CSI volta hoje com nova temporada, 6 anos após final original

CSI Vegas servirá como sequência da série original e terá Grissom, Sara e mais personagens originais.

CSI Vegas série

O laboratório criminal de CSI está aberto novamente. Hoje, 06 de outubro, irá ao ar nos Estados Unidos o primeiro episódio de CSI Vegas, nova série que será uma espécie de continuação da série original. A produção, que ficou no ar por 15 temporadas, exibiu seu último episódio em 27 de setembro de 2015. Mas, agora, retornará!

Continua após publicidade

A CBS estreará hoje a nova versão, CSI Vegas, que chega 21 anos depois da CSI original mostrar Las Vegas como um lugar onde residentes e visitantes provavelmente serão assassinados de maneira bem elaborada.

Continua após a publicidade

A sinopse oficial do canal, inclusive, já ofereceu alguns detalhes dos novos episódios. De acordo com o texto, os personagens chegarão “enfrentando uma ameaça existencial que poderia derrubar todo o Laboratório Criminal. E, ainda, libertar milhares de assassinos condenados de volta às ruas iluminadas por neon de Las Vegas. Dessa forma, uma nova equipe brilhante de investigadores deve contar com a ajuda de velhos amigos. Incluindo Gil Grissom, Sara Sidle, bem como David Hodges (Wallace Langham).”.

Continua após publicidade

Sim, veremos uma nova CSI, mas com vários personagens antigos. E se você achou que isso fosse impossível de acontecer, acredite, os próprios atores também acharam.

Retorno de velhos amigos

A atriz Jorja Fox presumiu que ela tinha deixado Sara Sidle para trás. A analista que ela interpretou, intermitentemente, desde o segundo episódio da série, voltou para o final de CSI em duas partes em 2015. Ela foi acompanhada por Gil Grissom (William Petersen), o interesse amoroso de Sara e o supervisor original do laboratório criminal do programa, para dar à série uma despedida adequada.

Continua após publicidade

Leia também: Detalhes em CSI torna a série irrealista

“Eu absolutamente pensei que era o fim da história. Que havíamos feito todos os capítulos daquele livro”, diz Fox em entrevista ao Review Journal.

“Tivemos muita sorte de conseguir um final. Aliás, tão poucos programas conseguem isso. E o fato de ter sido um final feliz tornou, eu acho, ainda mais raro. Como encontrar uma pérola. Eu estava, tipo, ‘OK, é isso’. E eu estava muito, muito feliz onde Sara e Grissom foram deixados.”

CSI Vegas
Imagem: Divulgação.

Os produtores que fizeram a série original e as derivadas – CSI: Miami, CSI: NY, bem como CSI: Cyber – logo tiveram outras ideias. Então, eles entraram em contato com Fox em 2019 para avaliar o interesse dela em uma série limitada que celebraria o 20º aniversário do programa no ano seguinte.

“Foi fácil para mim dizer sim a isso”, Fox admite. “Mas era importante para mim que, se Sara fosse voltar, eu realmente queria que ela voltasse com Grissom. Você sabe, eles estavam juntos. Para que realmente funcionasse, pelo menos em termos de história para mim, eu realmente queria que fossem os dois.”

Portanto, ela realizou seu desejo, quando Sara e Grissom se reuniram para o que viria a ser CSI: Vegas. Além disso, eles vão se encontrar com o técnico de laboratório David Hodges (Wallace Langham) e o detetive de homicídios aposentado Jim Brass (Paul Guilfoyle).

Uma nova CSI

Jason Tracey veio para Hollywood para fazer filmes. Então, em 2000, ele assistiu CSI. Tendo sido atraído por sua qualidade cinematográfica, ele chama a série de “um dos programas que me convenceu a tentar escrever para a televisão”. Ele logo se tornaria conhecido como escritor e produtor de Burn Notice, do USA e de Elementary, da CBS.

Leia também: O real motivo da demissão de George Eads e Jorja Fox em CSI

Quando Tracey soube que novas ideias estavam sendo buscadas para um renascimento de CSI, ele agarrou a chance. “Estarei lá quando seus escritórios abrirem na segunda-feira de manhã”, ele se lembra de ter dito aos executivos. “Eu estarei circulando no estacionamento.”.

CSI Vegas
Imagem: Divulgação.

O que Tracey apresentou foi um arco de 10 episódios de uma temporada que veria Grissom e Sara trabalhando ao lado de novos recrutas. Mas não seria algo em vão. Seria para defender seu trabalho anterior – e manter os monstros condenados atrás das grades.

Tracey será o responsável por suceder o trabalho de Anthony Zuiker, criador original do programa. “Eu precisava entender, para o futuro da franquia, que Jason precisava ter espaço suficiente para nos levar aonde precisávamos ir”, explica ele. “Então, realmente não se tratava de contratar um mini ‘eu’. Tratava-se realmente de orientá-lo sobre o que somos. Cultural, bem como cientificamente. E, portanto, permitir que ele fosse capaz de mover a franquia para uma direção nova e fresca.”

A versão original, CSI: Crime Scene Investigation, estreou em 06 de outubro de 2000 e ficou no ar até 2015. Nesse período, o drama policial liderou a audiência para CBS durante anos. Sem contar que até 2010 ainda era a série mais assistida no mundo. Ao todo, a franquia geral mais de US$ 1 bilhão para os cofres do canal.

E então, animado com o retorno? Infelizmente, aqui no Brasil, ainda não há previsão de estreia.

Criador do Mix de Séries, atua hoje como redator e editor chefe do portal. Especialista em SEO e construção de textos para internet, também atua como webwriter com foco em textos para o Google. Autor na internet desde 2011, passou pelos portais TeleSéries e Box de Séries. Fã de carteirinha de Friends, ER e One Tree Hill, é aficionado pelo mundo dos seriados. Também é fã de procedurais, sabendo tudo sobre o universo das séries Chicago, Grey's Anatomy, e séries de sucesso como La Casa de Papel e Lucifer. Também é fã da DC Comics, e acompanha produções inspiradas em personagens da editora, como Titans e até o mais recente produto da editora, Sweet Tooth.