Por que o final original de Karate Kid é tão importante para Cobra Kai

Final Karate Kid importante Cobra Kai

O final original do filme tem detalhe importante

Atenção, antes de seguir neste texto, saiba que ele possui SPOILERS da segunda e terceira temporada de Cobra Kai.

Continua após publicidade

A série de sucesso da Netflix, Cobra Kai, fez praticamente uma trajetória impecável em suas três primeiras temporadas.

Continua após a publicidade

O spin-off de Karate Kid, que mostra Johnny Lawrence (William Zabka) e seu arquirrival Daniel LaRusso (Ralph Macchio) depois de mais de três décadas, é uma das melhores séries da TV atualmente, graças à sua mistura delicada de humor, drama, emoção, bem como ação.

Continua após publicidade

E, claro, existem muitos responsáveis por isso: Zabka, Macchio e Martin Kove, como o sinistro sensei John Kreese, que voltaram confortavelmente a seus antigos papéis. E ainda temos os novos personagens, dando destaque para Xolo Maridueña como o adolescente intimidado que virou campeão de karatê Miguel, e Mary Mouser como filha de Daniel Samantha.

Mas você tem que dar o braço a torcer para os escritores da série, que dão ao elenco diversas histórias interessantes e cenas individuais atraentes, enquanto incluem muitas ligações narrativas para os filmes antigos de forma incrível.

Continua após publicidade

De volta ao passado

O reaparecimento de Kreese no final da primeira temporada estava programado para causar uma ou duas rugas interessantes para a história. Mas acabou se tornando muito mais significativo do que isso. Afinal, aos poucos, ele se tornou o grande antagonista da série, assumindo inclusive o controle do Cobra Kai dojo de Johnny. Logo, começou a manipular os alunos mais voláteis em atos de vandalismo, assédio e violência contra os alunos de Daniel, entre outros.

Claro que os fãs de Karate Kid conhecem Kreese como um durão que leva a sério seu próprio mantra “Ataque primeiro, ataque com força, sem misericórdia”. E que, além disso, não tem problemas em instruir seus alunos a trapacear para vencer.

Continua após a publicidade
O MIX DE SÉRIES atingiu 10 milhões de visitas mensais e vamos ensinar tudo que aprendemos nessa caminhada! Aumente o tráfego do seu site com técnicas avançadas de SEO.
Faça seu pré-cadastro aqui!
Imagem: Divulgação.

Mas, agora, o grande vilão de Cobra Kai pode ter surpreendido os fãs que nunca viram a sequência do filme de 1986, Karate Kid Parte II.

Isso porque a cena de abertura desse filme foi originalmente concebida para ser a cena final do primeiro filme. E nela fica claro que Kreese não é apenas eticamente desafiado, mas um cara completamente sem moral.

O final original do filme coloca Kreese como um verdadeiro vilão

O final original do filme Karate Kid, que acabou abrindo Karate Kid Parte II, ocorre imediatamente após a vitória de Daniel sobre Johnny no torneio de karatê do All-Valley. Enquanto Daniel e seu amado mentor Miyagi estão em clima de celebração, Johnny e Kreese estão discutindo.

Do outro lado do estacionamento, eles observam Kreese agindo impiedosamente com Johnny devido a seu segundo lugar. E quando Johnny tenta se defender dizendo que fez o seu melhor, Kreese o chama de perdedor. Então, ele parte seu troféu de vice-campeão ao meio. “Sabe, você está realmente doente, cara”, diz Johnny – e é então que Kreese leva a discussão entre ele e Johnny, um garoto de 17 anos, longe demais.

Discussão acirrada

Ele agarra Johnny e o dá uma chave de braço. Assim, ele o sufoca, mesmo com os protestos dos outros alunos do Cobra Kai. É então que o sensei de Daniel, Sr. Miyagi, intervém.

Ele diz a Kreese para deixar Johnny ir e, quando o companheiro de equipe do garoto, Tommy, concorda, Kreese dá um soco no garoto, jogando-o no chão. Kreese então diz a Miyagi para parar, usando um termo chocantemente racista e dizendo que ele será o próximo se persistir.

