As 11 melhores séries de gangues e máfia da TV

séries de gangues

Os gangsteres e mafiosos das séries são aqueles personagens que amamos odiar, ou odiamos amar. De anti-heróis a vilões puramente maldosos, os bandidos da TV formam uma galeria interessante de ação, drama e suspense. Por isso, depois de listarmos os destaques entre as séries de investigação e as de crimes reais, agora elencamos as melhores séries de gangues e máfia da televisão.

Continua após publicidade

Então, fique à vontade, encontre o álibi perfeito e não esqueça: você não viu nada. Siga em frente!

Breaking Bad

Breaking Bad

Em um primeiro momento, Breaking Bad pode não parecer uma das séries de gangues ou máfia. E devemos confessar: nós nem a colocaríamos nesta lista. Mas, ao pensarmos por breves segundos, chegamos à conclusão óbvia: Breaking Bad não só é uma série sobre máfia e gângsteres como deve ser a melhor do gênero. Ao melhor estilo O Poderoso Chefão, a série conta a ascensão e queda de Walther White/Heisenberg como chefe do tráfico de meta-anfetamina.

Continua após publicidade

Leia também: Por onde anda o elenco de Breaking Bad

De professor de Química à gângster impiedoso, Heisenberg é um espelho de Michael Corleone ou Scarface. São homens aparentemente comuns que, sob circunstâncias adversas, se transformam em seres violentos e imprevisíveis. Diga o nome dele, pois ele é o perigo, e o mafioso mais improvável desta lista.

Família Soprano

Uma das melhores séries da história fez sucesso ao subverter a imagem do mafioso. Como é típico da HBO, principalmente em seus primeiros anos de conteúdo original, a série aliava um conceito batido com algo completamente inesperado. Assim, David Chase criou o gângster com crises de pânico. Tony Soprano é violento, intempestivo, mas também caloroso. É um homem que trai a esposa, mas tenta consertar o casamento a cada dia.

Sem saber ser pai e nem mesmo chefe da família do crime, Tony segue aos trancos, barrancos e muitos tiros. É a máfia disfuncional, humana, mas sem deixar de ser perigosa e assustadoramente divertida.

Continua após publicidade

A Escuta

Ainda que não se concentre inteiramente nos meandros de uma família ou grupo mafioso, A Escuta (The Wire) é elemento essencial da lista. Isso porque, como nenhuma outra, a série explora as diferentes máfias que permeiam as ruas e setores da nossa sociedade. Ao focar em diferentes campos em suas ricas temporadas, A Escuta escancara não só a corrupção das ruas, mas da polícia, da política, da mídia, entre outros.

No fim, percebemos que a máfia e os gângsteres não estão tão distantes. Eles estão no poder, apresentando o telejornal ou guardando o seu dinheiro no banco. Com 5 temporadas, The Wire é uma das séries mais respeitadas e elogiadas da história.

Boardwalk Empire

Um dos maiores especialistas em máfia, Martin Scorsese, levou seu talento à televisão quando dirigiu o piloto de Boardwalk Empire. O cenário era perfeito e o período ainda mais propício. Aqui, vemos os criminosos norte-americanos tentando entender e burlar a recém-implantada Lei Seca, que proibia a comercialização e consumo de bebidas alcoólicas. É claro que a decisão mais investiu para o aumento do crime do que ajudou na diminuição dele.

Continua após publicidade

Na linha de frente, Enoch Thompson comandava tudo de seu calçadão, onde corria álcool e sangue na mesma medida. Boardwalk Empire é uma grande homenagem aos filmes e figuras da máfia, trazendo figuras reais como Al Capone para o centro da trama. Visualmente belíssima e com roteiros irretocáveis, a série é outro show da HBO.

