Documentário de Daniella Perez faz grande revelação nos novos episódios

Novos episódios de Pacto Brutal traz grandes revelações.

documentário Daniella Perez

Pacto Brutal, o documentário de Daniella Perez que conta a verdade sobre seu assassinato, estreou seus episódios finais no HBO Max. E se o público já tinha ficado impactado com as história que os dois primeiros episódios contaram, ficarão ainda mais com as grandes revelações que os três últimos fazem.

Continua após publicidade

Como os espectadores puderem conferir, Pacto Brutal refaz o assassinato de Daniella Perez. E então, conta todas as suspeitas e teorias que estiveram em volta do caso que chocou o Brasil em 1992, bem como nos anos decorrentes.

Dessa forma, os episódios 3, 4 e 5 destacam como que Glória Perez lidou com a situação depois do assassinato. Bem como suas lutas para mudar a lei de crime hediondo.

Continua após publicidade

Gloria Perez faz grande revelação sobre como ela investigou o caso

documentário Daniella Perez
Imagem: Divulgação.

No documentário sobre Daniella Perez para o HBO Max, Glória Perez fez grandes revelações. Incluindo sobre como ajudou nas investigações, e como ela atuou por conta própria depois do crime.

Em determinado ponto, ela conta como que foi ela quem descobriu os nomes do frentistas do posto de gasolina. Local onde Guilherme de Pádua encurralou Daniella, e como que conseguiu convencê-los a depor. Todos, de origem muito humilde, estavam com medo de se exporem. Mas suas falas foram decisivas para confirmar e recriar os momentos antes do assassinato de Daniella Perez.

Leia também: Pacto Brutal: por que Guilherme de Pádua matou Daniella Perez?

Além disso, Glória Perez revelou o duro momento em que, quando descobriu quem era o homem do posto que lavou o carro de Guilherme de Pádua depois do crime, como que ela chegou até ele. Ela relembra um episódio em que ficou o dia inteiro sentada no meio fio da calçada, diante da casa dele, esperando. E que chegou a tomar até chuva. Tais depoimentos, então, se mostraram imprescindíveis para a construção do caso, onde se confirmou que era Pádua, junto de sua esposa, Paula Thomaz, os autores do crime.

Continua após publicidade

Permanência de Guilherme de Pádua na prisão também foi destaque no documentário de Daniella Perez

documentário Daniella Perez
Imagem: Divulgação.

Além de destacar todo o movimento de Glória Perez, que reuniu cerca de 1,3 milhões de assinaturas em um abaixo assinado para mudar a Lei de Crimes Hediondos entre 1993 e 1994, o documentário de Daniella Perez também teve momentos intrigantes.

Vimos como que o crime poderia estar relacionado a rituais que se ligavam a trajetória de Guilherme de Pádua. Mas também vimos um comportamento extremamente psicótico na cadeia. Em um dos episódios, vemos sobre o livro que ele escreveu na cadeia. Nesse livro, ele revela atrocidades, incluindo o fato dele ter se m*sturbado no chuveiro depois de cometer o crime.

Leia também: Pacto Brutal choca com a verdade sobre morte de Daniella Perez

Da mesma forma, Pádua entrega a obsessão que tinha com a fama, e o fato de que seu personagem ser ofuscado ou mesmo afastado da novela lhe incomodava. De acordo com o documentário do HBO Max, Pádua queria subir na vida a qualquer preço, e muitos relatos apontam que ele disse, por diversas vezes, que faria de tudo para isso.

Continua após publicidade

Ainda sobre o Bira, seu personagem na novela De Corpo e Alma, Guilherme de Pádua chegou a dizer que “faria qualquer coisa para Bira ficar com Yasmin”.

Então, no documentário, Glória Perez afirma que tem certeza que as apunhaladas que ele deu na sua filha eram, na verdade para ela. Mas como Guilherme de Pádua não conseguiu chegar até ela, ele atingiu o que estava próximo – no caso, Daniella.

Em certo ponto, Paula, confessou na cadeia que não se arrependia de ter participado do crime. E que ela tinha muita raiva de Daniella. Que depois, Guilherme assumiu que nunca acontecera nada entre eles, mas que ele queria se firmar na Globo. Por isso, deveria ter “investido na mãe” e não na filha.

Glória Perez fez mais revelações no documentário de Daniella Perez

Outro ponto que chama atenção nos novos episódios foi como que, ao longo dos anos, tentaram por diversas vezes roubarem o túmulo de Daniella.

Tal fato, por muito tempo, não era de conhecimento do público. Glória, inclusive, relata os problemas que teve para remover o corpo de Daniella Perez do local onde estava enterrada. E que, no réveillon de 1999 para 2000, o corpo de Daniella precisou estar em um cofre, para não ser saqueado.

Os episódios finais já estão disponíveis no HBO Max.

Criador do Mix de Séries, atua hoje como redator e editor chefe do portal. Especialista em SEO e construção de textos para internet, também atua como webwriter com foco em textos para o Google. Autor na internet desde 2011, passou pelos portais TeleSéries e Box de Séries. Fã de carteirinha de Friends, ER e One Tree Hill, é aficionado pelo mundo dos seriados. Também é fã de procedurais, sabendo tudo sobre o universo das séries Chicago, Grey's Anatomy, e séries de sucesso como La Casa de Papel e Lucifer. Também é fã da DC Comics, e acompanha produções inspiradas em personagens da editora, como Titans e até o mais recente produto da editora, Sweet Tooth.