). Ele queria impedir que o Lorde das Trevas desencadeasse o apocalipse em Greendale e na Terra. Lilith (Michelle Gomez) se tornou a própria Dama Negra, agora que Lúcifer é banido. Além disso, ela enviou Nicholas ao Inferno com o Lorde das Trevas. Tudo isso, depois que Ambrose Spellman (Chance Perdomo) lançou um feitiço de sono nele.

O amor de Nicholas e Sabrina já havia sido previamente testado. Isso porque Lúcifer revelou que ele havia dito a Nicholas para se aproximar de Sabrina. No entanto, Nicholas disse a ela que ele havia se apaixonado pela bruxa depois de tudo. Sabrina inicialmente desconfia de Nicholas por causa desta revelação, mas no final, se vê literalmente pronta para ir para ao inferno e buscá-lo.

still from the sabrina season 2 ending

Sabrina confronta Lucifer no final da 2ª temporada. Imagem: Netflix/Divulgação.

Além disso, esta não é a única revelação que aparece no final da segunda temporada. Lúcifer revelou que ele é o pai de Sabrina depois que Edward Spellman (Georgie Daburas) fez um acordo com ele quando sua esposa não pudera engravidar. Isso explica porque o Lorde das Trevas queria Sabrina como sua Rainha do Inferno. No entanto, isso também acabou como a ruína de Lúcifer, pois fez com que Lilith, que havia sido sua donzela por milênios, se voltasse contra ele com ciúmes.

Mais reviravoltas

No entanto, o episódio não só viu Lúcifer sendo derrotado, mas também viu o início da queda do Padre Blackwood (Richard Coyle). Depois que Blackwood descobriu que Sabrina era filha do Lorde das Trevas, ele envenenou todo o clã em vez de deixar Sabrina dominá-los.

Isso leva a Prudence (Tati Gabrielle) a se voltar contra seu pai depois que ela encontra Dorcas (Abigail Cowen) e Agatha (Adeline Rudolph) perto da morte. Felizmente, Hilda e Zelda são capazes de revivê-los e Prudence parte em uma missão para se vingar de seu pai.

Também no final da segunda temporada de Sabrina, Lilith deu dois presentes a Sabrina por seu papel na armadilha de Lúcifer. A primeira é conceder a Sabrina seus poderes de volta depois que ela os entregou para criar a mandrágora e a segunda foi devolver à senhora Wardwell seu corpo.

Leia aqui a crítica completa da segunda temporada – SEM SPOILERS

A grande questão, a partir de agora, é para onde a série vai?

A resposta mais óbvia vem diretamente da própria Sabrina. “Vamos para o inferno e trazer o meu namorado de volta“, declara animadamente a Theo, Roz e Harvey. Todos, assim, estão prontos para a próxima aventura no Clube Fright.

Com a nova aliança entre Sabrina e Lilith, ela não deveria ter problemas para voltar ao inferno. Mas como pode Nick ser separado de Lúcifer sem que este se libertasse e fizesse vingança contra seu crescente grupo de inimigos?

Esse é um problema para o showrunner Roberto Aguirre-Sacasa e o resto dos escritores descobrirem. Como este segundo lote de episódios ilustra, essa é uma série que está apenas se aquecendo. Conte com mais obstáculos a serem lançados nos caminhos de nossos personagens. Na verdade, é um movimento extremamente ousado para a série deixar de lado Satanás logo no começo, algo que cheira a confiança e planejamento. Os produtores estão voando muito perto do sol aqui? Possivelmente. Embora seja mais provável que eles tenham mais truques na manga do que Nick Scratch em um show de talentos da Academy of the Unseen Arts.

Confiante mas insegura?

Tendo morrido e ressuscitado, perdido e recuperado seus poderes, além de quase ter causado o fim do mundo, Sabrina está agora mais forte e confiante do que nunca. Seus inimigos não serão subestimados novamente, e no caso de Lilith, ela realmente parece ser respeitada por seu antigo inimigo.

Entretanto, a série vacila em um aspecto. Em uma história que é tão progressiva em mostrar como o patriarcado precisa ser destruído, o pensamento imediato de Sabrina é salvar Nick. Ela não precisa estar com um homem para ser completa. Sem dúvidas, seria bom ver isso abordado em episódios futuros. Sabrina também deve levar algum tempo para analisar que, embora Nick tenha se sacrificado para deter os planos de Lúcifer, sua traição não deveria ser perdoada tão rapidamente. Se houver alguma dúvida, o coração de Sabrina é bom, apesar de seu verdadeiro parentesco. Entretanto, seu desejo de resgatar o homem que quase lhe custou tudo é até demais.

E você, o que achou do final da segunda temporada de O Mundo Sombrio de Sabrina?

Leia também: O Mundo Sombrio de Sabrina, 3ª temporada – Data e Spoilers

Anderson Narciso

Anderson Narciso

Mestre em História, apaixonado por mídias, é o editor responsável e idealizador do Mix de Séries. Eterno órfão de Friends, One Tree Hill e ER, acompanha séries desde que se entende por gente. No Mix é editor de colunas e de notícias, escreve a coluna 5 Razões e resenha a série Gotham.

No comments

Add yours