Após suicídio, justiça arquiva processo de pornografia infantil contra Mark Salling

Imagem: FOX/Divulgação

Continua após as recomendações

 Caso de pornografia contra ator de Glee

As vítimas no caso de pornografia infantil contra o ator de Glee, Mark Salling, devem ficar sem indenização. Isso porque a justiça americana arquivou oficialmente o caso, após a morte do ator.

O pedido de arquivamento foi solicitado pelo Ministério Público dos Estados Unidos. Como o ator morreu antes do anúncio oficial da sentença, a negociação não foi concluída e o julgamento perdeu o poder de pagamento.

Continua após a publicidade

Mark Salling ficou famoso por interpretar o rebelde Puck na série musical criada por Ryan Murphy. Desde 2015 o ator enfrentava acusações de posse de pornografia infantil. Em outubro do ano passado, Mark se declarou culpado e fez um acordo com a promotoria.

Imagem: FOX

Ator cumpriria até 7 anos de prisão

O ator seria condenado em breve e iria cumprir de 4 a 7 anos de cadeia. O acordo também previa que ele se registrasse como um agressor sexual, além do pagamento de U$ 50 mil dólares a cada uma das vítimas que solicitaram.

No dia 30 de janeiro, Mark foi encontrado morto próximo de sua casa. A causa da morte foi asfixia por enforcamento. Após a divulgação da morte, membros do elenco e produtores de Glee prestaram homenagens ao ator na internet.

Nenhum comentário

Adicione o seu