Ozark

O que fazer quando a sua única opção é se tornar um mafioso? Vendo-se no olho do furacão, Marty Byird precisa abraçar o crime para se salvar. O que ele não esperava era que ele e sua família fossem gostar e/ou se aprofundar tanto nos negócios. Assim como Breaking Bad, Ozark não é a típica séries de gangues, mas é igualmente inventiva ao explorar os lados positivos e negativos de uma vida de crimes.

Leia também: Como Ozark acabou? Quem morre no final da 4ª temporada

Jason Bateman está ótimo em uma série que ainda tem Laura Linney e Julia Garner em atuações impecáveis. A última temporada estreou recentemente na Netflix e deve surgir no próximo Emmy.

Peaky Blinders

Ao explorar gângsteres fora dos Estados Unidos, Peaky Blinders trouxe criminosos ingleses em um período e sob uma perspectiva diferentes do habitual. Assim, vemos os membros dos Peaky Blinders circularem pelas ruas inglesas em um conturbado período entre guerras. Sem perspectivas, e cercados por violência, as gangues nascem e se desenvolvem a ritmos vertiginosos. Enquanto caminha, a série torna-se cada vez mais relevante e consciente de seu retrato de uma sociedade e de um tempo. Tudo em uma série de gangues.

Justified

Espécie de sequência moral de Deadwood, Justified traz Timothy Olyphant no típico papel que lhe fez famoso. É como se Seth Bullock entrasse em uma máquina do tempo e caísse nos dias atuais do Kentucky. Na trama, o ator vive Raylan Givens, um policial que age como se fosse um xerife do velho oeste. Com métodos nada ortodoxos, o homem da lei acaba metendo seus superiores em uma enrascada. Para puni-lo, eles o enviam para o distrito do Kentucky, onde cresceu e cultivou uma porção de problemas.

Narcos

Um dos maiores gângsteres da história é latino e ganhou uma superprodução na Netflix. Narcos traz Wagner Moura na pele do perigoso Pablo Escobar. Na série, vemos a estrutura da máfia colombiana e todos os esforços da lei para desarticular o poderio de Escobar. Em um projeto internacional produzido pelo brasileiro José Padilha, Narcos foi um sucesso de público e crítica justamente por trazer um olhar diferenciado e latino para o subgênero da máfia.

Godfather of Harlem

Depois de anos na prisão, o mafioso Bumpy Johson volta às ruas e encontra uma realidade alterada. Seu bairro está às avessas e é comandado pela máfia italiana. Ele, então, decide limpar as ruas e eliminar todos os inimigos, deixando o caminho livre para seu retorno ao poder.

Forest Whitaker está excelente em uma série ainda pouco conhecida, mas que merece uma chance. Aqui, vemos o papel complexo da máfia enquanto elemento social. Assim, apesar de criminosos, são sujeitos que ajudam a comunidade e se envolvem com importantes figuras. Neste caso, Malcolm X é rosto frequente.

The Offer

O Poderoso Chefão tinha que entrar nesta lista, de uma forma ou outra. O maior expoente da máfia na TV e no Cinema ganhou um novo tratamento. Em The Offer, vemos a criação daquele que talvez seja o melhor filme de todos os tempos. Assim, acompanhamos os bastidores do longa-metragem, enquanto descobrimos o surpreendente envolvimento da máfia durante a produção. The Offer é um prato cheio para quem gosta de séries de gangues, mas ainda mais para quem ama Cinema e o clássico de Francis Ford Coppola.

Gangs of London

Criada por Gareth Evans, diretor de The Raid, Gangs of London é garantia de ação caprichada. Violenta e intensa, a série conta a história da briga pelo controle de Londres. Na disputa, diversas gangues diferentes e internacionais. Todas querem não só uma fatia, mas a cidade inteira. Assim, entre mortos e feridos, Gangs of London traz alguns dos momentos mais insanos e agitados dos últimos anos.

Jornalista, curioso e viciado em cultura. Escreve há quase 10 anos no Mix e Six Feet Under é sua série favorita.