Miyagi liberta Johnny e, então, Kreese assume uma posição de combate. Claro, Miyagi consegue levar a melhor, não por meio de habilidades de luta superiores, mas capitalizando a própria volatilidade de seu oponente.

Kreese tenta atingir Miyagi duas vezes, mas Miyagi simplesmente evita cada golpe, que acaba machucando Kreese. Com os punhos cortados, Kreese cai de joelhos. E Miyagi, depois de provocar Kreese com suas próprias palavras sobre nunca mostrar misericórdia a um oponente, finge estar pronto para dar um golpe mortal. Mas ele acaba buzinando comicamente o nariz de Kreese e deixa ele ir.

Quando Daniel pergunta por que ele fez isso, Miyagi profere uma frase reveladora. “Para uma pessoa sem perdão no coração, viver é uma punição ainda pior do que a morte.

Cobra Kai fatos terríveis Karate Kid
Imagem: Divulgação.

Sem piedade em Cobra Kai

Esse incidente, na verdade, ajuda a explicar o reencontro de Kreese e Johnny. Logo após Miguel ganhar o título no final da 1ª temporada, Johnny fica receoso ao vê-lo.

Mas Kreese convence seu ex-aluno a deixá-lo voltar ao grupo, só que essa é uma decisão da qual Johnny se arrepende quase imediatamente.

Kreese prontamente começa a desviar os alunos do Cobra Kai da filosofia de desenvolvimento de Johnny (que poderia ser descrita como “crueldade ética“). Ele leva-os, assim, em direção a sua própria abordagem de vitória a qualquer custo. Para Johnny, seu oponente é seu inimigo – resultando em uma escalada rápida e dramática do conflito entre alguns dos alunos mais voláteis de Cobra Kai e seus rivais Miyagi-do.

A total incapacidade de Kreese de aceitar a derrota leva a seu gambito mais cruel: quando Johnny inequivocamente rejeita seu antigo mentor, Kreese emprega táticas desleais para assumir o Cobra Kai dojo. E, consequentemente, deixar Johnny sozinho.

Mesmo assim, porém, a tendência de Kreese para a manipulação permite que ele acredite que Johnny acabará implorando para voltar. Mas Kreese quebra a cara, pois isso nunca acontece.

Cobra Kai
Imagem: Netflix/Divulgação

Consequências

Kreese simplesmente parece se deleitar em ser um agente do caos. E, também, de instilar a mesma tendência em seus jovens pupilos.

No final da 3ª temporada de Cobra Kai, suas maquinações culminam com os alunos do Cobra Kai montando um ataque a Miyagi-do na casa de LaRusso, enquanto Daniel e sua esposa Amanda estão em uma festa de Natal.

Quando Daniel confronta Kreese no Cobra Kai dojo depois, Kreese chega a momentos de realmente quase matar Daniel – ele até mesmo, ameaçadoramente, diz que é hora de Daniel e seu falecido mentor Miyagi se “reunirem”.

E, quando nos lembramos daquele incidente antigo em que ele quase sufocou Johnny até a morte, acreditamos que ele é mais do que capaz de cumprir essa ameaça. Na verdade, Kreese se tornou um dos vilões mais assustadores na história. E mesmo que ele, Johnny e Daniel tenham concordado em resolver suas diferenças no próximo torneio de karatê, temos a sensação de que ele poderá não cumprir a sua palavra.

Bem, agora, só nós resta aguardar a quarta temporada.

E você, concorda que o final de Karate Kid original explica o comportamento de Kreese? Deixe nos comentários e, igualmente, continue acompanhando as novidades do Mix de Séries.

  • Além disso, siga nossas Redes Sociais (InstagramTwitter, Facebook).
  • Baixe também nosso App Mix de Séries para Android no Google Play (Download aqui) e fique por dentro de todas as matérias do nosso site.